Passeata pela paz e contra a impunidade de Ribas Carli | Fábio Campana

Passeata pela paz e contra a impunidade
de Ribas Carli

passeata-yared1

0149

passeata-4

Fotos de Lineu Cesar Araujo

Mais de duas mil pessoas participaram de passeata, hoje, pela manhã, em favor da paz e contra a impunidade do deputado Fernando Ribas Carli, responsável pelo acidente que causou a morte de dois jovens, Gilmar Yared e Carlos Murilo de Almeida, na madrugada do dia 7 de maio. Organizada pelos familiares de Yared, a caminhada partiu do cruzamento das ruas Monsenhor Ivo Zanlorenzi e Paulo Gorski, local da tragédia, e se deslocou até o Parque Barigüi. Acompanhados de um carro de som, os integrantes da passeata usavam branco e cantavam, pediam justiça e paz.


45 comentários

  1. chato da água verde
    domingo, 24 de maio de 2009 – 13:11 hs

    “Quando o Guilherme desapareceu perto de casa, eu não quis ouvir a Dna. Arlete – olhei para o quarto, o meu filho estava dormindo, seguro e sonhando com o futuro…

    Quanto o casal desapareceu no Embu, eu não quis ouvir o pai da Liana – o meu filho voltou para casa, e disse que não tinha visto nenhum “menor champinha”

    Quando a menina Rachel apareceu na mala, quando o casal foi atacado no Morro do Boi – não quis ouvir os clamores de falta de segurança – o .meu filho estava comigo…

    Quando a caminhonetona dirigida pelo sobrinho do Senador esmagou o carrinho das meninas no cruzamento, eu não liguei para as manipulações dos poderosos e a brandura das punições – o meu filho sempre volta dos passeios…

    Hoje o meu filho não voltou… quem vai me ouvir?! ”

  2. Dom Quixote
    domingo, 24 de maio de 2009 – 14:58 hs

    Aí está a resposta da sociedade para as manobras dos poderosos, donos do Estado, que pensam que tudo podem fazer.
    O Estado está no chão, desmoralizado e completamente desacreditado.
    É sinal dos novos tempos.

  3. SYLVIO SEBASTIANI
    domingo, 24 de maio de 2009 – 16:16 hs

    O importante dessa passeata, das reuniões , do congraçamento, desta mesma congregação é a luta contra a “impunidade”, que desestimula a familia, esta que mais sofre pelos acontecimentos, quando ainda o homem público que tem mais responsabilidade, pois ainda recebem por isso, são os primeiros à prática da improbidade. Temos sim, que unir esforços para exterminar por completo, através dos nossos direitos, principalmente pelo voto popular e secreto, mudar este estado de coisas, que desestimula a nossa sociedade. Tenho feito a minha parte, denunciandoos erros praticados pelos maus políticos. Este fato ocorrido neste momento, sem manifestação popular, com certeza, irá para uma vala comum, para o esquecimento!

  4. Cândido
    domingo, 24 de maio de 2009 – 17:44 hs

    Rafa! Os céus te receberam de braços abertos!!
    Esse mundo não era merecedor do Rafael!
    Antes do fatídico ele nos deixou uma linda mensagem!
    Esse anjo, sim anjo, que pensava assim, viveu dessa forma, e por ser um ser muito bom Deus percebeu que “esse mundo” cheio de falsos moralistas, pessoas tomadas de sentimentos de vingança, não merecia ter o Rafael aqui então levou-o pro céu, lá sim é o seu lugar!
    Colo aqui um trecho de um texto lindo que ele escreveu e demonstra claramente que esse mundo não o merecia!!
    “Sem falsas apologias, acho q quem faz o mal, merece sim ser punido! Mas isso nao dá o direito de apontar o seu dedo mega santo/heroico na cara de quem cometeu esse mal… até mesmo pq esse mundo dá voltas! E dá voltas, SIM!”
    http://www.fotolog.com.br/flogdorafael/37135704

  5. Carlos-Curitiba
    domingo, 24 de maio de 2009 – 17:56 hs

    Parabens!

    Nao pude ir, mas gostaria de participar da proxima. Sugiro que seja na Boca Maldita!

    Continuem firme na luta!
    So assim um dia acabaremos com a impunidade!

