Procurador quer explicações do Senado sobre mordomo empregado na casa de Roseana | Fábio Campana

Procurador quer explicações do Senado sobre mordomo empregado na casa de Roseana

Da Folha Online

O procurador do Ministério Público junto ao TCU (Tribunal de Contas da União), Marinus Marsico, vai cobrar do Senado explicações sobre o suposto desvio de função do servidor Amaury de Jesus Machado, 51, o Secreta. De acordo com reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”, Secreta é funcionário do Senado mas dá expediente na casa da governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB-MA) no Lago Sul de Brasília desde 2003.


O

empresário maranhense Mauro Fecury, suplente de Roseana e velho amigo do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), manteve Secreta, em seu gabinete.

“Vamos investigar esse caso como qualquer outro que surgir, independentemente dos nomes dos supostos envolvidos”, disse Marsico à Folha Online por telefone.

Segundo ele, é preciso verificar se houve desvio de função para depois pedir as devidas correções. “Se a irregularidade for comprovada, vamos pedir a devolução do salário pago a ele aos sofres públicos.”

Atos secretos

Sarney anunciou ontem a criação de uma comissão de sindicância para apurar as responsabilidades sobre os atos publicados secretamente na Casa Legislativa nos últimos 14 anos.

A comissão terá sete dias para apresentar os resultados dos trabalhos. Portaria assinada nesta sexta-feira por Sarney afirma que a comissão terá como foco investigar denúncia, revelada pela Folha , de que ex-diretores da instituição determinavam o sigilo dos atos da Casa.

Segundo a portaria, a comissão vai ser integrada pelos servidores Alberto Moreira de Vasconcelos Filho, Gilberto Guerzoni Filho e Maria Amália Figueiredo da Luz. Os três servidores do Senado vão ser acompanhados por representantes do Ministério Público e do TCU (Tribunal de Contas da União) nas investigações.

Sarney encaminhou ofícios ao procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, e ao presidente do TCU, Ubiratan Aguiar pedindo que sejam cedidos um membro e um auditor para acompanharem as investigações da comissão

Reportagem publicada ontem pela Folha informa que as ordens para manter atos administrativos secretos no Senado vinham diretamente do ex-diretor-geral Agaciel Maia e do ex-diretor de Recursos Humanos João Carlos Zoghbi. A afirmação feita pelo chefe do serviço de publicação do boletim de pessoal do Senado, Franklin Albuquerque Paes Landim.

O testemunho contradiz a versão de Agaciel e do presidente do Senado, José Sarney, de que a existência dos atos secretos se trata de ‘erro técnico’. A descoberta dos atos secretos –medida usada para criar cargos ou aumentar salários sem conhecimento público– foi o estopim da mais recente crise na Casa. Entre 1995 e 2009, o Senado editou 623 atos secretos.


7 comentários

  1. Don Quixote.
    sábado, 20 de junho de 2009 – 21:57 hs

    Eu também quero um motorista do Senado para min.
    Será possível que eu consiga um ?
    Com quem falo ?

    Onde faço a inscrição no Senado para conseguir o “gajo”.
    Se a Roseana pode, eu também posso.
    Todos nós podemos.

    Vamos democratizar o fisiologismo e legalizá-lo, criando o Estado do Caos, tal qual estes pulhas do Senado o fizeram.

  2. O POVO!
    sábado, 20 de junho de 2009 – 22:06 hs

    Imagine se no passado as MANCHETES eram assim e oque aconteceu, Naaaada….. ahhh hoje retomou o governo do seu Esatado qaue é do seu Papi…..

    Brasília, segunda-feira,
    11 de março de 2002

    Tema do Dia
    sucessão
    Era dinheiro de campanha

    Roseana Sarney apresentou diferentes versões para explicar a origem dos R$ 1,34 milhão em notas de R$ 50 encontrados em seu escritório. Só não informou que eram doações de empresários para pagar contas da candidata

  3. sábado, 20 de junho de 2009 – 22:13 hs

    Bem agora há um Procurador no assunto. Não acredito que acabe em pizza, como aliás não é de estranhar. Já que, até agora o principal SUSPEITO e sobre quem recaiem novas denuncias todos os Dias, ainda continua em atividade. Devia pelo menos, Ser Licenciado e se Ele não quiser pedir. Que peçam (MANDEM) que esse cancro saia. Até terminarem as investigações. Procurador Marinus Marsico, Boa Sorte para o Senhor e sua gente e por favor ajude o Povo Brasileiro a ver essa casa com bons olhos. Boa Sorte ao Senhor, e a todos os homens de Bem que por lá, ainda aí circulam

  4. Luis Konig
    sábado, 20 de junho de 2009 – 22:44 hs

    NÃO DÁ PARA ENTENDER QUEM É MAIS CRIMINOSO: O TRAFICANTE QUE VENDE DROCAS PARA QUEM QUER COMPRAR OU ESSE PESSOAL QUE ROUBA DO POVO DINHEIRO QUE DEVERIA ESTAR SENDO APLICADO EM SAÚDE, EDUCAÇÃO…. SE O DINHEIRO QUE FOI PAGO A ESSE MORDOMO TIVESSE SIDO, A EXEMPLO, DOADO AO HOSPITAL PEQUENO PRINCIPE QUEM SABE QUANTAS CRIANÇINHAS NÃO TERIAM MORRIDO DE CANCER….

  5. Astrinha
    domingo, 21 de junho de 2009 – 4:31 hs

    O que eu acho mais interessante nessa família é a convicção com que eles defendem seus erros. Tome-se por exemplo o empréstimo do apto funcional que essa madame emprestou para os seus asceclas do Maranhão onde ela se defendeu assim: “mas o apto era do meu pai!” “Esqueceu-se” que nem o apto era dele e nem ele poderia estar usando uma vez que possuia casa própria na Capital de Alegria. Em todas as respostas seja do pai, dos filhos a convicção é tanta que surpreende. Acho que eles aderiram fortemente a tercerização: tercerizaram pensão pro neto, tercerizaram pagamento de funcionário particular, etc…. E nós pagamos a conta.

  6. De Guaratuba
    domingo, 21 de junho de 2009 – 11:21 hs

    Seria o MORDOMO a chave do ocultismo ?
    Ou o grande CULPADO ??

  7. jeca
    domingo, 21 de junho de 2009 – 15:18 hs

    Dom Quixoti, ligue para o Senado, voce conseguira. Eu pedi um mordomo, ja esta ok, para todos nos que elegemos um Senador temos este direito, pode conferir

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*