Mario Celso diz que oposição é "incompetente" | Fábio Campana

Mario Celso diz que oposição é “incompetente”

mario

O vereador Mario Celso Cunha (foto), do PSB, líder do prefeito na Câmara, reagiu fortemente em relação à notícia de que os vereadores da oposição pediram que o Ministério Público investigue supostas denúncias contra a prefeitura de Curitiba.

“A oposição não conseguiu documentos que provem as denúncias e não teve competência para aprovar uma CPI na Câmara. Agora, estão seguindo uma sugestão que eu dei, de ir ao Ministério Público, local apropriado para que investigações sejam feitas. Até porque a própria prefeitura já teve esta iniciativa e encaminhou para o Ministério Público as sindicâncias feitas pela Procuradoria Geral do Município”, diz Mario Celso.

Em nota, Mario Celso também destacou uma série de licitações que geraram economia de altos valores de recursos, que são usados em novas obras.


17 comentários

  1. Ricardo
    quinta-feira, 9 de abril de 2009 – 18:23 hs

    Porque essa oposição não vai trabalhar????
    Criar factóides para tentar barrar crescimento deste ou daquele político pra mim é vagabundice.
    Que me desculpem, mas tem um povo aí clamando por remedios em atrazo, falta de policiamento e outras coisas graves deste desmando de governo estadual.
    PORQUE VCS NÃO VÃO COBRAR ISSO PRO POVO MEU DEUS DO CÉU!!!!!

  2. quinta-feira, 9 de abril de 2009 – 19:23 hs

    O nobre edil Mario Celso devia estar delirando ou abusou na dosagem do Lítio quando afirmou que a oposição”não teve competência para aprovar uma CPI na Câmara”.
    Ora, todo mundo sabe que o papel delegado ao nobre edil Mario Celso é o de fazer trabalho sujo de impedir que toda e qualquer iniciativa da oposição siga em frente. Nem mesmo um singelo “pedido de informações” passa.
    Só para fins de comparação, na Câmara dos Deputados, os pedidos de informação são encaminhados automaticamente ao órgão competente, não sendo votados nem mesmo nas comissões.
    Manda a boa educação que a gente nunca se negue a prestar informações, assim como nunca se deve negar um copo de água…
    Restou à oposição chamar o xerife, digo, o Ministério Público, já que o valentão de plantão tomou conta do pedaço e manda no baile, no piano e nas dançarinas…

  3. O Povo
    quinta-feira, 9 de abril de 2009 – 19:25 hs

    Quem não tem competência, que não se estabeleça! (velho ditado, mas apropriado a oposição na Câmara Municipal).

  4. Ricardo
    quinta-feira, 9 de abril de 2009 – 19:49 hs

    A “competência” da qual o líder do prefeito deve aquela que permite que a “sogra” seja contratada, ou as obras que o aliado do prefeito conseguiu irregularmente, ou ainda dos vários cargos distribuídos na prefeitura aos vereadores aliados que não assinam nada contra o prefeito para os perderem.
    Esta é a competência que faltou à oposição? Ainda bem.
    O vereador Mário Celso devia ter mais cuidado porque coerência é uma coisa que ele não tem. Como é que ele consegue ser líder de todos os prefeitos? Foi aliado até do Requião e hoje o odeia? Vou amigo até do Greca?
    E os comissionados de plantão que ao invés de trabalharem pela cidade, ficam escrevendo para o blog, também considero vergonhoso.
    Continue assim bancada de oposição, precisamos que pelo menos vocês cumpram a sua obrigação de fiscalização o prefeito e seus aliados!

  5. maria souza
    quinta-feira, 9 de abril de 2009 – 20:33 hs

    Mario Celso deve ter aumentando a dosagem de gardenal . Viva cem anos para ver o que te espera, tá com medo? Quem não deve não teme. Então qual é o problema em querer que o MP investigue. Afinal são apenas mais algumas ações penais que serão instauradas a partir das investigações. O bolo cresce e com isso as punições aos maus administradores chegarão. Quanto a suposta incompetencia da oposição não concorso, tenho certeza que se trata de uma Câmara municipal composta por 33 vereadores que comem na mão do Mario, é só ir a uma sessão para confirmar, ele passa em cada um dos 33 dizendo como é para votar, até porque a maioria deles não sabem o que está sendo discutido, pois saber não interessa ao poder…

  6. quinta-feira, 9 de abril de 2009 – 21:51 hs

    concordo com o que falou o Mario Lobato,
    como uma oposição de 3 pode aprovar alguma coisa contra 35.
    me desculpe o Mario Celso, mas demagogia tem hora, é só ele levantar o dedo e os seus cachorrinhos todos abanam o rabinho aprovando ou desaprovando em busca da ração.
    o duro é que vivem dizendo que a oposição é incompetente, incompetente é a situação, que não tem como provar que não existe maracutaias, e por este motivo barram todas as sonhadas CPIs, porque se fossem instaladas acredito que muita gente da alta e ocupante de cargos publicos iam todos parar na cadeia.

  7. Lunardello
    quinta-feira, 9 de abril de 2009 – 22:22 hs

    E o que o “grande” PT fez no Congresso brasileiro quando se propôs uma CPI do Mensalão?

  8. demostenes
    quinta-feira, 9 de abril de 2009 – 22:30 hs

    A oposição de fato é incompetente. E a situação de fato é cafajeste.

  9. BUGRÃO
    quinta-feira, 9 de abril de 2009 – 22:39 hs

    PORQUE TAMANHO DESESPERO SE NÃO TEM NADA PARA ESCONDER?
    O ministério público precisa saber de muita coisa mais. Fala Feltrin.