  6. RELATÓRIO FINAL
    domingo, 24 de maio de 2009 – 19:26 hs

    Deveria ser sempre assim. PARABÉNS ÀS FAMÍLIAS. Chega de impunidade e espero que esses que eu chamo de defensores de assassinos do volante parem de defender essa figura que é desperdiçador do dinheiro público. Pense que enquanto você quase chora ao desenbolsar 300 reais para uma compra no super mercado para passar as vezes uma ou duas semanas, o playboy gastou quase mil reais somente numa noite de prazer para satisfazer suas alucinações e sempre nos melhores restaurantes com o cardápio mais caro e vinhos com acompanhamento de índice da wine s. t.
    A única conclusão que eu cheguei até aqui em relação aos que defendem a atitude desse piloto, é que o ser humano chega ao cúmulo de abandonar seus princípios éticos, de caráter e honestidade em prol de um favor, uma má companhia ou ainda um cargo temporário para comparecer na Assembléia de vez em quando e pensar daqui a 4 anos para não perder a boquinha.

  7. Paula
    domingo, 24 de maio de 2009 – 20:48 hs

    Ainda bem que dentre uma população de aproximadamente 1.800.000 pessoas só 2.000 sejam dadas a pré-julgamentos e condenações antecipadas!

  8. Paula
    domingo, 24 de maio de 2009 – 20:52 hs

    É, Curitiba realmente é uma cidade civilizada!!

  9. Alessandra
    domingo, 24 de maio de 2009 – 21:36 hs

    Foi um momento lindo, como a Cristiane falou, um movimento pela VIDA. Vamos nos unir para modificar as leis e a impunidade do nosso país!

  10. Préjulgamento?
    domingo, 24 de maio de 2009 – 22:14 hs

    Não há pre julgamento algum. O deputado estava embriagado e em alta velocidade e matou dois. Ponto. Agora tem que ser punido. Se as pessoas confiassem na Justiça ou na Assembléia, não precisaria passeata nem adesivos, mas não confiam, com razão, assim, tem que pressionar. Isso é cidadania, dona Paula, que provavelmente ficou em casa vendo a corrida e nem lembra em quem votou na última eleição. Espero que seu filho nunca ande de carro por aí….

  11. Suzana
    domingo, 24 de maio de 2009 – 22:40 hs

    Em resposta á Paula:
    PaulaDomingo, 24 de Maio de 2009 – 20:48 hs
    Ainda bem que dentre uma população de aproximadamente 1.800.000 pessoas só 2.000 sejam dadas a pré-julgamentos e condenações antecipadas!

    PaulaDomingo, 24 de Maio de 2009 – 20:52 hs
    É, Curitiba realmente é uma cidade civilizada!!

    Paula, vc conhece a história do beija-flor? Pois é amiga, se cada um fazer a sua parte teremos um mundo melhor, vc fica feliz por não ter ido a população em massa nessa passeata, pq vc não deve conhecer a dor da perda de alguém, não vejo como pré julgamento, como vc diz!, queremos justiça, não conheço ninguém das famílias envolvidas,mas sei que o sofrimento é grande, precisamos sim, mudar as leis para que pessoas não saiam por ai bebados, tirando a vida de inocentes, e serem previligiados, por ser político, ser rico, e coisas do gênero, somos todos iguais, perante á Deus, e lutamos para sermos todos iguais perante á justiça dos homens, dirigir alcoolizado é crime, não é julgamento é lei. E realmente vc esta certa, Curitiba é uma cidade civilizada, os pais estão correndo atrás de justiça, dentro da lei, eles não foram ao hospital, ou a casa do pai do deputado, para apedredejar , entendo todo esse clamor público , para uma Curitiba melhor, um Brasil melhor, um mundo melhor, coloque sua conciência para funcionar, gostaria que fosse com um filho seu? Um irmão??, uma amigo?? fique em paz minha amiga, e reze para que á justiça seja feita, e que Deus de paz ao coração desses pais, e á nós tbém.

  12. domingo, 24 de maio de 2009 – 23:08 hs

    Tem que usar todas as armas contra a burguesia política do PR, do Brasil e do Mundo. IMPUNIDADE É VERGONHA NACIONAL e INTERNACIONAL.

