SOS Floresta de Araucária | Fábio Campana

SOS Floresta de Araucária

adesivo_pt

Na segunda, junto com a audiência pública sobre a preservação das Araucárias que acontecerá na Assembleia Legislativa, o Partido dos Trabalhadores inicia uma campanha de conscientização chamada “SOS Floresta de Araucária”.

Para a presidente do PT, Gleisi Hoffmann é necessário fazer um grande debate no Paraná sobre as medidas que podem ser tomadas para conservar nossa floresta de araucária. “Vamos dar exemplo ao Brasil e ao mundo que
cuidar do meio ambiente e garantir a produção para nossa sobrevivência é compatível, é possível e, sobretudo necessário”, complementa.


21 comentários

  1. Rogério
    sábado, 30 de maio de 2009 – 17:36 hs

    É o povo é muito tolo mesmo, precisa de todo tipo de mané conscientizando-o de tudo…

    Vão trabalhar!!! Não somos idiotas!!!!!

  2. Zé Ninguém
    sábado, 30 de maio de 2009 – 18:48 hs

    Creio que a unica madeira que essas pessoas querem preservar são suas caras de pau !

  3. Rogério Trino
    sábado, 30 de maio de 2009 – 19:03 hs

    Tem que chamar o Ministro da Agricultura do governo petista o “grande” Stephanes que se preocupa muito com o meio ambiente!

  4. Carlão
    sábado, 30 de maio de 2009 – 20:41 hs

    O Governo Federal do PT tem que fiscalizar . Só conversa fiada e grandes debates … é só ir lá e prender a TV mostra os desmatamentos e a Polícia e Governo não sabe ?

  5. Caiçara
    sábado, 30 de maio de 2009 – 20:52 hs

    Parabéns, não por ter sido uma iniciativa do PT, mas por uma causa impotantíssima para nosso Estado, Filhos, Netos e nossas florestas.

  6. Mario Lobato
    sábado, 30 de maio de 2009 – 20:55 hs

    Acho que esta turma aí é assalariada das empresas do Rossoni e participou dos protestos “espontâneos” em União da Vitória…

  7. jango
    sábado, 30 de maio de 2009 – 21:00 hs

    Depois que a espécie já está à beira da extinção vem os “debatedores” … Querem dar exemplo. Pois bem: começem por uma providência de responsabilização administrativa da autoridades ambientais (federais, estaduais e municipais, inclusive Ministério Público) que deixaram a espécie, símbolo do Paraná – então “Terras das Araucárias” – chegar a estes 2%, se tanto. A tertúlia petista parte para debate como se não existissem leis que há muito tempo se destinam a proteger a espécie florestal e que foram escassa e esporádicamente aplicadas. A impunidade campeia também no setor ambiental e estas “tertúlias” só servem para palco de alguns e plateia desisteressada de muitos, onde se inclui o Ministério Público, que tem todos os poderes da lei para atuar e não atua exemplarmente. Xô “debatedores” … De debate em debate a “Terra das Araucárias” já era … e o país está indo junto … a Amazônia, o Cerrado … XÔ !!!

  8. josé
    sábado, 30 de maio de 2009 – 21:40 hs

    Conversa pra boi dormir…Só pra lembrar: o MST, que é apoiado incondicionalmente pelo PT, foi apontado ano passado pelo Governo Federal como o maior responsável por dematamento e para não esquecer: destuiu milhares de hectares de araucárias e nada até hoje…

    ” NÚMEROS

    10.000 hectares de um total de 33.254 foram dizimados entre 1996 e 2002 na área de floresta nativa da antiga Fazenda Araupel, no sudoeste do Estado do Paraná, por militantes do MST. Foi o maior desmatamento já verificado pela ONG Mata Atlântica em seus 18 anos de atividade

    4 vezes maior é a taxa de desmatamento promovido por assentamentos da reforma agrária em comparação à taxa média da região amazônica

    Fonte: Estadão On Line”

  9. eu
    domingo, 31 de maio de 2009 – 1:03 hs

    Realmente, se fosse coisa do Beto Richa, as pessoa que postaram seus comentarios aqui, estariam fazendo louvores…
    vo distribui uns adevisos pela cidade ” FALSO MORALISMO É CRIME”

    Eitaaaaa cidadezinha…

  10. Astrinha
    domingo, 31 de maio de 2009 – 8:12 hs

    Como disse o Carlão acima esse é o grande problema do Brasil: CONTROLE. Não pode deixar a rédea solta.

