Copel demite mil funcionários até o fim do ano | Fábio Campana

Copel demite mil funcionários
até o fim do ano

ghilardi

Rubens Ghilardi (foto), presidente da Copel, disse hoje na escolinha que a empresa vai demitir mil funcionários neste ano. São aposentados que permanecem na ativa e que a direção quer substituir por novos.

Cerca de 300 adotaram um “plano de sucessão”. Outros 700 resistem, mas sem chances de continuar na empresa, que alega que pode perder setecentos aposentados de uma momento para outro e por isso precisa substituí-los.


23 comentários

  1. Lourdes
    terça-feira, 28 de abril de 2009 – 17:02 hs

    O cara não tá aposentado mesmo? Então, saia e deixe a vaga pra quem precisa e tá começando.

  2. bimbo
    terça-feira, 28 de abril de 2009 – 17:17 hs

    Tá certo ! se gostam tanto de trabalhar mesmo aposentados, vão para a iniciativa privada!

  3. aposente também vc.
    terça-feira, 28 de abril de 2009 – 17:56 hs

    Engraçado é que a maioria dos diretores da Copel são aposentados, então porque não aproveitam e vão embora também e ajudam a dar uma oxigenada na empresa.
    A ordem deve ser cumprida por todos.

  4. ROZANE SACHET
    terça-feira, 28 de abril de 2009 – 18:17 hs

    Que maravilha! Brincar com os netos, passear no parque, fritar pasteis, ler um livro, caminhar, enfim viver “na flauta”, é tudo de bom. Todas as empresas deveriam fazer o mesmo.

  5. terça-feira, 28 de abril de 2009 – 19:12 hs

    SÓ ESPERO QUE TIRANDO OS APOSENTADOS, ABRA-SE CONCURSO PÚBLICO PARA O PREENCHIMENTO DAS VAGAS EM ABERTO.OU VAI INCHAR O QUADRO COM OS COMISSIONADOS, GIGOLÔS DO DINHEIRO PÚBLICO.

  6. noeli
    terça-feira, 28 de abril de 2009 – 20:56 hs

    A medida está correta. Até que é aceitável e natural o aposentado continuar no trabalho. Acontece que a sociedade sofre com a falta de emprego. Milhares de jovens se diplomam nos mais variados cursos de graduação e não conseguem emprego. Muitas dessas vagas sao ocupadas por quem não precisa mais trabalhar. Será que é só na Copel que acontece isso? Tente, sr. Governador, dar uma vistoriada na Secretaria da Saúde… L[a tem aposentadinho daqueles que só sabe se folgar e abocanhando salário em duplicata…

  7. JOÃO CARDOSO
    terça-feira, 28 de abril de 2009 – 21:52 hs

    O Requião promovendo o desemprego ?
    Não acredito, não pode se verdade.
    Seguramente é uma notícia falsa com orígem nas oposições perdidas no mar de lama.
    No goveno Requiao, jamais isto aconteceá !

  8. Regina
    terça-feira, 28 de abril de 2009 – 22:38 hs

    E esse Rubens Ghilardi que é aposentado pela Copel e pela Itaipu vai dar o exemplo? Vai pedir demissão? Ou é só um faça o que digo mais não faça o que faço!
    Esse não engana é um safado!!!

  9. ronaldo
    terça-feira, 28 de abril de 2009 – 23:19 hs

    É companheiros copelianos, continuem votando nessa gente em especial no no seu grande lider bolivarísta o qual pretende mais um mandato popular em 2010………….

  10. Va embora Requiao
    quarta-feira, 29 de abril de 2009 – 0:09 hs

    Só não precisava ficar mentindo e escondendo os fatos até não poder mais. Para mim isso caracteriza má fé.

    Em parte concordo o os planos… mas issso cheira demitir e nã contratar ninguem depois sobrecarregando o atual contingente.

  11. Nuncio Apostólico
    quarta-feira, 29 de abril de 2009 – 1:42 hs

    DEMISSÃO EM MASSA DE COPELIANOS

    A REPETIÇÃO DA COVARDIA DE UM PASSADO NÃO TÃO DISTANTE…

    Na semana em que é comemorado o Dia do Trabalhador, os Copelianos revivem os momentos de angústia e insegurança do período de pré-privatização típicos do governo Lerner.

    O momento atual da empresa é outro, mas os protagonistas (ou antagonistas?) são, de fato, outros? Ao que tudo indica, as medidas que estão sendo deliberadas pela direção da COPEL (ela própria composta de aposentados, alguns dos quais com várias aposentadorias) são semelhantes às daquela época, tão tiranas e maquiavélicas que dão inveja aos tiranos de então e ao próprio Maquiavel.