  13. Eu
    domingo, 24 de maio de 2009 – 23:13 hs

    Pena que a Ana Maria Braga não pode ir.

  14. ABAFA O CASO
    domingo, 24 de maio de 2009 – 23:39 hs

    Querida Paula…. Nós, presentes na passeata não condenamos ninguém, mas pedimos que justiça seja feita em TODOS os casos de impunidade no nosso país. Que os bêbados de plantão (deputado ou não), sejam impedidos de pegar sua máquina e sair por aí tirando a vida de pessoas inocentes. Ao contrário de você, acho uma pena que apenas 2 mil pessoas exerçam o direito à cidadania, à liberdade de expressão e se dirijam às ruas para protestar contra TODOS os irresposáveis que circulam pelas ruas da nossa cidade.

  15. De olho
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 0:48 hs

    Força as estas familias que sofrem do abuso deste poder que controla a cidade de Guarapuava……em um dos comentários estes dias atrás, nos fez ir buscar mais informações aobre a formação do Deputado……ele está matriculado na faculdade do pai, mas segundo os alunos nunca compareceu e já está quase terminando sem nunca ter ido as aulas…pode uma coisa destas..????

  16. Outonno
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 3:23 hs

    Alguém defendeu o Carli?
    Até agora ñ vi nem mesmo membros da família defendê-lo… vejo pessoas expondo opiniões contrárias a determinadas atitudes, e também não ouvi falar que o deputado será impedido de continuar deputado muito menos de que não irá pagar pelo crime que cometeu… que estranho, as pessoas não esperam os acontecimentos…

  17. Tchê
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 7:53 hs

    Parabéns pela manifestação.
    Falam tanto na defesa do Deputado, pra que ? só vai diminir a condenação em dois / tres anos, foram 2 assassinatos .
    190Km/kh É CRIME !

  18. OBSERVADOR
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 8:13 hs

    RESPOSTA À SRA. PAULA – E AOS DEMAIS “DEFENSORES DE PLANTÃO” DO DEPUTADINHO PLAYBOYZINHO : SE VOCES SE ACHAM TÃO NA RAZÃO, PORQUE NÃO ORGANIZAM TAMBÉM UMA PASSEATA DE DESAGRAVO (SABE O QUE É ISSO ? SIGNIFICA UMA MANIFESTAÇÃO PÚBLICA DE APOIO) A FAVOR DA IMPUNIDADE DO FILHINHO-DE-PAPAI LÁ EM FRENTE AO HOSPITAL EM SÃO PAULO ? ISSO MESMO… ESTÃO ACHANDO RUIM QUE O POVO ESTEJA TENDO ATITUDE, ESTEJA COBRANDO JUSTIÇA, ESTEJA SE MANIFESTANDO ? POIS FAÇAM O MESMO SE TIVEREM CORAGEM… VÃO LÁ EM SÃO PAULO, ORGANIZEM PASSEATAS EM FRENTE AO HOSPITAL ALBERT ENSTEIN… OU EM CURITIBA EM FRENTE AO HOSPITAL EVANGÉLICO… FAÇAM TAMBÉM ADESIVOS COM DIZERES MAIS OU MENOS ASSIM :”NÓS AMAMOS PLAYBOYZINHOS CRIMINOSOS ! IMPUNIDADE JÁ !”
    QUEM, EM SÃ CONSCIÊNCIA, TERIA CORAGEM PARA TAL ? VOCE TERIA, DONA PAULA ? NÃO… É CLARO QUE NÃO. VOCES “DEFENSORES” SÃO UNS PARASITAS DOS PODEROSOS… SÃO O QUE HÁ DE MAIS ABOMINÁVEL, COMO DISSE ALGUÉM EM COMENTÁRIO ACIMA, SÃO AQUELES QUE VENDEM SUA CONSCIÊNCIA EM TROCA DE UM FAVORZINHO, DE UMA BOQUINHA…
    SABE PORQUE VOCES NÃO FAZEM NENHUMA MANIFESTAÇÃO PÚBLICA E ORGANIZADA DE APOIO AO DEPUTADINHO ? PORQUE VOCES NÃO TEM MORAL PARA ISSO. PORQUE NO FUNDO VOCES MESMOS SABEM QUE CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS… MAS NÃO QUEREM PERDER A BOQUINHA, NÃO É ISSO ? AO INVÉS DE APLAUDIR, COMO EU APLAUDO, OS QUE SE MOSTRAM DE CARA LIMPA E CLAMAM POR JUSTIÇA, VOCES SE ESCONDEM.. NÃO MOSTRAM O ROSTO… NÃO OLHAM NOS OLHOS… ALIÁS, ASSIM COMO O PAPAI-PREFEITO TAMBÉM NÃO O FAZ, JÁ QUE DESDE O ACIDENTE ATÉ HOJE NÃO DEU O AR DE SUA GRAÇA PORQUE NÃO TEM CORAGEM TAMBÉM DE OLHAR NOS OLHOS DOS CIDADÃOS… PORQUE NÃO TEM ARGUMENTOS… PORQUE SABE QUE DESTA VEZ SÃO DERROTADOS !

