O índice de rejeição de cada um dos candidatos ao cargo de Requião | Fábio Campana

O índice de rejeição de cada um dos candidatos ao cargo de Requião

Dizem os cientistas políticos nativos que à esta altura do campeonato o importante é observar os índices de conhecimento e de rejeição dos candidatos para saber das potencialidades de cada qual.

alvaro-dias25
Vamos lá. Aqui, no Paraná, Alvaro Dias é o pré-candidato a governador mais conhecido pelos paranaenses. Dos entrevistados pela pesquisa APPM, encomendada por João Elísio Ferraz de Campos, 62% afirmaram que o conhecem muito bem, 2% nunca ouviram falar e 19% afirmaram que nele não votam nem com reza braba.

osmar-dias-ent
O mano Osmar Dias, do PDT, é um pouco menos conhecido pela população. Dos pesquisados, 52% disseram que o conhecem muito bem, 3% nunca ouviram falar e 15% não votariam nele de jeito nenhum. Osmar Dias é assediado pelo PT, mas procura viabilizar sua candidatura com o apoio dos tucanos, do PP e do PPS.

beto-richa
A melhor situação nesta pesquisa eleitora é, sem dúvida, a do prefeito Beto Richa: 51% da população o conhece bem, 4% nunca ouviram falar no seu nome e 12% nele não votariam. Beto Richa venceria o senador Osmar Dias por 40% contra 33% dos votos. Num eventual segundo turno, a diferença seria de 48% contra 40%. Não é de somenos para quem larga agora impulsionado pela vitória estridente que impôs às oposições em Curitiba.

vice-orlando-pessuti3
Agora, a situação do candidato do PMDB, o vice Orlando Pessuti. A pesquisa mostra que Pessuti chega a 9% das intenções de votos e é conhecido por apenas 19% dos eleitores. O problema de Pessuti é que a sua rejeição é alta: 29% dos consultados dizem que não votariam nele de jeito nenhum. Mas Pessuti tem cartas na manga. Vai assumir o governo e será candidato no exercício pleno da função. E espera que Requião lhe transfiram votos onde puder.


16 comentários

  1. Professor Jaquim
    sábado, 11 de abril de 2009 – 11:51 hs

    Basta ver o Pessuti nas suas andanças pelo Paraná, para constatar que está rejeição não condiz com a realidade, está rejeição não existe nem nas bancadas do DEM e do PSDB, incluindo neste rol a torcida do Coxa.
    Avante Pessuti !!!

  2. luis gringo
    sábado, 11 de abril de 2009 – 12:38 hs

    Notaram as fotos?
    Todos com caras de preocupados,menos claro,o Beto(de que ri não sei,deve ser de nos)
    Isso sim e campanha!!!!.
    risos(para não colocar gargalhadas)

  3. Carlos Imperial
    sábado, 11 de abril de 2009 – 14:02 hs

    Pensando um pouco nesses números, dá para ver que, basicamente, o Requião tem 12% dos votos (que são os que rejeitam o Beto Richa). A rejeição ao Pessutti é alta porque reúne todos os anti-Requião. Na verdade, nãoé rejeição ao Pessutti, mas desejo de que o Osmar, Beto ou Álvaro ganhem. Para o Pessutti, ainda falta conquistar 3% dos votos requianistas doentes (e põe doença nisso!) e tentar ganhar mais por sua própria conta. Mas, sabendo que as campanhas do PMDB tem sido sempre muito ruins (a última melhorzinha foi a do primeiroi turno, na primeira de governador do Requião), não dá pra acreditar que eveolua muito. O Beto acho que não sai candidato, se for esperto. O Osmar pode emplacar, se o seu apoio no interior não trairar (Kaefer galinha e Cia). O Álvaro pode se dar bem se não fizer a burrada de chamar marqueteiro paraquedista do Rio. Foi uma grande piada naquela que ele perdeu para o Governo no segundo turno para o Requião… vimos o Paulo Vitola sob a direção de um carioca que se virava nos 30 para dizer sim a tudo que o Alvaro queria, fosse certo ou errado. Isso além do indefectível Carlos Nasser e seus palpites ensandecidos. Mas, de todo jeito, o pepino maior está nas mãos do Pessutti, sem dúvida. Imagine uma campanha coordenada pelo Benedito, palpítada pelo Romanelli e atropelada pelo Requião… Fora os irmãozinhos do Nepotão procurando “espiões”, fazendo intrigas e gravando conversas a torto e a direito… Isso, além do péssimo conteúdo técnico e artístico do programa… Vamos ver,vamos ver!

