A comédia de erros de Requião e Stephanes | Fábio Campana

A comédia de erros de Requião e Stephanes

comedia

Há um lado francamente bufo nessa história. Os protagonistas daquilo que, em Stratford-upon-Avon, seria chamado de comédia de erros, comportaram-se com notável desfaçatez ontem.

Depois da desastrosa cena de palanque em Londrina, quando Requião desautorizou o ministro Reinhold Stephanes e a política florestal do governo Lula, recebendo o troco através de providencial vazamento do sistema de som, onde surgiu a voz do ministro exclamando “é um idiota”, os personagens resolveram verter água na fervura e fazer de conta que nada aconteceu.

Ontem, em Cascavel, Requião repetiu o gasto discurso sobre a importância do campo para a sobrevivência das cidades. Ganhou o prêmio “Acácio do ano”. Ao seu lado, o ministro Reinhold Stephanes, que depois de deixar vazar a voz teve incorporado Ricupero ao nome, para lembrar a gafe histórica do mesmo tipo, em 1994, quando o ministro Rubens Ricupero deixou vazar pelo microfone aberto uma frase que lhe custou o cargo.


Requião e Stephanes participaram do ato que marcou o inicio do plantio da safra de trigo no Paraná. Estamos na fase em que os políticos não dispensam solenidade, ato, feira, batizados, colação de grau, concurso de miss, bingo de igreja ou qualquer reunião para aparecer e fazer seu discurso. É a campanha.

Assim é a vida política nesta área do planeta. Mas o equívoco maior talvez seja o cometido pelos eleitores que elevam a responsabilidades tão altas figuras públicas do quilate dos protagonistas dessa comédia de equívocos com cenários cambiantes que começou em Londrina, passou por Cascavel, desdobra-se nos bastidores e nos convence de que passamos pela pior safra de políticos no poder desde que Zacharias de Goes e Vasconcellos aportou por aqui.


11 comentários

  1. Silva 2
    sexta-feira, 3 de abril de 2009 – 23:59 hs

    este Stephanes está apenas revelando a sua face oculta !

  2. chico paranaguá
    sábado, 4 de abril de 2009 – 0:29 hs

    Ñão voto mais no Stephanes.

  3. COERENTE
    sábado, 4 de abril de 2009 – 7:59 hs

    A maria louca é coerente: cretino, incompetente, sem obras, família mamando nas tetas do governo, vistas grossas a corrupção em seu governo, destemperado, imbecil, nada de novo. Mas está chegando ao fim este governo de M, ufa, graças!

  4. BREAK
    sábado, 4 de abril de 2009 – 8:50 hs

    O Stephanes so fez o que todo o povo do Parana gostria de fazer falou a verdade sobre requião um dia depois de 01 de Abril de 09 dia das mentiras do requião e pronto e simples entender a atitude do Stephanes. Stephanes parabens pela coragem

  5. Péricles Trotta
    sábado, 4 de abril de 2009 – 10:56 hs

    Um merece o outro e nós não merecemos nenhum deles!

  6. Vigilante do Portão
    sábado, 4 de abril de 2009 – 12:38 hs

    Esse cara já não foi Secretário do Requião?

  7. sábado, 4 de abril de 2009 – 13:19 hs

    Afinal de contas, do que esses dois idotas estão rindo.

  8. Parnagura vingado.
    sábado, 4 de abril de 2009 – 14:17 hs

    Gostei do Stephanes. Taí um cara que não joga na troupe do débil Requião. Repito : ” Requião é um idiota ! “. E a velha Naná um imbecil!

  9. Carlos Imperial
    sábado, 4 de abril de 2009 – 21:50 hs

    Os dois não valem nada. E o espetáculo que estão dando, essa tal “comédia de erros” é de péssima qualidade. E o pior é saber que sou um dos otários que financia essa palhaçada sustentada pelo dinheiro público. Um faz pose de “técnico” e o outro de “estadista”, mas não passam, o primeiro, o carequinha, de um carreirista sem princípios e o segundo, o gordo, de um tremendo de um enganador. Comum bode prero desses na sala o próximo governador, seja lá quem for, vai parecer um alívio.

  10. juvenal antena
    domingo, 5 de abril de 2009 – 8:08 hs

    O Duce tem razão!!!!!
    Infelizmente temos que dar o braço a torcer, pois neste evento, o Duce mandou bem….
    Porque não mudam o código de trânsito????
    O código penal e civil????
    O código florestal é uma Lei inteligente, antiga que deve ser respeitada.Santa Catarina é um bom exemplo de insanidade pois aprovou um código ambiental estadual que contraria a Lei da Gravidade, apesar de toda a fúria da natureza,que destruiu tudo,eles insistem em contariar as leis naturais.
    Os ruralistas querem por que querem mudar a Lei, mas acima de tudo está nosso bem maior o meio ambiente sadio e equilibrado.
    Criem vergonha e aceitem a Lei!!!!!
    As áreas de preservação permanente devem ser mantidas, a reserva legal reconstituida. Não por puro discurso de ecochato, mas tecnicamente estas áreas são importantes, para controle das cheias, para equilibrio do clima.
    Este negócio de colocar gente que não entende de nada em cargo técnico, eminentemente técnico provoca este absurdo.Meio ambiente é coisa séria. Quem ganha com a mudança do código florestal????São os grandes produtores de soja, de cana, os madeireiros, o pequeno agricultor cumpre a legislação.Em vez de discitirem com os ruralistas, a Lei deve ser discutida tecnicamente,
    senão é amarrar a linguiça no pescoço do cahorro.!!!!

  11. tarso de castro
    terça-feira, 7 de abril de 2009 – 11:55 hs

    Desse jeito, o pouco que restou das nossas reservas florestais…. vai pro pau! O único “verde” que emociona esses caras é aquele que passa em maleta$ pelas salas dos poderosos. Só respeitam o dólar.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*