  19. Carlão
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 8:16 hs

    para PAULA :( leia mais os jornais)

    Cassação tem o apoio de 90% em Curitiba.
    Carli Filho corre o risco de ser expulso de seu partido.
    NINGUEM QUER ESTE BEBADO TRALHA !

  20. À Paula Hipócrita
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 8:23 hs

    Esta Srta.Paula deve pertencer a Elite Curitibana, termo utilizado nesta cidade. A Elite Curitibana deve ser esta gente que não sabe o que é trabalhar, lutar, pleitear seus direitos, pois é gente que pertence a políticos, empresários desonestos, ou seja, gente que é filha(o) de papai e por aí vai…

  21. Raj Ada
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 9:08 hs

    É ISSO AÍ, A SOCIEDADE ESTÁ UNIDA CONTRA A PREPOTÊNCIA E A IMPUNIDADE! GUARAPUAVA DEVIA SE UNIR TAMBÉM A ESTA LUTA E TRAVAR A SUA PRÓPRIA. SERVIDORES HUMILHADOS PELA FAMÍLIA CARLI, SEM REAJUSTE DE SALÁRIOS HÁ ANOS, DEVIAM SE UNIFICAR DIANTE DA CAUSA. PROFESSORES REBAIXADOS MORALMENTE RESULTA EM ENSINO PÚBLICO DE PÉSSIMA QUALIDADESEQUER FORMA CIDADÃOS, MAS RESULTA NA DESISTÊNCIA A NA PROLIFERAÇÃO DOS MARGINAIS, QUE SEGUIDOS DE “BELOS EXEMPLOS” COMO O DO DEPUTADO MATARÃO MAIS INOCENTES PELAS RUAS DO NOSSO BRASIL!

  22. segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 9:22 hs

    se acontesse uma passeata para reivindicar algo, é sinal que nem todas as coisas estão de acordo como deveriam ser,´´e de direito passeata para pedir aumento salarial,é de direito passeata para pedir mais segurança,é de direito passeata pedindo á paz,é tambem de direito passeata pedindo justiça, estão só pedindo justiça, nimguem está julgando e nem condenando, pois o papel de fazer isso cumprir as leis, são as instituições que existem para esse fim.

  23. Augusto
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 9:33 hs

    Paula … entre 1.800.000, essas sabem do seus direitos não é igual você que não sabe o que quer da vida , e talvez fique sugando seua pais. Deus me ouça que você ou sua familia não perca alguem do geito que essas mães perderam seus filhos. Com certeza essas pessoas (eu tambem) que estava na passeada lutam pelos seus direitos tambem. Agora você não,ponha sua cara no traveseiro e fique esperando o tempo passar, quando faltar um pedaço de mão para comer vê se o deputado vai de trazer. Não esqueça galera sabado estaremos no boca maldida novamente 10:00. Paula apareça lá.

  24. CF
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 10:20 hs

    A CONSTITUIÇÃO FEDERAL PERMITE O DIREITO A AMPLA DEFESA SE VOCES NAO SABEM.

    DEIXEM DE LADO O LINCHAMENTO MORAL E LARGUEM O CASO NA MAO DA JUSTIÇA.

