"Programa habitacional de Lula é a felicidade dos empreiteiros", acusa Requião | Fábio Campana

“Programa habitacional de Lula é a felicidade dos empreiteiros”, acusa Requião

O programa habitacional do governo Lula “Minha Casa, Minha Vida”, lançado com foguetório, bumbos e trombones no ultimo sábado pelo presidente da Cohapar Rafael Greca de Macedo e pelo escudeiro Doatico Santos sofre ataque virulento do governador Requião, do PMDB.

Para Requião, o programa só vai ajudar os empreiteiros. Ele diz que pediu que os membros de seu governo, que se entusiasmam com ele, sejam mais cuidadosos, pois ao custo de R$ 1.200,00 o metro quadrado repassados para as empreiteiras é possível adquirir excelentes apartamentos numa das áreas nobres de Curitiba, para o povo pobre morar.

Em recente encontro com a Ministra Dilma Roussef, Requião garantiu que constrói as casas populares pela metade do preço.


12 comentários

  1. orlando moura
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 10:21 hs

    aculpa é da oposição-incompetente. no país todo tem governador reeleito sendo cassado,
    é fácil provar os abusos do uso do aparelho
    estatal…o que será que a oposição no paraná
    não tem, que as outras tem…

  2. Pessoa
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 10:26 hs

    Fábio
    Na verdade o que ele queria é o repasse da grana para COHAPAR.
    Aí seria o fracasso do programa.
    Já pensou qual destino a grana teria?
    Fala Sério

  3. quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 10:57 hs

    DEPOIS DESTE COMENTÁRIO,SERÁ QUE O NEPOTISTA JURAMENTADO ESCOLHEU UM LADO?

  4. bimbo
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 11:24 hs

    Que nem construiu o cais oeste em Paranaguá, só quer aparecer, contar balela pensa que o povo é burro.

  5. to de olho
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 11:25 hs

    houve um incidente parecido em 2004, quando a fiscalização reteve um caminhão com camisetas do então candidato beto richa na policia rodoviaria de sao luiz do puruna. so que ela tinha documento, e a retenção teve outra finalidade. os agentes envolvidos ficaram revoltados com as ordems do chefe mor.

  6. ANTONIO PILARZINHO
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 11:44 hs

    Esse coronel não bate bem!

  7. Surpreendente
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 11:49 hs

    Esse numero só pode estar errado.
    Não é possivel que se pague R$ 1.200,00 por metro quadrado de uma casa popular.
    Nem os empreiteiros teriam a pouca vergonha de assinar um contrato desses que poderia ser entendido como assalto ao dinheiro público. Ou teriam tal coragem e a falta de vergonha seria de quem se propõe a pagar esse valor?
    É URGENTE QUE SE IMPEÇA ESSE ROUBO CASO SE CONFIRME ESSE VALOR . REQUIÃO DEVERIA ELE MESMO ACIONAR O MINISTÉRIO PUBLICO

  8. Ricardo
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 11:54 hs

    1. Esse programa não vai construir 5% do que promete.
    2. Se o preço for este mesmo, tenho de, uma vez na vida, concordar com o Requião.

  9. sergio
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 12:05 hs

    pela primeira vez,tenho que concordar com o DULCE;e so olhar os classificados de imoveis,e vamos achar varios aptos. no batel, ao preço de R$1.200,00 o metro quadrado(usado). Vou correndo na junta comercial abrir uma empreiteira de obras.

  10. começou
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 12:27 hs

    é o rei do nepotismo malhando lula e a petezada é sinal que ele vai mesmo de Serra, PSDB…. mas vai deixar a turma do pt nas boquinhas do governo estadual. ABRE O OLHO BETO!

  11. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 12:57 hs

    Odeio dizer isso, mas o Requião está certo, o tal pacote é eleitoreiro e serve, entre outras coisas, para arrecadar dinheiro das empreiteiras.

  12. thora porama
    quarta-feira, 22 de abril de 2009 – 14:40 hs

    longe de mim defender a Dilma deus-me-livre; mas esses 1200 contos está contabilizado a infraestrutura que será implantada onde essas novas vilas serão construídas. Ou seja, compra a casa e vai rua, esgoto, escola… tomara que seja assim!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*