Sangue de Ribas Carli vai passar por exames toxicológicos | Fábio Campana

Sangue de Ribas Carli
vai passar por exames toxicológicos

O promotor do Ministério Público do Paraná (MP/PR), Rodrigo Regnier Chemin, informou em entrevista coletiva hoje à tarde que o sangue do deputado Fernando Ribas Carli Filho vai passar por exames alcoólicos e toxicológicos mesmo depois de vários dias do acidente, ocorrido há uma semana.

Como adiantou o blog, o diretor do Hemobanco do Hospital Evangélico, Paulo Tadeu, já informou, em entrevista a rádio Banda B, que o sangue do deputado, colhido no dia do acidente, está sob sua guarda e poderá ser examinado por ordem judicial.

O promotor adiantou ainda que o depoimento de testemunha, que trafegava pelo local em terceiro veículo no momento do acidente, será fundamental para o esclarecimento do caso.


29 comentários

  1. Break
    quinta-feira, 14 de maio de 2009 – 19:12 hs

    Com a comprovação de uso de bebidas alcoólicas e o foro privilegiado do Deputado o caso agora vai pra mão dos desembargadores do Paraná. Será que a justiça será feita? Perguntar não ofende.

  2. Professor Pasquale
    quinta-feira, 14 de maio de 2009 – 20:10 hs

    Na língua portuguesa uma palavra não pode ser acentuada duas vezes.Portanto está errada a grafia de TOXICOLÓGICOS.

  3. Carlinhos
    quinta-feira, 14 de maio de 2009 – 20:54 hs

    Está correto, toxicológicos tem apenas um acento. Agora existe sim palavra com dois acentos órgão, por exemplo.

  4. Revolta do Povo!!!
    quinta-feira, 14 de maio de 2009 – 21:15 hs

    Imaginem!!!!!! acordamos cedo para trabalhar, pagar os impostos para dar de come e BEBER para um vagabundo desses… PUNIÇÃO JÁ!!!!!! correto o advogado, falta de decoro parlamentar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! fora vagabundo, criminoso e irresponsável!!! vamos continuar pagando as contas dele!!! mas longe da Assembléia e sim na CADEIA…PRISÃO para o criminoso.

  5. Míriam
    quinta-feira, 14 de maio de 2009 – 21:55 hs

    É preciso investigar como teria ocorrido a fuga desse deputado criminoso para São Paulo. Há indicios de que no Hospital Evangelico de Curitiba, médicos teriam acobertado o fugitivo, internando-o sem necessidade na UTI, para protegê-lo de fazer o exame de sangue que comprovaria sua embriaguez. ( a lei, absurda, exige que o criminoso autorize o exame. Estando na UTI, poderia-se alegar que estava desacordado até o alcool ser expelido do organismo).Funcionários do hospital informam que ele entrou perfeitamente consciente e até falando com acompanhantes, não justificando em absoluto que ele fosse para uma UTI, tirando lugar aliás de quem pudesse estar realmente precisando. O Conselho Regional de Medicina do Paraná precisa ser obrigado a se manifestar! E também a direção regional da Infraero, pois, no aeroporto Afonso Pena, funcionarios da Infraero e de outras companhias confirmam que ele inclusive andava e conversava perfeitamente quando foi embarcado para São Paulo, aparentemente para fugir da prisão em flagrante e não por necessitar cuidados médicos especiais que não estivessem disponívies no nosso Estado, que aliás já é um centro de referencia no tratamento de traumas. Isso é um absurdo! A Policia Civil do Paraná tem que investigar esses dois fatos, ou arcar também com a responsabilidade de, mais um avez, proteger o filhinho ou o sobrinho de políticos importantes! Proteger a um foragido da justiça é crime! Criminosos já estão se caracterizando os médicos ou dirigentes do Hospital Evangélico que homiziaram o criminoso escondendo-o em uma UTI sem justificativa médica plausível.Os advogados e os familiares das vítimas não devem desistir, a sociedade paranaense de uns tempos para cá aprendeu a abominar esses “filhinhos de papai”., dessas familias ditas “ilustres”, de sobrenomes identificados com os latifundiários, coronéis, acostumados a mandar e desmandar no Estado, acobertando-se mutuamente mais ou menos assim: “Voce ajuda a esconder meu filhinho e eu não falo do seu sobrinho…”. QUeremos Justiça, tanto para as vítimas como para o criminoso e todos que o estiverem acobertando! Todos são iguais perante a lei!Chega de carteiraços! Deputado tem que dar exemplo e não dirigir bêbado e com a carteira cassada! Deputado tem que ser eleito pelo seu curriculo de homem público e não por ser sobrinho, filho, ou esposa de ninguém! Chega desse nepotismo disfarçado de legal, como a dança dos DAS no TJ, que o Fábio denunciou acima!
    A sociedade paranaense se nega a continuar cega para esses coronéis que nos transformaram num tipo de Alagoas do Sul! Chega de impunidade, senhor Dezembargador que comandará o processo! Não manche sua carreira com proteção a criminosos! Pense nas instituições democráticas e não nos interesses de ocasião! Honre o cargo, Dezembargador! A sociedade confia, por princípio, na Justiça e no senhor.Vamos manter ou até ampliar essa confiança. Denuncie pressões se for o caso. Exerça seu direito a mandar prender os que o tentarem intimidar! Não há segredo de Justiça justificável nesse caso! Mantenha a transparencia!