  25. SYLVIO SEBASTIANI
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 10:21 hs

    UMA NOTICIA: Solicitei para lerem o jornal Impacto desta semana, com o artigo “O Poder Legislativo em Crise”,no qual acuso deputados de terem no ano de 2003, recebidos R$400 mil em multas dos 196 veiculos da Assembléia Legislativa, não divulgaram quem foram os infratores, quais as infrações cometidas e quem pagou as multas! Ali começou a “impunidade” dos deputados.O então Presidente da Assembléia, deputado Hermas Brandão ainda declarou:”A multa tem que ser punitiva e não arrecadatória” e mais:”O que está acontecendo em Curitiba é uma arbitrariedade”( Tem que ser arrecadatória sim, pois vai doer no bolso do infrator).Fazendo defesa dos deputados infratores. Agora, no jornal A Gazeta do Povo de hoje vêm a noticia: que deputados do Conselho de Ética, que vão julgar o caso Carli, são infratores e inclusive o Presidente da Assembléia, deputado Nelson Justus, tem 41 pontos.Eles recorrem e o recurso demora, assim podem ficar dirigindo seus veiculos.Outros motoristas e até profissionais, os recursos são rápidos e perdem logo a Carteira.Tudo isso precisa acabar, pois tornam os deputados, seus familiares e seus amigos, protegidos, com isso está a ” IMPUNIDADE”. Vamos aguardar o resultado que os deputados vão “arrumar” para o caso Carli!

  26. SOLUÇÃO FINAL
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 10:22 hs

    E tem gente tentando defender a impunidade e o Deputado …bem todos tem direito a defesa mas Srs. Paula não me venha com xurumelas!!!!

  27. July
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 10:28 hs

    Outonno: Profunda sua reflexão… Vc falou, falou, falou e não disse nada…

  28. segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 10:30 hs

    Paula( seu apelido deve ser patricinha) Vou te fazer um convite apareça sabado na bolca maldida para expor suas ideias,(isso se tiver ideias), como você gosta de creticar as familias, vá expor sua solariedade ao deputado, não se acovarde perante a sociedade reenvidique sua opinião não se ometa, não se esconda atrás da saia da mãe ou da cueca do pai, saia a luta. Como você não deve ter dinheiro para o ônibus, ou vale transporte ou seu pai não lhe empresta o carro, deixe seu endereço ou telefone e lhe mandarei um taxi ou alguem te buscar, mas não deixe de comparecer. Na volta tu pede carona com algum puxa saco do deputado. Não se acovarde

  29. Gilberto
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 10:46 hs

    Paula. Se um dia você for vítima de um bêbado e ninguém lutar por você, não estranhe. É pq vc não fez diferença na vida de ninguém.

    É por isso que os pais dele lutam por justiça. Ele tinha o seu valor. Vc pelo jeito não vale o que come.

    Sugiro que vc repense suas atitudes e faça a diferença para o bem!

  30. RAFAEL
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 10:47 hs

    COITADINHA DESTA PAULA,RSSS
    DEVE SOFRER DE ALGUM PROBLEMINHA MENTAL……

  31. Beto
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 10:54 hs

    Até quando cidadão será violado neste País?

    Rizzatto Nunes
    De São Paulo

    Os irmãos João e Maria viviam com sua mãe e estavam desempregados, com dificuldade de pagar o aluguel da casa em que moravam. Mas, de repente tudo mudou. Ele, professor de educação física, conseguiu emprego numa academia como personal trainer e ela numa loja. Foi bem no mês anterior ao dia das mães. Agradecendo aos céus, compraram um bonito presente para ela e no domingo do dia das mães levaram-na para almoçar fora, o que não conseguiam fazer já há alguns anos.

    Comeram num bom restaurante italiano. O prato foi talharini ao pesto e como bebidas água e suco. Quando voltavam para casa foram parados numa blitz policial, como se bandidos fossem. João que dirigia o veículo foi retirado do carro e seguiu-se o seguinte diálogo entre ele e o policial que o abordou.

    – O senhor tem de fazer o teste do bafômetro.
    – Por quê? – perguntou ele, surpreso.
    – Porque sim.
    – Mas eu estava almoçando com minha mãe. Está vendo ali? Aquela é minha mãe…
    – Venha, o senhor tem de fazer o teste.
    – Acho que o senhor não está entendendo. Eu não bebi nada. Só suco de laranja. Aliás, eu não tomo bebida alcoólica. Sou professor de educação física e atleta. Eu não bebo.
    – Isso não interessa.
    – Como não interessa? Olhe para mim. Parece que bebi? Vai. Veja. Aposto que o senhor não consegue ficar tanto tempo em pé numa perna só como eu. Quer apostar?
    – Pare. O senhor está desacatando autoridade.
    – Como? Que absurdo. É o senhor que quer que eu assopre esse negócio, mas eu nem bebi.
    – Se o senhor não fizer o teste vai ser preso.
    – Preso? Preso por quê? Qual crime eu estou cometendo?