    Querem, pura e simplesmente, a demissão sumária dos empregados que estejam já aposentados pelo INSS e que continuam trabalhando na empresa. Ninguém trabalha porque acha divertido. A esmagadora maioria dos aposentados continua na ativa por não ter condições de sustentar a si e sua família sem a remuneração mensal de empregado.

    De uma hora para outra, o que era experiência laboral e sempre se refletiu em qualidade dos serviços prestados à comunidade, virou sinônimo de doença e preconceito dentro da COPEL.

    Os dirigentes do Coletivo Sindical dos Empregados da Copel repudiam as demissões e sabem que essas atitudes discriminatórias não têm o amparo da população paranaense, que sempre reconheceu o valor do trabalhador Copeliano em todo o Estado.

    As pesquisas espontâneas refletem o orgulho de todos e o nome da COPEL sempre tem primazia como empresa referência no Paraná. E será que foi tratando o trabalhador dessa forma que ela atingiu esse conceito? Evidentemente, não.

    Estimado cidadão:

    Não feche os olhos para esta violência contra uma categoria de trabalhadores que tanto contribui ao desenvolvimento e bem-estar da população paranaense. Todos os empregados, novos, médios ou veteranos, fazem parte do mesmo atuante e produtivo corpo funcional.

    Qual é, afinal, o verdadeiro interesse da diretoria da Copel ao demitir profissionais que, por meio de sua vasta experiência, garantem a qualidade e a confiabilidade do serviço de fornecimento de energia elétrica?

    COLETIVO SINDICAL DA COPEL

    SINDENEL – SINDEL – SINEL – SINEFI – SIEMCEL – SINDELPAR – SINTEC – SENGE – STEEM – SINTESPAR – STIECP – SINDESPAR

  12. João
    quarta-feira, 29 de abril de 2009 – 12:48 hs

    A Copel através da sua diretoria, composta por aposentados de toda espécie, indicados pelo governador, está na verdade providenciando a pré-privatização da empresa que em 2014 vence o contrato de concessão, não foi o Lerner que conseguiu a privatização, mas ela ocorrerá sem duvidas, para promover a farra de alguns espertos da politica que se acham acima do povo do Paraná…que vergonha sr.Governador!

  13. Hora de Sangue Novo.
    quarta-feira, 29 de abril de 2009 – 16:12 hs

    A idéia é boa.
    Alguns dizem que aposentado trabalha não porque acha bonito e sim porque necessitam. Também concordo que qualquer dinheiro que entra a mais na conta ajuda e faz bem… Mas eles já recebem salário do INSS e querem também continuar com o da Copel. Veja bem, e os novatos, muitas vezes desempregados, que já estão aprovados em concurso público (conheço alguns) aguardando a chance de receber pelo menos 1 dos salários dos aposentados para sobreviverem? Eles também têm família para manterem e com uma agravante que ninguém se dá conta: Normalmente são jovens, iniciando uma família, que necessitam adquirir todos os bens necessários a uma vida semi-digna nos dias atuais como moradia, veículo, móveis, etc. Os referidos aposentados entraram na Copel em média a 25 anos atrás, na época da “vaca gorda”, estão já todos com os filhos criados, todos com sua casa própria (a maioria com mais de uma), carros, sítios/chácaras, barcos etc. Já estão com a vida ganha. Se tem algum que não conseguiu fazer um “pé de meia” quando o salário da Copel era 10 vezes maior que o atual, não é agora, no fim da vida útil de trabalho que vão dar a volta por cima.
    E, de 10 que ainda estão na “ativa”, 1 ou 2 trabalha realmente. Os outros só ocupa espaço e ainda com um salário de dar inveja a qualquer novato.
    E também deveriam se conscientizar que passear, paparicar os netos (tipo dar doce pra eles antes do almoço escondido da nora), pescar e ficar de papo pro ar a hora que desejar, jogar truco na praça do bairro, etc, é EFETIVAMENTE função de aposentado.
    Tem mesmo que pegar o boné e cair fora. Todos ganham com isso.
    Corre sangue novo nas veias e por um custo ainda menor.
    Obs.: A maioria dos cargos já tem pessoal aprovado e aguardando vaga. As vagas que já surgiram em virtude do PDV na minha região, já foram substituídas com gente nova.

  14. quarta-feira, 29 de abril de 2009 – 17:16 hs

    DECISAO CORRETA…….

    Eu concordei com esta decisao, pois se sairem os aposentados no caso 1000 demissoes, haverá mais vagas disponiveis para os concursados que fizeram concursos o ano passado. E mais, como sou estagiaria da copel fiquei sabendo em maos seguras que havera mais concurso este ano para repor pessoal….

