Minc vem ao Paraná, terra de "políticos predadores da natureza", segundo Requião | Fábio Campana

Minc vem ao Paraná, terra de “políticos predadores da natureza”, segundo Requião

minc-210px

O Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, estará no Paraná na próxima quinta-feira para acompanhar o trabalho de fiscalização da Operação Angustifolia, que está sendo feita em 145 locais onde há suspeita de prática de crime ambiental no interior do estado.

O secretário de Segurança, Luiz Fernando Delazari, já reservou lugar, ao lado do ministro, para dar entrevistas sobre a fiscalização na região de União da Vitória. Talvez, algum repórter da agência do governo tente “arrancar” de Minc algum comentário que confirme as críticas feitas por Requião contra o senador Osmar Dias, o deputado Abelardo Lupion e o Ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, há algumas semanas. Chamou a todos de “predadores da natureza”.

Se Minc concordar, Requião, sem dúvida, vai deitar e rolar.


11 comentários

  1. Carlos-Curitiba
    terça-feira, 26 de maio de 2009 – 16:22 hs

    Pois infelizmente parece que é verdade!
    O Rio Grande ja teve 4 presidentes da republica e o Parana nenhum. São Paulo, Minas e o Rio então, cada um deles ja tiveram varios presidentes!

    Mas falar da forma como falou é uma ofensa ao Parana!
    Cabe ao Parana ter mais projeção no cenário da política nacional

    Quanto ao Carlos Minc vir ao Paraná, haja saco!

  2. Ex-pectador
    terça-feira, 26 de maio de 2009 – 16:22 hs

    Dizem que ele vem é prá ver como funciona a plantação hidropônica, mantida por um organizador de festas rave, descoberta esta semana no Xaxim.

  3. CLOVIS PENA
    terça-feira, 26 de maio de 2009 – 16:59 hs

    Acho que tem ligação com o “Projeto Mamona”.
    Tem também o “Hospital Veterinário” de Guaraqueçaba – excelência em ecologia, com os bichos internados e as pessoas doentes no relento.
    “Coisa de loco, sô “

  4. Nail Alkarar
    terça-feira, 26 de maio de 2009 – 17:19 hs

    Fala sério, este “Minco”, dizem pita um cigarinho do capeta, para se alegrar de vez em quando?

  5. BASEADO EM FATO!
    terça-feira, 26 de maio de 2009 – 17:25 hs

    Blz! é amanha a MARCHA…

  6. CADEIA
    terça-feira, 26 de maio de 2009 – 17:40 hs

    É o fim dos tempos mesmo, o cara MINISTRO vai em passeata a favor da maconha. O secretário tinha que prender esse vigarista. Onde é que já se viu? VERGONHA!

  7. Luciano
    terça-feira, 26 de maio de 2009 – 22:24 hs

    Carlos Minc, que, no dia 18 de maio de 2009, durante discurso no Palácio Guanabara, em São Paulo, afirmou o seguinte:

    “Tem alguns momentos em que a Igreja erra feio. Um deles é a questão da camisinha. Se a gente fosse atrás da Igreja, quantas pessoas não estariam doentes? Outra questão é a da homofobia. Como é que uma religião pode dizer que é fraterna e solidária com todos se pressiona os parlamentares a não aprovarem a lei que criminaliza a homofobia?”;

    e ainda completou:

    “Quem se opõe à aprovação dos projetos que criminalizam a homofobia é corresponsável pela multiplicação dos crimes que nada têm de fraternos e solidários”.

    Que a fala do excelentíssimo ministro Carlos Minc tenta mantê-lo em foco, desviando-o dos verdadeiros problemas de sua pasta, quais sejam, em resumo:

    a) Desmatamento recorde. Provavelmente ao término deste texto o tamanho de uma quadra de futebol de árvores foi abaixo, em nome da ilegalidade e da exploração desordenada;

    b) Poluição desmedida de nossos rios e costas. As matas ciliares estão em franco desaparecimento e os rios brasileiros agonizam;

    c) Crescimento desordenado de nossas cidades, com déficit sensível de saneamento básico;

    d) Impunidade nos delitos contra a natureza;

    e) Ausência de políticas de longo prazo para o meio ambiente, tais como implantação da sustentabilidade plena em áreas de preservação ambiental.

    Em suma, como ministro do Meio Ambiente, o excelentíssimo senhor Carlos Minc seria um excelente defensor das causas gays.

    UBE e meu pensamento tb

  8. Chora Coxarada
    quarta-feira, 27 de maio de 2009 – 1:51 hs

    Maconheiro safado!!!

  9. Martelo.
    quarta-feira, 27 de maio de 2009 – 11:19 hs

    Ele pensa mais amplo. Concordo quando diz que igreja pisa na bola com relação ao controle de natalidade, uso de camisinha e afins. Nós os seres humanos somos uma praga autodestrutiva, e a igreja tem papel fundamental no crescimento descontrolado da humanidade. Maconha tem que mais que liberar mesmo, plante e consuma sua produção. Vão tratar de coisas sérias como o crack e outras drogas piores.

    Pior é o babaca cachaceiro que chama o outro de maconheiro.

  10. PLUGADO NOS FATOS
    quarta-feira, 27 de maio de 2009 – 11:40 hs

    culpa do desmiolado presidente lula. que coleciona essas figuras exòticas esse aì e o merda qu fala como americano, veio aqui no pr feder nas cooperativas que estao dando certo. quecambada de vagabundos todos safados apadrinhados pelo merda mor lula, haja bìlis p/ engolir tanta hipocrisia federal..

  11. LEAD
    quarta-feira, 27 de maio de 2009 – 14:44 hs

    Tudo combinado. O Lula coloca esses tipos aí no meio ambiente para facilitar a vida daqueles outros tipos (Roberto Rodrigues Roudup e Stephanes Milho Bt) ambos glifosatados e preparados para detonar com o meio ambiente para sobrar mais área livre para se despejar pesticidas e plantar transgênicos e cana de fazer fumaça.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*