Crítica de Requião à Lygia Pupatto provoca azia nos petistas | Fábio Campana

Crítica de Requião à Lygia Pupatto provoca azia nos petistas

lygia

Não há engov habilitado a desopilar os maus bofes de petistas indignados com as críticas do governador Requião à secretária de Ciência e Tecnologia, Lygia Pupatto, que ele acusa de permitir excessos de gastos com viagens de professores das universidades estaduais.

A irritação de Requião não tem sentido, pois não existe vida acadêmica sem intercâmbio e sem professores em cursos no exterior. Mas Requião, que fecha os olhos para despesas injustificáveis em outros órgãos, como o Museu Oscar Nyemeier, determinou que todas as viagens da secretaria sejam controladas pelo Palácio.


26 comentários

  1. leonel
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 10:50 hs

    Até quando esses petistas vão aguentar as humilhações desse déspota !!!!

    Aja vergonha !!!

  2. ronaldo
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 10:51 hs

    Bom, se essa madame continuar nesse carguinho é porque se merecem……..

  3. Jaferrer
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 11:05 hs

    Esta senhora continua fazendo um desserviço às IES do estado. Como todo petista paranaense, continua subserviente defendendo esse governo absurdo, incompetente e irracional ao invés de defender o desenvolvimento da tecnologia de ponta e da educação superior, únicos motivos para a existência de sua secretaria. Qualquer pessoa com um mínimo de dignidade teria pedido exoneração imediata do cargo. Pelo visto, configura-se como mais um caso de masoquismo nos quadros desse governo.

  4. Ex-pectador
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 11:11 hs

    E passagem de servidora namorada para Buenos Aires, pode? Ah, era legal, mas tanto não podia que é por essa que hoje no museu tudo pode…
    Vai encarar, óh Duce?! Encara a patroa prá ver se não surge uma ocorrência policial de outros tempos… Sumiu não, existe ao menos uma cópia!!

  5. A verdade sempre vem
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 11:24 hs

    Sempre soube que esta secretaria oportunista ia uma hora se ver com o Requião. Enchei de assessores idiotas e derrotados e fazia uma gestão de perseguição aos movimentos sociais, os quais ela já participou tempos atrás.

    Siga em frente Requião!

  6. bimbo
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 11:25 hs

    Tem que mandar interditar o “home”.

  7. quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 11:31 hs

    Ta certo o requião. T na hora da petesada se tocar e ver se o pmdb esta na esquina.

  8. Piá Curitibano
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 11:46 hs

    Existe vida acadêmica sim, sem viagens e entercambios discutiveis…
    Vida acadêmica fértil se entende com produção e publicação cientíca. Que, diga-se de passagem; somos muito pobre nesse quezito nas instituições de ensino superior publicas do Paraná.

  9. Carlão
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 11:58 hs

    É só os PTistas terem vergonha na cara e sairem do Governo Requião .

  10. MATA HARI
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 12:23 hs

    LYGIA PEGUE O SEU BONÉ E SE MANDE. TODOS OS PETISTAS DEVERIAM SE MANDAR. O QUE É QUE ESTÕ FAZENDO NO GOVÊRNO. NA VERDADE O REQUIÃO TEM Q

  11. quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 12:24 hs

    É Ptzada, ajudaram a destruir o estado, ficaram cegos aos desmandos do desqualificado, agora já viu..estão virando inimigos e levando cacetada a todo instante…Quem procura acha…

  12. MATA HARI
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 12:25 hs

    LYGIA PEGUE O SEU BONÉ E SE MANDE. TODOS OS PETISTAS DEVERIAM SE MANDAR. O QUE É QUE ESTÃO FAZENDO NO GOVÊRNO? NA VERDADE O REQUIÃO TEM QUE SE DSCONTAMINAR DÉSSA CÓRJA DE MENSALEIROS E SANGUESSUGAS. ELES QUE VÃO PROCURAR EMPRÊGO NA ITAIPÚ DO SAMÉKINHO P’RA VER SE ELE DÁ.

  13. d(er)rama
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 12:27 hs

    Mas essa senhora, por acaso não é parente do caron, aquele que levou um ferron do requion na rpc, ao vivo? se não é parente, tampouco aprendeu, que requijon é o próprio elefante na loja de cristais…. não sobra nada. precisa ver quando ele balança o saco e aquela gentalha começa a cair… pisa em cima dos coitados.

  14. Maringas
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 13:08 hs

    Vou citar de memória um trecho do livro “Como eu se fiz por mim mesmo”, do grande Jamil Sneje:

    “Você sabe o que o Roberto Requião estava fazendo nos anos 70? Se pensa que ele estava militando no movimento estudantil, está completamente enganado. Ele e a Maristela iam jantar todos os sábados na minha casa, onde ele escolhia um dos convivas como vítima e ficava espezinhando o desafortunado, até esse perder a paciência. Era essa a diversão predileta do Roberto.”