  10. Angelina Arnoni
    quinta-feira, 9 de abril de 2009 – 23:06 hs

    O Sr. Mario Celso não tem moral para isso! ´Como Líder do Beto Richa menospreza os Servidores Municipais e os Aposentados. É Pau Mandado muda de Partido Político como troca de camisa!

  11. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 10 de abril de 2009 – 5:46 hs

    Maioria, em casa legislativa, é assim mesmo Ricardo, você acredita que na Assembléia, com quase todos os Deputados apoiando o Requião é diferente? No congresso Nacional, tendo cooptado centenas de Deputados e Senadores, com a farta distribuição de cargos e verbas, inclusive ilícitas, como atesta o MPF, na ação do mesalão, é diferente?
    O Lobato então, vive em outro país, colocar parentes, apaniguiados, políticos sem mandato e capachos dos sindicatos em cargos públicos é especialidade do PT e do PMDB. No caso do Requião, insistir em dar guarida aos familiares, inclusive com um irmão em cargo vitalício no TC, está correto?
    O Paraná – vide comentário acima -, revogou a Carta de 1988 e o Código Penal, Agora o acusado é quem deve provar que é inocente. Estuda menino. A obrigação de provar é de quem faz a acusação. Então eu afirmo: Fulano de tal é ladrão e o fulano é quem deve provar que não é? Pode ser assim em Cuba ou na Venezuela do Hugo Chaves, aqui no Brasil, ainda não.

  12. Dalborga
    sexta-feira, 10 de abril de 2009 – 6:46 hs

    Mario vai ficar com Klaus e tchau

  13. zezão
    sexta-feira, 10 de abril de 2009 – 12:36 hs

    É por essas e outras declarações que muitos do povo já começam a concordar com o Senador Cristovam Buarque que, dias atrás em pronunciamento no Senado Federal, propôs um plebiscito onde ser perguntaria ao povão se concordariam ou não com o fechamento do Congresso. Por extensão poder-se-ia perguntar, também, sobre os Legislativos Estaduais e Câmaras de Vereadores, pois com uma declaração dessas do lider do prefeito não podemos esperar mais nada. Na verdade a visão que temos é que uma política “Bolivariana” à la Chavez está em andamento na Câmara. Tal qual um trator passam por cima de todos no sentido, único, de barrar qualquer tentativa, na busca de informações, pela oposição. É ou não é, guardadas as devidas proporções, politica Chavista? Deus nos livre.

  14. Ah, esse Mario !
    sexta-feira, 10 de abril de 2009 – 14:19 hs

    Não há porque criticá-lo.
    Lembram do personagem do Chico Anísio “-Sou. Masxxx…quem não é ?”
    A diferença do mario para o Feltrin e o Lineu é que esses perceberam em tempo que por mais que você se esforçe, não será convidado para o banquete. E saíram.
    Voltaram para o outro lado do Front, onde não se imagina e nem se quer que existam banquetes.
    E o Mário?
    Mesmo com todo seu empenho também continuará, iludido e deslumbrado, no lugar em que lhe colocaram.
    -Ou alguém imagina o Mario sendo convidado para um banquete da alta sociedade?
    – Ou será que o Beto em reconhecimento ao seu empenho seria capaz de levá-lo junto algum dia desses?.
    Pode ser. Ele até mesmo já deve saber como usar os talheres de maneira correta e para não piscar no momento errado é só ficar de cabeça baixa.

  15. Povo Mané
    sábado, 11 de abril de 2009 – 10:37 hs

    Este Mário Celso tem q defender o patrão mesmo, vejam o tanto de cupinchas q colocou na prefeitura, aliás, até o filho dele se arrumou na CIC. Isto sim é vergonha…
    Pra um babaca destes, ficar falando q ele q teve q falar pra oposição entrar com ação no MP? Pára com isso… lembre bem de onde vc veio pra querer vomitar agora nos novos vereadores. Vc era um zé ninguém, aliás, pra mim, continua sendo.
    A única diferença é q se enriqueceu com o dinheiro do povo.

  16. TOLICES
    sábado, 11 de abril de 2009 – 14:50 hs

    Cacildes! O cara foi chamado de Zé Ninguém. Ê ai, Mario, és ou não és um Zé Ninguém? Socorro, essa é nossa política. Que falta faz uns malucos altamentes reformistas. Que falta faz uns loucos que mudem tudo. Que falta faz um revolucionário no sentido da transformação. É, parece-nos que estamos no fim da picada.

  17. Tarso de Castro
    domingo, 12 de abril de 2009 – 13:36 hs

    O problema da oposição ao prefeito é a falta de credibilidade.Então, a prefeitura fica comuma espécie de carta branca, já que qualquer denúncia, sugestão,proposta, pode ser classificada de “Coisa do Requião”, “Coisado Doático”, “Coisa do PT”, “Coisa da Gleisi” e imediat6amente cai em descrédito perante a opinião pública. É o mal da oposição oportunista, raivosa e sem independência, vista sempre como eleitoreira pelo povo. Se os vereadores tivessem mais educação, cultura, charme, humor, carisma e independência, seriam, com certeza, ouvidos com mais respeito ou, no mínimo, benevolência pela população. Se continuar assim, a prefeitura pode criar uma câmara de gás para executar atleticanos lá no Caximba e, ao ser denunciada, dizer simplesmente que “é coisa do Requião, etc” e fica por isso mesmo. Estudem, vereadores, leiam algo que preste, respeitem seus mandatos, parem de puxar saco, pensem antes da abrir a matraca e, então, talvez a população comece a levar à sério as suas palavras.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*