    Muito bem. Como João era um homem de princípios não cedeu e acabou preso.

    Vendo a prisão do filho, sua mãe desmaiou e teve de ser levada às pressas para o hospital. Maria colocou a mãe no banco de trás. Ela balbuciava alguma coisa. Maria dirigiu às pressas para um Pronto Socorro. Quando parou numa esquina, mais ou menos três quarteirões à frente da batida policial, dois jovens de aproximaram apontando uma arma e exigindo que ela entregasse a bolsa e a chave do carro. Ela, então, em prantos mostrou a mãe passando mal no banco de trás. Os bandidos viram a cena e resolveram levar apenas o dinheiro que Maria portava.

    Pergunto: onde estava a polícia nessa hora?

    Você já sabe: parando cidadãos de bem que, depois de uma semana de trabalho para pagar impostos, saíram para almoçar com suas mães e talvez tenham bebido uma cervejinha ou não.

    A mãe acabou sendo medicada e, após pagar fiança, o irmão foi solto.

    Na semana seguinte, o prédio em que viviam foi invadido por dez homens bem armados que fizeram um “arrastão” no prédio e lá ficaram por duas horas roubando tudo dos apartamentos.

    Pergunto a você: onde estava a polícia?

    Provavelmente, obrigando idosos com setenta anos o colocarem suas bocas em algum aparelho medidor. Idosos, que depois de cumprirem suas obrigações como pessoas de bem anos a fio neste país, que atravessou uma terrível ditadura e que finalmente havia chegado à democracia, após terem saído para jantar com amigos como sempre fizerem por muitos anos sem causar nenhum dano a quem quer que seja, eram violados sem qualquer suspeita ou dado objetivo, como se bandidos fossem.

    Tudo isso seria irônico se na fosse trágico e realmente possível de acontecer. Deixo a ironia para os bandidos que, no dia das mães, ficariam com dó daquela mãe doente no banco de trás do carro. É sempre bom lembrar que até bandido tem mãe. Mas, o respeito a elas não é oferecido por todos, como se pôde constatar no último dia das mães na cidade de São Paulo.

    Mais uma vez, sou obrigado a voltar ao assunto da Lei Seca, que, como os dados objetivos e estatísticos mostram servem apenas para violar e constranger pessoas de bem. Os bêbados, ora os bêbados, esses continuam a fazer estragos em todos os cantos da cidade e do país.

    Falemos sério. No último feriado de Páscoa, nas estradas federais foram registrados 1.873 acidente e contados 1.144 feridos. Os acidentes mataram 85 pessoas, 13% a mais que o registrado no ano passado, quando morreram 75, mas ainda não estava em vigor a Lei Seca.

    É de se perguntar novamente: onde estava a polícia?

    Resposta: fazendo blitz. O polícia parou 30 mil veículos. Vejam o tamanho da operação. Quantos policiais que poderiam estar cuidando das estradas para delas tirar aqueles que realmente põem em risco os demais. Nesses 30 mil testes prenderam 370 pessoas. O percentual de aproveitamento foi, portanto, de apenas 1,23%. Pífio. E pior, muito pior. Retirou das estradas as pessoas erradas, pois, como os números mostraram, houve acréscimo de mortes de um ano para o outro, sendo que no anterior não havia Lei Seca.

    Evidentemente, ninguém pode ser contra leis que punam motoristas infratores, bêbados ou não. A questão não é essa. Mas sim a da aplicação dessa nova lei, que em si viola garantias constitucionais e ainda por cima está sendo mal aplicada. As violações e os abusos mostrei aqui nesta coluna em 07-07-2008. Vários juristas também já se pronunciaram nesse sentido. Cito por todos os Professores Damásio de Jesus e Luiz Flávio Gomes.