  4. TOLICES
    sábado, 11 de abril de 2009 – 14:42 hs

    Quanta tolice nessa discussão. Á quem se quer enganar? Vejamos: Pesquisas, aprovação, rejeição, cramulhão, viajandão, “sou mais eu”, “não perco essa”, “sou o maior”, “pesquisas é que vão definir”, “nunca roubei”, “nunca me apropiei da coisa pública”, “sou limpo”, “sou o mais querido”, “sou o mais perfeito”, e por ai vai. Quanta besteira. Será que um dia teremos um candidato que traduza de forma contudente aquilo que todos almejam? Sim, pois esses que se apresentam já estão manjados e nada de novo vai acontecer. Enfim, a luta continua no sentido de tudo isso ainda poder mudar. Deus nos ajude!

  5. SYLVIO SEBASTIANI
    sábado, 11 de abril de 2009 – 14:55 hs

    Esse “reza brava” saiu na Pesquisa? Os pesquisados disseram isso? que Instituto de Pesquisa é esse APPM que meu velho amigo João Elisio , arrumou?

  6. Professor Jaquim
    sábado, 11 de abril de 2009 – 15:39 hs

    Errata: Onde consta está,leia-se esta.
    (coisas dos programas e teclados)

  7. FONTE SEGURA
    sábado, 11 de abril de 2009 – 17:21 hs

    Arvinho na cabeça!

  8. orlando moura
    sábado, 11 de abril de 2009 – 18:03 hs

    AVANTE PE………! RUMO À VALETA DA HI8STORIA DO PARANÁ…DESJTRUÍRAM
    O ESTADO, SERÁ U M MILAGRE ACHAR
    QUEM QUEIRA CONSERTÁ-LO…PRISÃO]JÁ PARA A QUADRILHA ATUAL!!!STELEONATARIOS…………………….

  9. Julio
    sábado, 11 de abril de 2009 – 18:35 hs

    Sou mais Osmar Dias e PT

  10. rock
    sábado, 11 de abril de 2009 – 22:07 hs

    PESSUTÃO É O CARA, VAMOS LA COM O APOIO DO REQUIÃO E O NOSSO É SO IR PARA O ABRAÇO.

  11. Julio Cesar
    domingo, 12 de abril de 2009 – 10:44 hs

    Esta rejeição ao Alvaro ainda é fruto daquele episódio “mascarado” pela oposição, PT principalmente, que o colocou como “responsável pela ordem” para que um oficial da PM investisse a cavalo contra um grupo de professores. Ou seja, a rejeição de Alvaro é fruto de uma mentira repetida à exaustão, como se fosse verdade. Coisa típica de Goebbels. Osmar no Senado, Beto na Prefeitura; acho Requião ótimo para vice da Dilma. Ao valoroso Pessuti, que se dê um Ministério ou uma presidência da Sanepar, da Copel … porque não da Itaipu?? E ALVARO GOVERNADOR !!!!

  12. rock
    domingo, 12 de abril de 2009 – 16:13 hs

    Opa so via agora relendo o apoio Noso, antes que venha o porfessores corrigir leia-se nosso

  13. rock
    domingo, 12 de abril de 2009 – 19:28 hs

    Fazer as pressas da nisso agora troquei o o pelo r, he, he, he,

  14. INADEQUADO
    domingo, 12 de abril de 2009 – 22:58 hs

    Este é um momento precipitado para se ter alguma avaliação dos futuros candidatos, a crise econômica, segurança pública, saúde serão os bordões da próxima campanha. As pessoas de um modo geral ainda não estão preocupados e nem sequer pensando no próximo governo.
    A mídia tenta direcionar, motivar alguns nomes que estão em alta, porém sabemos que política e futebol só decide em campo.
    O que este blog deveria sim, estar debatendo é sobre a situação do Paraná, os pontos frágeis, e quais os planos para melhorar o nosso Estado, cobrando a ineficiência daqueles que foram eleitos e não estão correspondendo. O resto é fofoca. Precisamos amadurecer politicamente. chega de demagogia politicamente,

  15. Zé do Coco
    segunda-feira, 13 de abril de 2009 – 5:21 hs

    O Beto que ponha dentro da cabeça a seguinte informação: ele pleiteou a reeleição para prefeito de Curitiba. Então, que administre a cidade e fique na prefeitura. Muitos dos que votaram nele para prefeito vão repudiar sua candidatura a governador.
    Entendeu, Beto? Você FICA na prefeitura até o fim.

  16. MARLUS
    segunda-feira, 13 de abril de 2009 – 12:55 hs

    SE O ALVARO TEM ESSE ÍNDICE DE APROVAÇÃO 62% E SÓ 19% DE REJEIÇÃO, FICA IMPLÍCITO QUE É O MAIS FÓRTE DOS CANDIDATOS. QUEM ENTENDE DE PESQUISA SABE DO QUE ESTOU FALANDO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*