Secretário-adjunto de Segurança de RO é enterrado no Paraná | Fábio Campana

Secretário-adjunto de Segurança de RO é enterrado no Paraná

Folha de São Paulo

O corpo do secretário-adjunto de Segurança do Estado de Rondônia, delegado Cézar Pizzano, 44, -assassinado na madrugada deste sábado (4) em Porto Velho- foi enterrado no início da tarde deste domingo no cemitério municipal de Guarapuava, no Paraná, no jazigo da família dele.


O enterro estava marcado para começar às 11h, mas começou por volta das 12h30, informou o cemitério. Ele foi velado na Câmara Municipal da cidade das 0h às 12h e já havia sido velado também em Rondônia neste sábado (4).

Segundo a administração do cemitério, o prefeito do município de Guarapuava, Fernando Ribas Carli, também acompanhou o enterro de Pizzano.

Crime

O corpo do secretário-adjunto foi encontrado neste sábado (4) por pedestres próximo ao quartel do Corpo de Bombeiros, na Estrada da Penal. Ele tinha uma marca de um tiro no peito. A Polícia Civil diz suspeitar que o crime tenha sido cometido por dois homens.

Dois homens foram presos após terem supostamente confessado ter matado a tiro o secretário-adjunto. Segundo a Secretaria da Segurança Defesa e Cidadania do Estado, Rafael Pereira Araújo, 20, conhecido como Pataxó, confessou ser o autor do disparo que matou o delegado. O outro suspeito é Erisson Gomes Silva, 19, que também teria confessado a participação no crime.

De acordo com a polícia, Pizzano foi morto ao reagir a uma tentativa de assalto. A secretaria não informou se os suspeitos já têm advogados de defesa. A secretaria informou que Pizzano estava dentro do seu veículo, estacionado em frente a uma residência, quando foi abordado pela dupla, que realizava assaltos na região. O delegado então apanhou sua arma e deu voz de prisão aos criminosos, que teriam tentado fugir.

Ainda segundo a secretaria, os suspeitos disseram que Pizzano os perseguiu, mas eles reagiram e dispararam contra o delegado. Pizzano foi atingido no peito, morrendo no local, e os dois homens fugiram em suas bicicletas.

Segundo a secretaria, Silva e Araújo fugiram após o crime, mas dispararam ainda contra um carro que passava pelo local pois, segundo a polícia, acharam que o carro era da Polícia Civil. As pessoas que se estavam no veículo confirmaram a versão e já prestaram depoimento.

De acordo com a secretaria, como as prisões ocorreram após a perseguição, os acusados foram autuados em flagrante. O órgão não informou, entretanto, quando as prisões ocorreram.

Delegado da Polícia Civil desde 1991, Pizzano foi secretário-adjunto da pasta pela primeira vez em 1994


3 comentários

  1. José da "Braz Cubas"
    domingo, 5 de abril de 2009 – 18:13 hs

    Pizzano se formou em direito pela faculdade de direito braz cubas de mogi das cruzes, no ano de 1979/1980. Era um ser humano muito bondoso, capaz de dar os dois lados da face para bater. Foi vereador em Guarapuava, em 1982 a 1986. Era um brilhante advogado. Em 1990, resolveu prestar concurso para delegado, no estado de rondonia. Teve uma carreira brilhante. Pelo que conheci do pizzano, jamais reagiria a um assalto, ainda mais se tivesse como fator o elemento surpresa.Foi assassinado. Ceifado na sua brilhante trajetória política e policial. Minha homenagem, em nome dos formandos da turma do Carlos Cesar Pizano. Que descance em Paz.

  2. Rita Christen
    quinta-feira, 18 de agosto de 2011 – 11:54 hs

    Conheci o Cesar em 1985 quando fui a Guarapuava visitar alguns amigos.E voltamos nos reencontrar em 1992,lindo por fora e por dentro e so agora dois apos a sua morte que tive esta triste noticia.Fomos muitos amigos….e tenho muitas saudades dele.Que ele descanse em paz,e minha solidariedade a sua familia.

  3. MARIA VICTORIA
    segunda-feira, 18 de maio de 2015 – 7:51 hs

    linda persona buen estudiante excelente compañero academico
    niño dulce perdona por llegar tarde otra vez en tu vida

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*