    E apenas para lembrar alguns dos aspectos abusivos, cito Antonio Magalhães Gomes Filho: “o direito à não incriminação constitui uma barreira intransponível ao direito à prova de acusação; sua denegação, sob qualquer disfarce, representará um indesejável retorno às formas mais abomináveis da repressão”.

    Este trecho do artigo citado, foi referido na excelente decisão do Desembargador Marcio Franklin Nogueira, cuidando da questão* e da qual transcrevo outros dois trechos:

    “Ora, não se pode punir alguém, ainda que administrativamente, e nem tampouco conduzi-lo coativamente à repartição policial pelo simples fato de exercitar direito que lhe é assegurado pelo ordenamento jurídico pátrio. Qualquer lei, por melhor que seja, não pode afrontar aqueles direitos assegurados na Carta Constitucional.”

    “0 que se tem visto é a abordagem, por policiais, de motoristas sem que haja qualquer suspeita, qualquer indicio, de que estejam embriagados, sendo eles coagidos a fazer o teste de alcoolemia, através do ‘bafômetro’. Via de regra, essas abordagem são feitas nas proximidades de bares ou restaurantes”.

    Infelizmente, o Estado não está cumprindo sua função de oferecer segurança pública à população. Na cidade de São Paulo, por exemplo, os assaltos à mão armada praticados contra motoristas nas esquinas, os sequestros e os sequestros-relâmpagos, os roubos de residências e o incrível número de assaltos feitos por bandos em prédios residenciais já se tornaram rotina.

    E, nem no dias das mães, se pode andar pelas ruas sem ser indevidamente abordado!

    Em plena e suposta democracia é triste ver a população brasileira sofrer calada diante dos desmandos praticados no país, no qual se inclui o abuso de autoridade e a falta de segurança pública. Com a agravante de que os policiais, que deviam cuidar da população, de socorrê-la, salvaguarda-la de perigos são estimulados a violá-la.

    Pergunto: este país, que tem no art. 1º da Constituição Federal, a garantia de que estamos num Estado Democrático de Direito, ficará de ponta cabeça, com cidadãos de bem sendo violados, até quando?

    * HC 801049.5/1, Tribunal de Justiça de São Paulo.

  32. Beto
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 11:06 hs

    Em tempo……

    Rizzatto Nunes é mestre e doutor em Filosofia do Direito e livre-docente em Direito do Consumidor pela PUC/SP. É desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo. Autor de diversos livros, lançou recentemente “Superdicas para comprar bem e defender seus direitos de consumidor” (Editora Saraiva) e o romance “O abismo” (Editora da Praça)..

  33. Julio
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 11:08 hs

    Sra Paula deve ser assessora dos Carli ou até mesmo do sr deputado Plauto Miro, lembro da epoca da Copel, onde a privatização so não aconteceu porque um bando de desordeiros impediu quando invadiram a Assembleia.( Santos desordeiros que impediram a venda da copel), não conheco pessoalmente a familia dos meninos, mas estou cansado, como muitas pessoas, de como esta o andamento das coisas aqui no Parana. E pro trem funcionar aqui no Estado teremos que juntar forças e lutar contra quem o povo elege pra melhoria de nosso estado….. Precionar os Politicos, nao so deputados mas vamos cobrar dos presidentes de associações de bairro que são ligados a politicos, vereadores, secretarios e assessores, Prefeitos, Deputados, Senadores, Governadores, etc….. O presidente deixa pra la que o negocio dele é viajar de aviao e fazer social…… PAZ

  34. Teodoro
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 11:09 hs

    O apoio as famílias dos dois jovens assasinados pelo deputadozinho playboi e de apelido de “cafoninha”, é maior do que se pensa, hoje Curitiba e sua população clama por Justiça neste caso de irresponsabilidade e desobediência as Leis (carteira cassada), praticadas por um grande “parasita” transvestido de parlamentar.

