Aprovado o bloqueio de telemarketing no Paraná | Fábio Campana

Aprovado o bloqueio de telemarketing no Paraná

Os deputados aprovaram hoje, em segunda discussão, o projeto de lei que cria o cadastro para bloqueio do recebimento de ligações de telemarketing. O projeto de lei, apresentado em conjunto pelos deputados Marcelo Rangel (PPS), Jonas Guimarães (PMDB) e Ademar Traiano (PSDB), recebeu duas emendas e a matéria ainda será votada em mais dois turnos de discussão.

No cadastro, deverá contar as seguintes informações: nome; número do RG; CPF; endereço; CEP; telefone a ser cadastrado e e-mail. Os usuários poderão cadastrar apenas linhas telefônicas registradas em seu nome, respeitando o limite máximo de três números. Mas também poderão pedir o desligamento do cadastro a qualquer momento.

O primeiro Estado a implantar foi o de São Paulo, mas aqui devem ser incluídas as pesquisas eleitorais por telefone, que apenas poderão ser feitas com a permissão dos usuários. Ficam de fora, porém, as entidades filantrópicas, que poderão continuar a usar esse instrumento para angariar recursos.


10 comentários

  1. Nhanho
    quarta-feira, 20 de maio de 2009 – 18:37 hs

    Aleluia, copiando SP que copiou a “do not call list” dos EUA. Pena que acabar com o spam é bem mais difícil.

  2. Telemarketing
    quarta-feira, 20 de maio de 2009 – 22:10 hs

    Estes deputados, deveriam responder se querem que as empresas de telemarketing que atuam no parana, tambem deixem de trabalhar? Afinal são apenas 12.000 empregos diretos no Parana so em Curitiba 8.000.

  3. Zé do Coco
    quinta-feira, 21 de maio de 2009 – 7:24 hs

    Espera lá! Pelo que entendi, se eu NÃO quiser receber mensagem de ninguém de lugar nenhum, TENHO DE ME CADASTRAR???
    Dá pra desenhar? Quer dizer que, se alguém invade a minha casa, deita e rola, pinta e borda, eu para reclamar a chegada de uma viatura tenho de provar que existo?
    Dá no mesmo, EU é que vou ter de PROVAR que tenho direito a NÃO SER INVADIDO.
    Isso é pra rir?

  4. roberto alberto
    quinta-feira, 21 de maio de 2009 – 9:38 hs

    os empregos que se danem. vão trabalhar em algo produtivo. e tá certo o zé do coco: eu tenho que me cadastrar. os deputados são uns idiotas mesmo.

  5. Zé do coco queimado
    quinta-feira, 21 de maio de 2009 – 10:08 hs

    Vc é burro hein zé do coco… se vc não quiser mais receber ligações de telemarketing vc vai se cadastrar no procon. apenas isso….não viaja na maionesa não fiote…….vai se informar um pouco cabeça de bagre….

  6. Telemarketing
    quinta-feira, 21 de maio de 2009 – 22:29 hs

    GDF Governo do Distrito Federal, ja anunciou beneficios e a redução de impostos para empresas de call center para beneficiar empregos, e aboliu a lei “do not call”, enquanto isso no lado provinciano do Brasil, o povo paranaense não precisa de emprego….

  7. Marcelo
    quarta-feira, 22 de julho de 2009 – 18:49 hs

    Quero mais que esses trabalhadores de telemarketing percam o emprego, e não me importo em me cadastras, eu não quero é passar o dia atendendo a ligação desses operadores de telemarketing que por sinal são mal preparados cheguei até a receber telemarketing de um serviço que não estava disponivel no meu endereço!!!!

  8. Tatiane
    sexta-feira, 7 de agosto de 2009 – 20:13 hs

    E vou me cadastrar onde? Procurei na internet, nada. Procurei no site do Procon e nada… só se for no site do Procon de São Paulo, aff. É brincadeira…

  9. sidinei
    terça-feira, 1 de setembro de 2009 – 23:43 hs

    que palhaçada os deputados deveriam insentivar as empressas e não fecha-las. esse deputado que teve a capacidade de inventar essa lei no minimo recebeu alguma cobrança por telefone.

  10. Cenira
    quinta-feira, 3 de setembro de 2009 – 19:09 hs

    Vamos parar com a história dos “coitadinhos dos trabalhadores de telemarketing”, que podem vir perder os empregos”; eles podem muito bem serem reaproveitados profissionalmente para abordar o cliente através de comunicação escrita e folders de propaganda sem ter de aporrinhar a paciência dos consumidores que detestam ter de atender ate 3 atendentes da mesma empresa telefonando em horários pra lá de inadequados para empurrar um produto não requisitado e sem interesse comercial algum. Nota 1000 para esta nova lei que extermina sem dó (e isso incomoda muito sim!) o oferecimento de produtos irrelevantes e sem qualquer valor agregado aos olhos do consumidor. A minha liberdade de escolha como consumidora de produtos e serviços começou a ser respeitada a partir do momento que esta lei foi promulgada. Parabéns aos autores da lei!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*