Governo pede ajuda internacional para bloquear dinheiro da Camargo Corrêa | Fábio Campana

Governo pede ajuda internacional para bloquear dinheiro da Camargo Corrêa

Da Folha de São Paulo

O Ministério da Justiça já encaminhou o pedido de colaboração internacional para tentar bloquear valores remetidos para o exterior pela construtora Camargo Corrêa, supostamente por vias ilegais.
Durante um ano e três meses de investigação da Operação Castelo de Areia, a Polícia Federal identificou, por meio de escuta telefônica e interceptação de e-mail e fax, dezenas de transferências de valores para a Alemanha, Suíça, Israel, Uruguai, China e Angola.


O advogado da Camargo Corrêa, Antônio Claudio Mariz de Oliveira, afirmou que nos autos não há prova documental que vincule a construtora ao cometimento de crimes.
Num primeiro momento, a Justiça brasileira quer o congelamento cautelar de eventuais valores, até que a PF e a Procuradoria concluam a apuração e confirmem a origem e a legalidade do caminho usado para enviar dinheiro para fora do país. Se confirmada qualquer irregularidade, o governo irá pedir a repatriação de valores.
No relatório final enviado à Justiça, a procuradora da República Karen Kahn disse que as escutas indicam que o doleiro Kurt Paul Pickel operava o câmbio ilegal de moeda estrangeira, em favor da construtora, com envio ilegal ao exterior de vultosas divisas. As remessas, disse ela, eram controladas pelas secretárias dos executivos.
A defesa de Kurt informa que ele não cometeu crime.
São investigados os executivos Pietro Bianchi, Dárcio Brunato, Fernando Dias Gomes e Raggi Badra Neto, além de duas secretárias e quatro doleiros. Na investigação, a PF interceptou conversas de funcionários da Camargo Corrêa cobrando os doleiros sobre a ausência de documentos que confirmassem eventuais remessas para o exterior.


Um comentário

  1. orlando moura
    domingo, 5 de abril de 2009 – 13:18 hs

    E O DINHEIRO DADO PELO PT AOS
    USINEIROS…QUEM VAI BLOQUEAR???:
    BANDO DE HIPÓCRITAS-LEIAM A REPORTAGEM DA REVISTA ‘EPOCA’…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*