  11. Tchê
    domingo, 31 de maio de 2009 – 8:15 hs

    Báh Tchê, todos sabem da devastação, mas o Minc e Gabeira ficam fumando e devem achar TRI legal .

  12. PT MENTE
    domingo, 31 de maio de 2009 – 11:14 hs

    E por que então não faz uma campanha contra os PETISTAS do MST que destruiram e destroem a Mata de Araucária na região da ARAUPEL em Quedas do Iguaçu, naqueles acampamentos de Sem Terra financiados pelo INCRA?
    O PT é muito ingrato com a história de luta ambientalista do Paraná.
    E a mata de Peroba?

  13. zeca
    domingo, 31 de maio de 2009 – 12:24 hs

    Aqui no sul tem que preservar,e na amazonia dotonar,,,,,,que diferença.Morrer olhando as araucárias apodrecerem,e nossos agricultores sem dinheiro prá comprar remédio ou construir sua casa própria.Idiotice.

  14. domingo, 31 de maio de 2009 – 14:01 hs

    Defender o pouco que sobrou devido ao ato covarde de alguns é digno, o problema é o de sempre: O PT quer “discutir” eternamente o assunto, isso, seguindo a linha Ptista, vai demorar uns 5 anos ou até as araucárias estarem extintas, e dai não chegaremos a conclusão nenhuma e não será feito nada.. seguindo sua linha Zeca, vamos legalizar a prostituição infantil, pois ela é o ganha pão de algumas pessoas e que sem ela também não podem comprar remédios ou construir suas casas….lamentável ainda existir esse tipo de pensamento onde os fins justificam os meios nem que esses sejam baseados na ignorância…

  15. futuras gerações
    segunda-feira, 1 de junho de 2009 – 9:58 hs

    Os discursos políticos são coisas passageiras, estado emocional elevado, tentando buscar (hofotes)atenção. Devemos sim, ressaltar o papel da UFPR, que há várias décadas desenvolve papel de perpetuar a espécie, através da clonagem. Devemos também, resgatar outra espécie em extinção, como a ética na política. Apesar de todo esse tempo no poder, o Lula não atingiu o objetivo de acabar com a fome zero, pois, as piores das fomes é a de conhecimento e consciência política e social do cidadão. Neste blog, sempre as mesmas figuras buscando a luz e os olhos do povo. Figuras que nada acrescentam para o bem estar social, vivem como parasitas, visto que não sabem fazer outra coisa. Enquanto, estivermos nas mãos dos políticos que decidem, fazem leis, sem a interação das organizações sociais ficarendo em segundo plano, as perspectivas futuras serão obscuras.

  16. domingo, 14 de junho de 2009 – 20:48 hs

    Oque nos resta é a Floresta de Araucária mas do jeito que a fila anda não vai demorar muito ficaremos sem ela- a Floresta de Araucária!!

  17. terça-feira, 30 de junho de 2009 – 10:24 hs

    É da maior urgência intensificar políticas públicas em favor da preservação e da restauração através de plantio de mudas das araucárias não apenas no Paraná, mas em planejamento conjunto dos governos dos estados do PR, SC e RS, juntando os governos municipais das cidades dos planaltos onde essa maravilhosa árvore é nativa.
    Existe uma lentidão inadmissível na recuperação das chamadas matas de pinhais. Aplaudo toda e qualquer medida em favor da vida e as árvores de araucárias são vida!

  18. joaquim
    domingo, 22 de novembro de 2009 – 12:13 hs

    Olá amigos.
    Gostaria de saber se é possivel mudas de araucaria se desenvolverem em uma região com terreno meio arenoso que fica em torno de 6 km da praia no estado do ceará.
    Fico grato por qualquer imformação.
    obrigado

  19. thairane
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 9:15 hs

    preservar e salvar vidas

  20. thairane
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 9:20 hs

    preservar e salvar vidas
    preserve

  21. pessoa
    sábado, 21 de agosto de 2010 – 17:10 hs

    vcs todos que deixaram cometarios soa u m band de trouxas meno eu

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*