Reajuste do servidor será pago no último dia de junho | Fábio Campana

Reajuste do servidor será pago no último dia de junho

O Governo do Paraná vai aplicar nos salários deste mês, que deverá ser pago no dia 30, o reajuste de 6% ao funcionalismo. Ao todo, 249 mil trabalhadores do serviço público estadual funcionários efetivos da ativa e aposentados, civis e militares serão beneficiados.

Enquanto o governo deu um ganho real de mais de 9% ao salário mínimo regional, os 6% que estão sendo concedidos ao funcionalismo do Paraná equivalem à reposição da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado entre maio de 2008 e abril deste ano, e mais um ganho real de 0,47 ponto percentual.


9 comentários

  1. pé de pano
    quinta-feira, 18 de junho de 2009 – 15:41 hs

    na atual conjuntura vai dar para comprar uma cesta básica

  2. quinta-feira, 18 de junho de 2009 – 16:23 hs

    Esse 6% totalmente defasado e tardio, não servirá nem prá compensar o péssimo atendimento médico que os servidores possuem. O SAS já era deficiente pelo evangélico, agora pelo são vicente (que não possui estrutura para atender a licitação que ganhou) vai piorar. Ou seja, o aumento não dá nem prá pagar uma consulta, imagine um plano de saúde decente!

  3. Jaferrer
    quinta-feira, 18 de junho de 2009 – 16:48 hs

    E sem retroativo, o que fere a lei da data base. Mas como descumprir a lei é a regra…

  4. ofaxineiro
    quinta-feira, 18 de junho de 2009 – 18:25 hs

    Estes seis por cento já estão atrasados, mas atrasado mesmo estão as promoções dos agentes de execução e apoio que era para ser dado em 2008 e até agora nada, só promessa.

  5. Ita
    quinta-feira, 18 de junho de 2009 – 18:43 hs

    É uma descriminação com o Servidor público, enquanto o governo concedeu um reajuste com ganho real de 9% ao trabalhador privado, concede apenas um ganho real de 0,47% ao Servidor Público e ainda para pagamento apenas em junho.
    Isto é uma injustiça.

  6. jango
    quinta-feira, 18 de junho de 2009 – 20:42 hs

    O governo sequer cumpre à risca as leis de sua iniciativa aprovadas pela Assembléia. Para o comum dos mortais funcionários públicos promoções não efetivadas, revisões salariais com atraso, aumentos diferenciados entre carreiras, mas, para comissionados, alto escalão e procuradores os aumentos e revisões de salários sempre atualizadas … Em razão disso a avalanche de ações judiciais na Justiça para os netos e tataranetos dos funcionários receberem os seus direitos vez que o governo não paga precatórios alimentares desde 1997 …

  7. Silvano Andrade
    quinta-feira, 18 de junho de 2009 – 21:43 hs

    Estou muito triste com a fase final do governo Requião…fui prejudicado por optar em ficar no QPPE, do qual disputei concurso para entrar…Então vem o governador e cria o quadro dos faz tudo em escola, e tenta empurrar todos os agentes de execução para o tal do QFEB…premiou muito servidor descompromissado, sem falar no tal prófuncionário (tendencioso e conto da carochinha) que somos obrigados a fazer para avançar na carreira…em relação aos 6%…é ridículo e horrendo.

  8. Irado
    sexta-feira, 19 de junho de 2009 – 11:31 hs

    Não devia dar nada. Só assim os servidores se mobilizam de VERDADE contra o louco.

  9. fausto thomaz
    sexta-feira, 19 de junho de 2009 – 11:56 hs

    6% tá muito bom…..deixa ver….no meu salário vai dar uns R$ 957,78…..tá bom né ????

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*