No PMDB, Requião e Fruet são os preferidos para o Senado | Fábio Campana

No PMDB, Requião e Fruet são os preferidos para o Senado

fruet-22

Nove de cada dez deputados estaduais do PMDB não fazem segredo de sua preferência para as duas vagas do Senado que serão disputadas em 2010. Eles cravam nos nomes de Requião e Gustavo Fruet. Consideram essa a fórmula para consolidar a aproximação do PMDB com o PSDB que isolaria o PDT e o PT na outra ponta.

Fruet saiu do PMDB porque foi barrado pelo partido para disputar a prefeitura de Curitiba. O clã dos Requião preferiu apoiar Ângelo Vanhoni, do PT, em 2004 e Gleisi Hoffmann, também do PT, em 2008. Agora, cansado do casamento com o PT e estomagado com a aliança do PT com Osmar Dias, o PMDB procura restaurar a aliança com o PSDB ascendente. Mas pede alto. Qualquer acordo envolve participação imediata na Prefeitura de Curitiba, o que deixa os tucanos arrepiados.


13 comentários

  1. V.Lemainski-Cascavel
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 9:16 hs

    Engraçado o PMDB, Vai de carona e ainda pede troco…
    Mais: Apoia o Pessuti ou já virou ninho de traíras?

  2. Jurandir
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 10:12 hs

    O nome Fruet tem tudo a haver com a história do (P)MDB, pois quem não lembra do saudoso Maurício cortando esse estado de norte a sul e de leste a oeste fundando os diretórios do Partido?

    O Gustavo, herdeiro político do nosso finado grande e querido líder desde menino sempre atuou junto ao pai neste processo de organização partidária e com ele aprendeu a fazer política com visão humanista e extremamente democrática, o que com o Beto também não foi diferente.

    Tanto o José Richa como o Maurício Fruet foram pessoas de especial destaque na construção da carreira polítca do atual governador e as sequelas, se ainda existem, que levaram tanto ao Zé como ao Maurício e depois o filho Gustavo a se afastarem do Partido em determinados momentos históricos, podem ser superadas, já que o discurso de ambos os Partidos, PMDB e PSDB aqui no Paraná tanto do ponto de vista ideológico e pragmático não são tão diferenciados, o que o apoio do Requião ao candidato do PSDB em Londrina já demonstrou.

    Seria uma grande chance de superarmos as pequenas divergências do passado assim reconstruindo uma frente igual a que foi um dia o MDB montando uma grande chapa vencedora, onde sairia o Beto para o governo e o Gustavo e o Requião para o senado.

    “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena!”
    Fernando Pessoa

  3. Eugenio Belo
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 10:17 hs

    9 entre 10 pemedebistas preferem Fruet porque assim melhoriam a imagem do Requião e do Partido.

  4. Teodoro
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 10:26 hs

    Em Curitiba e Região Metropolitana o nome do competente Gustavo Fruet é muito forte para concorrer ao Senado!

  5. Daniel
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 10:49 hs

    Vai ser uma briga boa!!! O Louco X Cabeça. Quem leva?

  6. Luis
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 10:52 hs

    Fruet tem apoio de prefeitos e vereadores de diversos partidos, não só do PMDB.

  7. Motoqueiro Infernal!
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 12:07 hs

    Senador Gustavo Fruet… gostei!
    Tá na hora de aposentar a Maria Louca… se não prenderem ela antes…

  8. Luciana
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 12:11 hs

    No Fruet vou votar com certeza!!!

  9. LUIS A.
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 13:33 hs

    Gustavo, não se misture com esse desequilibrado mental, voce tá construindo uma historia muito digna na politica. Qualquer acordo com esse senhor não seria benefico para a sua ilibada reputação.Se voce não sair candidato a senador nesta proxima eleição, com certeza poderá sair na proxima ou ser candidato a prefeito de Curitiba, mas por favor não se misture com esse tipo de gente.

  10. Dom Quixote
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 15:46 hs

    Ótimo. Esta quero ver, na Prefeitura.

    O Doático vai ser sub-chefe da chefia de gabinete do Beto Richa.

    O Mano Maúrício vai ser o Secretário da Educação de Curitiba. A Maristela, vai ser parceira da Fernanda Richa na FAS. O Tabaco vai ser o novo motorista do Beto Richa. O Requião e o Jeime Lerner, coadjuvados pelo Scalco, vão formatar a campanha e o programa de governo do Beto, para governador.

    A Lúcia vai ser chefe de gabinete do futuro prefeito Luciano Ducci.

    O Rafael Greca, vai voltar ao ninho do jaime Lerner e do Cassio Taniguchi. Vão fumar o cachimbo da paz, por determinação do Roberto Requião.

    Vai ser um festança na Prefeitura, com trânsito interrompido em direção ao Palácio Iguaçu.

  11. Jose Carlos
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 16:08 hs

    Certamente Fruet – apesar de ser meio chuchu, insípido e inodoro e jogando sempre para a torcida – pode ser alguém novo na praça, para acabar com os velhotes carcomidos e macilentos, como a dupla Dias, Mello e Silva, entre outros jaburussauros políticos da quinta comarca… pode ser um começo, principalmente se, na dobradinha com outro candidato, possa impedir Mello e Silva de ter uma sobrevida de imunidade parlamentar e foro privilegiado… seria como turbinar a lagarta, em vez de torná-la borboleta….

  12. Dom Quixote
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 21:00 hs

    Afinal quem será o comandante das bases do PSDB, o Miqueli ou o Doático.

    Caso somem, PMDB e PSDB, o Feltrin vai ter um chilique, vai entortar os neurônios, entra em choque psíquico, fundem-lhe a cuca, ferve-lhe o sangue, fica pirado, e seguramente ele vai se matar.

    Essa será demais para o feltrin, será o seu fim-trin.

  13. Dom Quixote
    quarta-feira, 6 de maio de 2009 – 21:18 hs

    Leilão ?

    O PMDB, segundo o Pessuti, estava já fechando com o PT.
    Afinal, o PMDB está em processo de leilão ?
    Quem dá mais ?

    Antigamernte, quando o PMDB se dizia ser sério, os Requiões e os Romanelis, falavam que qualquer acodo com partidos políticos, teria que ser em cima de
    de uma proposta, de um programa de governo que contemplasse o povo, os mais desvalidos

    Priorizavam o povo.

    Agora priorizam a sí próprios, os mais validos, sob o comando dos Requiões e dos Romanellis.

    É, não se fazem mais líderes como antigamente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*