Ministros do STF batem boca; Barbosa diz que Gilmar Mendes destrói credibilidade da Justiça | Fábio Campana

Ministros do STF batem boca; Barbosa diz que Gilmar Mendes destrói credibilidade da Justiça

De Gabriela Guerreiro na Folha Online

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, e o ministro Joaquim Barbosa bateram boca nesta quarta-feira no plenário do tribunal. Barbosa acusou o presidente da Corte de estar “destruindo a credibilidade da Justiça brasileira” durante o julgamento de duas ações –referentes ao pagamento de previdência a servidores do Paraná e à prerrogativa de foro privilegiado.

Veja o vídeo com o bate boca entre Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa.

“Vossa excelência me respeite. Vossa Excelência está destruindo a Justiça deste país e vem agora dar lição de moral em mim. Saia à rua, ministro Gilmar. Faça o que eu faço”, afirmou Barbosa.

Em resposta, Mendes disse que “está na rua”. Barbosa, por sua vez, voltou a atacar o presidente do STF. “Vossa Excelência não está na rua, está na mídia destruindo a credibilidade do Judiciário brasileiro.”

Irritado, Mendes também pediu “respeito” a Barbosa. “Vossa Excelência me respeite”, afirmou. “Eu digo a mesma coisa”, respondeu o ministro.

Os ministros Carlos Ayres Britto e Marco Aurélio Mello atuaram como “bombeiros” para tentar encerrar o bate boca. “A discussão está descambando para um campo que não coaduna com a disciplina do Supremo”, disse Marco Aurélio ao pedir o encerramento da sessão.

Barbosa chegou a afirmar que Mendes não estava falando com os seus “capangas de Mato Grosso”. O ministro disse que decidiu reagir depois que Mendes tomou decisões incorretas sobre os dois processos analisados pela Corte.

“É uma intervenção normal regular. A reação brutal, como sempre, veio de Vossa Excelência. Eu simplesmente chamei a atenção da Corte para as consequências dessa decisão”, afirmou Barbosa.

Mas Mendes reagiu: “Não, não. Vossa Excelência disse que faltei aos fatos. Não é verdade.”

Em tom irônico, o Barbosa disse que o presidente do STF agiu com a sua tradicional “gentileza” e “lhaneza”. Mendes reagiu ao afirmar que Barbosa é quem deu “lição de lhaneza (lisura)” ao tribunal. “Vamos encerrar a sessão”, disse Mendes para encerrar o bate-boca.

A discussão ocorreu enquanto o plenário do STF analisava dois recursos apresentados ao tribunal contra leis julgadas inconstitucionais pela Corte. Uma das ações questiona a lei que criou o Sistema de Seguridade Funcional do Paraná, em 1999. O segundo recurso questiona lei, considerada inconstitucional pelo STF, que definiu que processos contra autoridades com foro privilegiado continuam sob análise do tribunal mesmo após o réu não estar mais na vida política.


4 comentários

  1. Aventureiro
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 20:28 hs

    Parabéns Ministro Joaquim Barbosa ….

    Precisamos de pessoas como você !!!!

  2. maria souza
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 20:45 hs

    Preliminarmente me parece que alguns comentáristas estão equivocados, afinal a que academia pertencem para falar tanta bobagem? Segundo, falta de decoro por falta de decoro é o que certo Ministro de STF vem fazendo, expondo suas opiniões político partidárias na imprensa e ainda por cima tomando decisões no mínimo parciais. Quanto a indicação do Min. Barbosa não há nenhum problema, pois o Min. Mendes também foi indicado por FH. O problema é só um: no STF também há divergência de idéias, o fato só repercutiu porque o Tribunal tem TV aberta, caso contrário ninguém ficaria sabendo.

  3. sem bolsa esmola
    sexta-feira, 24 de abril de 2009 – 9:05 hs

    MINISTRO JOAQUIM BARBOSA… TÙ È COMUM, FALTOU AS SESSÕES ESTÀS DESINFORMADO DO ASSUNTO. E SE NÃO SABES O QUE QUER DIZER “COMUM”peça p/ qualquer criador de porcos, que eles te informarão certinho…escòria indicado pelo merda mor ignorante barbudo e pricipalmente corruPTo…

  4. sexta-feira, 24 de abril de 2009 – 14:44 hs

    Prezados,

    Devemos refletir sobre o ocorrido no Plenário do Supremo Tribunal Federal, mas, acima de tudo, procurarmos, a necessária sustentação, entre as decisões proferidas pelo Supremo Tribunal Federal neste último ano. Afinal, várias destas decisões, de certa forma, respaldam muitas das colocações propaladas, na mídia, pelo Excelentíssimo Presidente do Supremo Tribunal, muito embora, não estejam devidamente fundamentadas pela Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, ou mesmo, pelo Estatuto da Magistratura. Algo, que, agrega, em essência, conteúdo, objetivo e concreto, ao colocado pelo Excelentíssimo Ministro Joaquim Barbosa.
    Estas poucas palavras, tem a preocupação de trazer à questão, o fato concreto, de que o Excelentíssimo Presidente do Supremo Tribunal Federal, de forma objetiva, tem se “perdido” ao falar sobre e com base no Direito Constituído, o que nos coloca, a certeza, de que Respeito, apenas e tão somente, NÃO SE OUTORGA, uma vez que, é conseqüência natural da pura CONQUISTA, logo, até que ponto, a Nota em apoio ao Excelentíssimo Presidente do STF, por OITO Excelentíssimos Ministros do STF, PODE estar comprometendo o próprio SABER JURÍDICO, ou melhor, até que ponto pode comprometer a LISURA, a INDEPENDÊNCIA, a CAPACIDADE DE AVALIAÇÃO IMPARCIAL de seus Membros, onde o PURO e simples Corporativismo é INACEITÁVEL, ou mesmo, INADMISSÌVEL.

    Para fundamentar as colocações acima apresento os documentos:

    Manifestacoes_ao_STF_12292_12889_e_12908
    http://www.scribd.com/doc/13374649/ManifestacoesaoSTF1229212889e12908

    Sugestao ADPF Lei de Imprensa
    http://www.scribd.com/doc/13889730/Sugestao-ADPF-Lei-de-Imprensa

    CNJ STF ANULAR Decisao Raposa Do Sol
    http://www.scribd.com/doc/13502960/CNJ-STF-ANULAR-Decisao-Raposa-Do-Sol

    O Judiciario Brasileiro e Acima de Tudo Um Poder BUROCRATA ?
    http://www.scribd.com/doc/13157900/O-Judiciario-Brasileiro-e-Acima-de-Tudo-Um-Pod

    PGR ADPF Foro Privilegiado
    http://www.scribd.com/doc/13953340/PGR-ADPF-Foro-Privilegiado

    Prisao So Com Decisao Transit Ada Em Julgado
    http://www.scribd.com/doc/11822011/Prisao-So-Com-Decisao-Transit-Ada-Em-Julgado

    Manifestacao STF ILEGITIMIDADE Infidelidade Pa
    http://www.scribd.com/doc/9357083/Manifestacao-STF-ILEGITIMIDADE-Infidelidade-Pa

    Abraços,
    Plínio Marcos

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*