  35. Paula
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 11:18 hs

    Não endendo pq não aceitam meus comentários.. Será que todos nós não temos o direito de dar a nossa opinião quanto ao caso? Se não tivermos, para que adianta ter um blog? Vejo que muitos são aceitos, e fico indignada em ter mandado uns 3 comentários neste fim de semana e nenhum deles ter sido aceito…

  36. segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 11:33 hs

    Carlos está convidado, sábado. Não só você mas todas as pessoas de bem, todas as ongs que lutam por algum motivo, negro, branco, enfim todas as raças e religiões unidas ,pois só o povo unido tera seu direito. Lutem hoje para amanhã não se arrenpender de não ter lutado. Mas vale talvez um heroi derrotado , do que a vergonha de não ter lutado. Curitiba mostre sua força, quem derrubou um presidente também tem poder para cassar um deputado. até sábados colegas e a luta continua

  37. Sincero
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 11:42 hs

    Essa Paula deve ser igual as inúmeras “universitárias” que fazem “estágio” na prefeitura de Guarapuava e sonhavam em casar/dar o golpe do baú no ilustre…

  38. Julio
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 12:02 hs

    Obs: Nada contra nenhum partido, ong, sindicato ou coisa tal….. mas depois que o Lula/Requiao assumiu, pelo menos aqui no Paraná acabaram aqueles movimentos de ESTUDANTES, Cut, PT, PCdoB, Força SIndical, pra piorar agora os movimentos são na frente do Palacio Iguacu com consentimento dos politicos….
    PERGUNTA: PORQUE PARARAM OS MOVIMENTOS DESSA GENTE…. SERA QUE QUEM MOVIMENTAVA ESSA GENTE ESTA NO PODER HOJE?

  39. Marcos WS
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 12:33 hs

    Parabéns a todos que foram e planejaram a passeata, infelizmente mudaremos muitos poucos pensamentos, pois o instinto de crueldade e criminalidade está imposta na sociedade de uma forma severa, que não é corrupto vira, mesmo que não queira.

    Quantos motoristas diariamente dirigem alcoolizados nesta cidade, com verdadeiras armas engatilhadas apontando para você. Vivemos em alerta 24 horas, pois não conseguimos viver em paz, passando alguns dias todo o caso será esquecido pelos meios de comunicação e a sociedade por mais que queira falar não conseguira ser ouvida…

    Elegemos políticos pelas mentiras que zunem em nossos ouvidos não vejo verdade neste mundo.

  40. Robson
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 12:38 hs

    Fábio, porque vc não autorizou a mensagem do blog do Rafael que postei aqui?!?! A mensagem era do próprio blog dele, não tinha nada além do que ele não tenha escrito, nenhuma msg com conteúdo ofensivo.
    Me desculpa, mas seu blog está me parecendo um tanto quanto tendencioso!!

  41. Astrinha
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 12:41 hs

    Paula: Qto a familia te paga????

  42. Teodoro
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 15:07 hs

    Paula gasolina ou Paula pirigueti, reveja seus conceitos e valores?
    Ainda há tempo de salvação!

  43. JONAS DO PORTAO
    segunda-feira, 25 de maio de 2009 – 16:30 hs

    Paula comparo você como como uma ameba alias uma ameba tem sua importancia como organismo, ja você, andei pensando. A ignorância dócil é desculpável, a presumida e refractária é desprezível e intolerável.

  44. RELATÓRIO FINAL
    terça-feira, 26 de maio de 2009 – 0:10 hs

    Paula. que comentário mais infeliz o seu. Nunca vi tanta burrice estampada por trás de um nome. é isso mesmo atrás, pois tenho certeza que você defende por ter um dia-a-dia totalmente desregrado.

  45. Mari
    quinta-feira, 28 de maio de 2009 – 18:40 hs

    Este movimento não deve se limitar somente à cidade de Curitiba e sim em todo o território nacional, haja vista que a impunidade aflora a solta em todas as partes. Façamos sim um movimento nacional, afinal de contas somo nós os patrões. É o nosso dinheiro que paga todas as despesas deles, que digasse de passagem não são poucas. É o nosso dinheiro que eles ostentam em viagens, carros, casas, roupas e estilos de vida que grande parte da população brasileira não tem acesso!!!!!
    Somos nós, os que acordamos cedo, faça chuva, sol ou frio. Somos nós o que vamos trabalhar mesmo doentes, que ficamos no trânsito tanto em carros como em ônibus lotados para irmos ao trabalho, 5 ou mais vezes por semana. Para que no final do mês recebamos salários nos quais o governo nos quita quasi a metade em cobrança de impostos!!!! Portanto, chega de impunidade e chega de tanta mordomia. ACORDA BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*