  6. quinta-feira, 14 de maio de 2009 – 21:55 hs

    Quem sabe responder:
    – Quem é o proprietário do Hospital Evangélico? Será que não é de um parlamentar, também…?

  7. Míriam
    quinta-feira, 14 de maio de 2009 – 21:58 hs

    Dr Elias Assad, sugiro que com a ajuda de um perito médico, requeira ao Hospital Evangélico, todos os documentos, relatorios, exames sobre todos os procedimentos médicos, comerciais e administrativos realizados por aquele nosocômio quanto ao paciente Fernando Ribas Carli Filho. VS vai ficar espantado com o que vai encontrar.

  8. Marcio
    quinta-feira, 14 de maio de 2009 – 21:59 hs

    FORO PRIVILEGIADO – os Parlamentares deveriam ter foro privilegiado apenas para casos de “crimes de responsabilidade” ou como se chamem aqueles fatos sob apuração ocorridos em decorrência do exercício do mandato ou da função pública.
    Mas não para CRIMES COMUNS, como dirigir alcoolizado, com a CNH cassada e em absurdo excesso de velocidade, assumindo o dolo eventual pelo resultado que acabou causando : a morte dos dois jovens. Para estes casos de crimes comuns, o Deputado deveria ser indiciado como qualquer cidadão (pobre), processado, condenado e… preso.
    Todos sabemos que um PRESO no sistema carcerário / penitenciário custa à nação MAIS CARO do que um ALUNO na rede de ensino. Mas certamente um preso custa ao povo mais BARATO do que custa um DEPUTADO.
    Esse não é parlamentar… como já disse, esse é “para lamentar”.

  9. Rogério Trino
    quinta-feira, 14 de maio de 2009 – 23:06 hs

    Poderia também passar por detector de mentiras os responsáveis pelo hospital Evangélico!

  10. Mensageiro do bem
    quinta-feira, 14 de maio de 2009 – 23:21 hs

    Será que adianta após uma semana analisarem o sangue do deputado? Porque não foi feito dosagem alcoolica como prevê a lei? Porque não colheram o sangue na hora do fato para fazer o exame? Estando com halito elitico, não deveria ser preso e autuado em flagrante por embriaguez ao volante e por homicidio duplo? Porque não foi lavrado o flagrante? Se fosse um mortal como nós outros certamente estariamos presos sob o rigor da nova lei !

