Quem diz a verdade, Heron Arzua ou Ênio Verri? | Fábio Campana

Quem diz a verdade, Heron Arzua ou Ênio Verri?

heron-arzua1normal_verri-11

Ninguém entende o governo Requião. Enquanto o secretário da Fazenda, Heron Arzua, quer conter os reajustes salariais e aumento de custeio porque a crise apertou e a arrecadação caiu, o secretario de Planejamento, Enio Verri, escreve artigo na Agência de Noticias no qual garante que a economia do Paraná falando vai de vento em popa.

Duro saber quem esta certo. Mas os dados mostram que no 1° trimestre de 2008 foram abertos 52.132 postos de trabalho e no mesmo período de 2009 foram abertos apenas e tão somente 14.928 vagas. A FIEP informa que as exportações paranaenses caíram 29% no trimestre, com saldo de US$ 2,197 bilhões. Trata-se do pior primeiro trimestre para as exportações do Estado desde 2006, quando as vendas para o exterior atingiram US$ 2,093 bilhões. As importações também registraram queda nos primeiros três meses do ano: 34,21% em relação ao mesmo período de 2008. Neste caso, também voltamos aos patamares de 2006.

– As exportações de produtos industrializados diminuíram 41,09% no comparativo entre o primeiro trimestre do ano com o mesmo período de 2008. O maior aumento se deu nas exportações de produtos básicos (26,36%), ressaltando o perfil do Estado de exportador de matéria-prima. Os gêneros industriais que registraram as maiores quedas no período foram: Petróleo e Derivados (-64,92%); Veículos automotores (-51,70%); Madeira (-49,11%); Papel e celulose (-35,03%). O Complexo Soja manteve, no primeiro trimestre do ano, a liderança na pauta de exportações do Paraná, apesar de registrar uma variação negativa de 24,72% no valor exportado no comparativo do primeiro trimestre deste ano com o mesmo período do ano passado.


8 comentários

  1. Leitor
    sexta-feira, 24 de abril de 2009 – 10:31 hs

    O Heron Arzua é mentiroso. Não sou petista, mas acredito no Enio Verri. A Fazenda esconde muitas coisas…

  2. Deck
    sexta-feira, 24 de abril de 2009 – 10:31 hs

    QUE VENDIDOS…………… NEM UMA NOTINHA SE QUER A RESPEITO DOS FUNCIONÁRIOS FANTASMAS DA CÂMARA DE VEREADORES DE CURITIBA.

    ESTÃO COM MEDO TAMBÉM? SÓ PORQUE TEM GENTE GRAÚDA NO MEIO DESSE ROLO?

    VERGONHA!

  3. bimbo
    sexta-feira, 24 de abril de 2009 – 10:41 hs

    Ó vida, ó céus, ó azar !!

  4. Miguel Tortato
    sexta-feira, 24 de abril de 2009 – 11:03 hs

    Pelos numeros da matéria o Heron esta certo. O Enio é baba-ovo do rei. Pelas costas fala horrores. No dia seguinte que deixar o governo vai fugir do rei como o diabo foge da cruz. Já o Heron como a muitos anos ficará ao lado do rei, que com como sempre e com o tempo vai admitir que Heron tem razão.

  5. Caiçara
    sexta-feira, 24 de abril de 2009 – 11:05 hs

    De vento em POLPA também é demaisssss…..
    O Produção, mais atenção…

  6. MESMO SACO
    sexta-feira, 24 de abril de 2009 – 11:31 hs

    É TUDO VIGARISTA IGUAL, FARINHA DO MESMO SACO, UM MENTE PARA AGRADAR SEU CHEFE REQUIÃO, O OUTRO MENTE PORQUE A PETEZADA SÓ SABE MENTIR, MAMAR E SAQUEAR OS COFRES PÚBLICOS!

  7. sexta-feira, 24 de abril de 2009 – 11:44 hs

    A economia paranaense está submersa na lama causada pelos desqualificados da aliança da desgraça PT/`PMDB. Enquanto o mundo e o Brasil cresceram nos últimos anos o Paraná encolheu. Nossa participação saiu de 6,4% do pais em 2003 para 5,7% em 2006. Em 6 anos o estado atraiu 15 empresas e 5 centros de distribuição, fato esse comemorado com fogos em uma das últimas escolinhas. O desempenho econömico de hoje está pautado no avanço industrial do periodo Lerner e no continuo investimento em melhoras feitos por cooperativas agroindustriais no interior. No restante, paramos no tempo, simplesmente abdicamos de evoluir. Se a arrecadação estadual cresce é devido a atitudes municipais, como exemplo o Tecnoparque em Curitiba, que atraiu empresas de Serviços ligadas a área de TI que trouxeram empregos a nossa gente e por consequëncia, giro econömico e maior arrecadação de impostos , inclusive estaduais. A consequëncia desse vazio econömico de agora será sentido no futuro, aí veremos o tamanho do estrago feito. Não sei como vão querer melhorar salários ou aumentar investimentos se não aumentam a arrecadação estadual, pois existem a tal lei de responsabilidade fiscal que impede atitudes loucas, que seriam tomadas por esses desqualificados que ai estão. Concluindo, o que vemos hoje e claramente reflexo da falta de progresso do estado nos útimos anos. Quem dos dois tem razão?? nenhum, pois ambos contrubuiram pra desgraça econömica estadual..

  8. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 24 de abril de 2009 – 18:14 hs

    Mentiroso por mentiroso, fico com o Harzua, pelo menos é mais competente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*