ICMS sobre energia elétrica chega a 45% no Paraná | Fábio Campana

ICMS sobre energia elétrica chega a 45% no Paraná

elio-rusch

O deputado Élio Rusch, do DEM (foto), líder da Oposição na Assembleia, considerou curioso o informativo que a Copel anexou à fatura deste mês detalhando a composição da conta de energia e exemplificando com uma fatura de quem gasta R$ 100 ao mês.

“O informativo demonstra que o consumidor paga 48,8% em impostos federais e estaduais. Analisando a minha conta, percebi que a alíquota do ICMS cobrada é de 44,47%, muito além dos 29% informados”, disse o deputado. É preocupante o modo como é feito o cálculo dos impostos, pois o consumidor paga muito mais do que deveria. É cobrado imposto sobre imposto”, completou.

Rusch destacou ainda que no informativo consta que a energia no Paraná é a mais barata do país, sendo cobrado R$ 0,2607 por KW/h. “Fico preocupado com essa informação, pois não há um esclarecimento de que o valor informado é sem impostos. Se acrescentarmos todos os impostos, o kilowatts no Paraná custa R$ 0,4334, um valor muito além do informado”, destacou


O deputado cobrou explicações da Copel sobre o modo de cobrança e das informações apresentadas no boletim anexado à fatura de energia.

“Ao analisar as informações da fatura e as do informativo verifiquei que são contraditórias. Não esclarecem nada ao consumidor. A Copel tem que ser justa com o consumidor. Do modo que está parece mais uma propaganda enganosa”, alertou. “Espero que a Copel diga oficialmente quanto pagamos efetivamente de impostos sobre a energia elétrica no Paraná”, concluiu.


9 comentários

  1. Eu
    quinta-feira, 11 de junho de 2009 – 20:18 hs

    O brasil é uma vergonha. Em vez de vc calcular o imposto devido sobre o serviço e pagar a parte, é calculado sobre o todo. Assim sendo se paga imposto sobre imposto. Se vc gasta 100 de luz e fosse pagar 27% de imposto, sairia 127%. Agora pra conseguir chegar nos mesmos 100 reais de gasto, mas calculando a aliquota sobre o total, vc gastaria 137 reais de luz, menos 27% da 100 reais de gasto e 37 de impostos. Ou seja, vc ta pagando de qqr forma 10 p.p. a mais de imposto do que o governo afirma.

    Esse país só tem safado, to com nojo já. A hr que ganha uns troco vo pega as mala e vaza pra um país decente.

  2. rque
    quinta-feira, 11 de junho de 2009 – 20:31 hs

    isso e para pagar OS GATOS ELETRICOS …………………

  3. quinta-feira, 11 de junho de 2009 – 21:30 hs

    Deputado, Não é só isso não. Se o senhor procurar encontra em muito mais coisas, no seu caso o problema é relativo pois o que o Sr. Ganha não vai fazer diferença a conta de Luz. Mas já que teve a dignidade de fazer o Alerta. Continue e faça com que a coisa fique certa. Porque dizer que está errado ou saber que está errado todos nós sabemos. Tomar medidas que defendam o Direito do Cidadão isso é A SUA OBRIGAÇÃO. Vamos lá. E como está com a Razão SUCESSO SENHOR e Que Deus o Ajude.

  4. Anônimo
    quinta-feira, 11 de junho de 2009 – 22:40 hs

    Alô, Fábio!

    Dá uma olhada no que está acontecendo em Astorga. Veja no blog: osvaldomachado.blogspot.com
    O bicho tá pegando lá!

  5. Leonidas Miroloswic
    quinta-feira, 11 de junho de 2009 – 23:37 hs

    e o Eron Arzua faz cara de paisagem. Cada secretário de fazenda tem o governador que merece e vice-versa.

  6. Inácio Pinto
    sexta-feira, 12 de junho de 2009 – 9:31 hs

    Fábio:

    Materia de hoje no Valor On Line mostra que estudo elaborado pelo consultor do PSDB para assuntos fiscais, João Roberto Afonso prova que manobra contábil usada pela Petrobrás para reduzir seus impostos já é largamente utilizada por empresas privadas que estão perfeitamente dentro da lei.

    Atacando a opção pelo novo regime fiscal, Alvaro pode ter agora, contra ele, parcela bem maior do PIB do que os professores estaduais.

    http://www.google.com/notebook/public/03904464067865211657/BDQojSgoQ_-qeoZ0k

    De nada…

  7. Arthur
    sexta-feira, 12 de junho de 2009 – 10:47 hs

    Ué ? A Copel não é a menina dos olhos do Requião ?? Para um governador enganoso, uma Copel enganosa !!!

  8. Zé do Coco
    sexta-feira, 12 de junho de 2009 – 11:46 hs

    E ainda existe gente FORA de nosso estado que teima em que pagamos no Paraná a energia mais barata do Brasil. Só mesmo petralha para dizer e pensar tanta sandice. Adivinhe o que há por trás dessa crendice a respeito do preço de nossa energia? Claro, um plano muito bem montado para mandar no Paraná a partir de 2010 com as eleições estaduais. É a cúpula do PT se aproximando de nosso Estado, o único talvez que ainda é barreira ao expansionismo e aparelhamento que o PT já espalhou por mais da metade do País.

  9. sábado, 4 de julho de 2009 – 3:54 hs

    Moro na Austrália e pago AU$12.70 per kw (uns R$18.00) e o imposto GST (ICMS daqui) é 10% sobre a tarifa. Se compararmos que o salário mínimo aqui é de uns AU$ 2.000,00 por mês (R$3.000.00), a energia e irrisória e vc pode usar aquecedores e etc. Aí no Paraná a mesma conta de 200kw (meu gasto mensal) sairia uns R$90,00 pelo o que eu entendi (ou mais?). Aqui eu pago AU$39.00, em torno de 2% do salário mínimo, enquanto aí o paranaense paga 20% do salário mínimo. That’s it. Rouboooooooo!!!!!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*