  11. Socialista
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 0:15 hs

    Dizem que o Partido Socialista do Severino Araújo vai defender que ele não bebia. Pois segundo o Severino Araujo eles só estão acostumados a mamar.

  12. Carlos-Cajuru
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 1:20 hs

    Diario de bordo, data estelar, 3 de janeiro de 2097, Capitçao Kirk no comando da Enterprise!

    Finalmente hoje tivemos o resultado do julgamento do deputrado que matou dois em um acidente de transito em Curitiba, no início do século.

    O que voce acha disso Sr. Spock?
    – Capitão, acho que a justiça agiu rápido!

  13. Bidu
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 2:20 hs

    Alguém acredita que o playboy vai voltar para assumir alguma responsabilidade? Ou vão inventar mais histórias como a do “coma” e mandá-lo passar um belo tempo nos States ou na Europa, sob a tutela dos veneráveis amigos do alheio.

  14. MEDICINA E ÉTICA
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 7:38 hs

    Tema para redação.
    Clovis Pena

  15. ÉTICA EM HOSPITAIS
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 7:40 hs

    TEMA PARA TESE EM UNIVERSIDADES

  16. Temquehaverjustiça
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 8:46 hs

    Pergunta-se: porque é que o exame já não foi feito antes ? Fosse um qualquer, já não teria sido pedido ? O que é que o governador foi fazer no Hospital dando apoio para a família do deputado e ignorando a dos jovens mortos ? Como é que alguém em coma de repente é transferido para São Paulo ?
    O povo não aceita mais esse tipo de coisa. Todos os que tem filho querem punição exemplar nesse caso, se não houver, o bicho vai pegar…

  17. V.Lemainski-Cascavel
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 9:06 hs

    Diante dos fatos, duas verdades nos chamam a atenção: 1ª)- A família do deputado manter-se calada (quam cala consente) e, 2ª)- Acreditava que com a morte do Aníbal a era do coronelismo e da manipulação das forças policiais e do judiciário teria acabado. Parece que não.

  18. Carlos
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 9:38 hs

    aquela do Carlos Cajuru foi muito boa, mas não sei se é pra rir ou pra chorar!

  19. polaka
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 11:17 hs

    se não fosse a globo a encampar o não-acobertamento, estaríamos hoje lendo notícias (no rodapé) sobre o suicídio dos 2 rapazes que faleceram.

  20. RELATORIO FINAL
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 12:11 hs

    Viram os adesivos para carros rodando por aí? “190 km por hora é crime – justiça já”

  21. Malatesta
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 12:31 hs

    coisa terrível. lamentável. o deputado foi o campeão da irresponsabilidade.
    só acho engraçado uma coisa: o costume que os curitibanos, paranaenses e brasileiros em geral de se penalizar somente com quem tem recursos financeiros para brigar. hoje é que neste blog saiu alguma coisa do outro jovem que morreu. mas a mídia só tem espaço para o rapaz Yared. imagino o sofrimento terrível pelo qual estas famílias estão passando, deve ser uma coisa de doido, uma tristeza de profundidade terrível.
    mas o foco já foi invertido desde as primeiras notícias do acidente. lá havia um deputado palayboy aprontando das suas, e as pessoas se apressaram em colocar na vala comum da política toda a situação.
    eu também quero o fim da impunidade da proteção dos poderosos, mas quero também que haja a mesma comoção quando vier a morrer um jovem favelado nas mesmas condições. quero também que todos sejam presos quando cometerem crimes no trânsito, coisa que não acontece nem com pedreiro nesses país. quero além de tudo que deixem de existir idiotas fazendo loucuras no trâsnito e nas estradas, como acontece hoje em dia e sóarece piorar este cenário.
    mas sobretudo quero que as pessoas lembrem-se de que casos como o do Yared acontecem todos os dias, todos os meses todos os anos e um ou dois tem essa comoçãoe “enganjamento” da sociedade. Parece que querem mais é linchar o deputado playboy do que lamentar mais uma vítima da selvageria que é o trânsito brasileiro.