  15. quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 13:12 hs

    REPITO- não é porque é louco que às vezes não tem razão – essa ‘mocinha namoradeira’
    deixou um rastro de destruição aqui na UEL,
    venham ver…

  16. Oráculo
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 14:58 hs

    Viagem para o exterior. Esse termo parece palavrão para o senso comum. Mas para qulquer pessoa de bom senso é a coisa mais natural. Não difere em nada de uma viagem para o interior do Brasil. A questão é saber se a viagem era necessária ou não e naõ se foi para o Brasil ou para outro pais. Nós somos um país multi étnico com a população com laços de parentesco em todo o mundo. Do ponto de vista científico, cultural e comercial se não existir intercâmbio não há avanço.
    É melhor desativar a casa do governador no Canguiri para fazer economia do que cortar uma passagem de um professor universitário a qualquer país vizinho ou de alem mar. Questão de prioridade.
    Vocês lembram-se daquele político parananese que desancava a crítica em Alvaro Dias por ter adquirido uma casa para o governador e essa casa ficava ao lado do Palácio Iguaçu. Para ir para do Palácio Iguaçu/Araucária a essa casa não necessita de hilicóptero. Não tinha cavalariças e o custo da manutenção de cavalos.

  17. Josoe de Carvalho
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 15:04 hs

    Que saudades do tempo que PT éra PT.Reuniões em centros comunitários,salinha de fundos nos sindicatos,os puxadinhos de paróquia de vila ficam cheios de gente esperançosas.Éra discurso de gente honesta e capacitadas. Hoje é bem diferente, são usuários de hotéis 5 estrelas, centro de convenção com ar condicionado,tapinhas nas costas dos poderosos,cargos pra cá, cargos pra lá,estrtégias de continuação no poder.
    É o vil metal sobrepondo aos ideais.Um político sem ideal é um vendilhâo. Depois que o Pt ganhou o poder ficou igualzinho aos outros partidos. Conchavos,cargos comissionados,viagem ao exterior, férias em Resorts. etc.etc.etc.É o proletariado no paraíso, digo, proletários não, dirigente partidários.

  18. Comunista
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 15:07 hs

    Tem um tal de Edemir lá que tem que sair imediatamente. Traidor de partido, se vendeu por cargos e agora vai perder a bocada.

  19. Geraldo
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 15:09 hs

    Quanta bondade Anônimo, MOCINHA???

  20. LONDRINENSE
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 15:14 hs

    O que tem a ver namorar com trabalho?????Ela pode namorar o quanto quiser e com quem quiser…com o dinheiro dela,bem claro!

  21. Pandolfo
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 16:10 hs

    As viagens para participar de congressos, cursos e eventos de caráter científicos, sejam nacionais ou internacionais, são extremamente necessárias para o mundo acadêmico. Contudo, hoje, proliferam os eventos com roupagem científica, mas cujo objetivo real é estimular o turismo, assim é sumamente importante que as instituições tenham a capacidade de filtro, evitando que o dinheiro público seja gasto indevidamente e sem espectativa de retorno.
    Esta é uma questão importante a ser vencida, porem, pessoalmente, tenho minhas dúvidas que as própias instituições tenham sucesso em superá-la, haja visto a estrutura do poder universitário, calcado em bases corporativas e clientelista. Neste meio, seguindo as práticas vigentes, é fazendo-se concessões e criando benesses que se “logra” o poder!!!!!!!!!!!!!!
    As campanhas para dirigentes retratam esta realidade. Discute-se o tamanho do bandejão, o número máximo de aulas, a eliminação de controles e outras ações nesta linha, menos o projeto institucional que a sociedade deseja.

  22. CALIBÃ
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 17:27 hs

    O Sr. Caron ex-secretario de obras na época foi injustamente ofendido pelo boçal do Requião….pq, quem na verdade deveria ter levado na cara era sua mulherzinha infame, mediocre e burra… que se meteu em mudar os projetos ..Dai ela ficou com medo de assumir o que fez e tomar uma surra do estupido seu marido, agora viajar pro exterior gastar o dinheiro público pode??? Que governo sem carater…CHEGA GOVERNADOR TA CHEGANDO A HORAAAAAA…SAI FORA COM ESSA SUA FAMILIA DE CHOPIM…..

  23. GG
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 17:46 hs

    Hora essa é uma das secretarias que mais esta funcionando no estado, ao lado da pastas da agricultura…o governador exagerou na dose dessa vez.

  24. Flávia.
    quinta-feira, 23 de abril de 2009 – 21:08 hs

    Muito bem, Fábio! Bravo!
    Concordo plenamente com você.
    É preciso, sim, que se possa ir para o exterior para um doutorado, pós doutorado etc e tal. Aprofundar os conhecimentos fora do Brasil é preciso!
    Além de louco, o Requião é burro.
    Durma-se com um barulho desses!

  25. Esmael
    segunda-feira, 27 de abril de 2009 – 10:27 hs

    Parece que estão perdendo o prestigio esse pessoal

  26. Esmael
    segunda-feira, 27 de abril de 2009 – 10:29 hs

    Ela que não volte para UEL, porque por lá o pessoal não quer ela e a trupe nem pintada.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*