  22. marcondes
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 12:51 hs

    Se fosse eu o causador desta trajedia …. teria sido preso na hora depois de linchado se sobrevivesse talves passaria por uma unidade do SUS ou com muita sorte chegaria até o hospital do trabalhador já sem vida é claro e escrachado em todos os jornais …. Mas como é um mauricinho Deputado tem suas regalias tem de tudo se mexer bem esta
    moita vai cair muita poeira e não só alcool meu portugues não é tão correto mas meus pensamentos e minha opinião a isto é …

  23. Polis
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 12:54 hs

    e a tal testemunha que escreveu aqui no blog no campana dizendo ter visto o dep ser assaltado? sumiu? ou era só mais uma integrante da $$$$$$$ operação abafa.
    CASSAÇÃO JÁ
    segue o link http://www.fabiocampana.com.br/2009/05/policia-investiga-as-causas-do-acidente-de-ribas-carli-filho/

    segue o comentario dela

    “Flavia Quinta-feira, 7 de Maio de 2009 – 20:58 hs
    Estava na mesma rua em que ocorreu o acidente, qdo percebi um carro abordando um passat preto (carro que depois descobri ser do deputado )para um assalto, dai entao Fernando Carli aumentou sua velocidade para fugir de tais pessoas! POR FAVOR! sou testemunha ocular de uma pessoa fugindo de um assalto! é um absurdo esse julgamento precipitado onde as pessoas alegam informacoes sem saber, essa historia de racha é completamente mentirosa. Eu estava no local e presencei o que aconteceu, realmente o deputado estava em alta velocidade mas para se protejer de um assalto.
    Estou pasma com tantas informacoes falsas.
    E sobre o estado de saude, é grave porem estavel.”

  24. Eliott
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 15:41 hs

    O delegado que abriu o inquérito pode ser responsabilizado. As declarações que deu à imprensa acerca dos motivos que não o levaram a pedir o exame de dosagem etílica no dia do acidente são absurdas, patéticas até.Inércia criminosa.

  25. Mustafah
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 17:15 hs

    Cadeia neles

  26. CAIÇARA
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 17:24 hs

    Será que irão achar algum vestígio de sangue naquela amostra de álcool ?

  27. José Antonio
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 19:10 hs

    O acidente foi na Rua Monsenhor IVO ZANLORENZI .Tive a honra de conhecer o Monsenhor que era um grande Mestre de Filosofia,Uma das principais preocupações da Filosofia é a ÉTICA.Caso todo esse barulho não de em nada sugiro que pelo menos haja uma coerência:QUE SE MUDE O NOME DESSA IMPORTANTE RUA PARA AVENIDA DEPUTADO FERNANDO RIBAS CARLI JR.Já que os valores dominantes na sociedade são os do Deputado e não os do Monsenhor.

  28. July
    sexta-feira, 15 de maio de 2009 – 20:28 hs

    Queria ver a “flávia” confirmar isso em juízo… Engraçado com a uma hora da manhã ela pode ver tão claramente o carro do deputado ser abordado e aumentar a velocidade… Será que ela conseguiu tbm anotar a placa do carro que tentou assaltar o deputado??? Ah, já sei… Devia ser o Fit dos meninos…
    Faça-me o favor… Não subestime nossa inteligência, mocinha…

  29. Nova versão
    domingo, 17 de maio de 2009 – 21:39 hs

    Enquanto os blogueiros blogueiam as famílias choram os assassinados. E enquanto isso rola, Ribas Carli Filho dorme em SP protegido pela impunidade e Ribas Carli Pai se vira para custear a distorção dos fatos: o que que aqueles dois malucos faziam de madrugada debaixo do carro que emprestei pro Juninho?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*