  15. NOME AOS BOIS.
    quarta-feira, 29 de abril de 2009 – 20:14 hs

    Sou funcionário da Copel e a minha opinião diverge em muito da opinião dos SINDICATOS que infelizmente a muito tempo não representam a vontade da força de trabalho da Copel.
    Basta conferirem na última eleição municipal em Curitiba onde tivemos 2 candidatos copelianos que são do Sindicato e vejam o resultado a seguir:

    ULISSES KANIAK – 1600 votos.

    VILMAR ALVES – 800 votos.

    Contra fatos não à argumentos.

    No mais para finalizar sugiro que apresentem a lista de nome dos tais funcionários que estão para se desligarem da Copel para que a gente possa ver se realmente são necessários para permanecerem na Companhia.
    Para não generalizar, posso até concordar que alguns poucos destes funcionários são produtivos e comprometidos com a empresa mas, a grande maioria é um bando de sanguessuga aspones que não fazem porra nenhuma e passam o dia inteiro fazendo fofocas e gerando intrigas políticas falando mal de todo mundo.Serviço que é bom , nada.
    Então revelem a lista dos nomes desse pessoal que a gente vai saber se realmente são necessários ou não.
    Então pessoal sindicalista, tratem de trabalhar em favor da força de trabalho e daqueles que realmente precisam de apoio porque vocês não estão com nada.
    Ah! Tava me esquecendo, tem funcionários que estão aposentados e trabalhando em outras empresas do grupo Copel, é bom dar uma olhada por exemplo no LACTEC que tem sanguessuga por lá também.
    trabalha sindicato, anda , anda……………..

  16. Ja era hora...
    quarta-feira, 29 de abril de 2009 – 22:10 hs

    NOME AOS BOIS…2
    Tenho quase 20 anos de copel, e tenho visto de perto esta “força de trabalho”, que não fara falta a esta gloriosa empresa. Trabalhei em diferentes regioes ao longo desses anos, e em todas essas regioes tem aposentados, que dizem, estão trabalhando. Eu mesmo, ja trabalhei ao lado de muitos desses aposentados, vejam bem, eu disse ao lado e não junto desses aposentados, pois junto desta classe, nao se consegue fazer nada.
    É moralissimo a atitude… Nenhum trabalhador ao longo de 30 anos de trabalho quer continuar trabalhando, quer continuar empregado. E essa é uma grande diferença…
    Agora precisa saber se essa atitude vai chegar aos cargos superiores….

  17. Espiao new
    quinta-feira, 30 de abril de 2009 – 14:02 hs

    Como a COPEL, tem sido noticia ultimamente e preocupacao de politicos e sindicatos, dou uma dica pra eles.A empresa transferiu uma unidade dos recursos humanos (Treinamento) do Km-3 para o centro da cidade (Praca Rui Barbosa) com o quadro de funcionarios (empregados, como sao classificados internamente)em torno de 70%aposentados ou pre-aposentados, pessoal que com certeza vai ser dispensado, num futuro muito proximo.Ocorre que a empresa, locou imovel sem condicoes de funcionamento, sem licitacao, nao pesquisou valores de mercado e ainda por cima esta investindo uma grana alta para adequacao do predio.Investimento as custas da Copel,do dinheiro publico em imovel de terceiro, ou seja, sem retorno , reposicao ou ressarcimento para a empresa.Com tanta mudanca pela frente, troca de governo,dispensa de pessoal,transtorno de mudanca de local de servico,etc, seria a hora de fazer investimento…a fundo perdido.No site a empresa nao tem nada que explique o que esta ocorrendo…

  18. Jorge
    sábado, 2 de maio de 2009 – 17:24 hs

    VITORIA DOS SINDICATOS NO MINISTERIO PUBLICO DO TRABALHO

    Em audiência de mediação na tarde de hoje com representantes da COPEL e das entidades sindicais no Ministério Público do Trabalho, a COPEL não conseguiu demonstrar a necessidade da demissão sumária dos 700 aposentados pelo INSS que continuam na ativa em todo o estado do Paraná.

    A promotora responsável pela condução da audiência classificou de “imoral e ilegal” a decisão da direção da COPEL e alertou o Diretor Administrativo da empresa das implicações advindas de tal decisão.

    Diante da negativa dos representantes da COPEL, presentes na audiência, a promotora buscou, uma vez mais, a suspensão da demissão em massa dos copelianos, cujo pedido não foi acatado pela COPEL.

    Diante da posição da COPEL de não suspender o processo demissionário. o Ministério Público, amparado pela documentação apresentada pelos sindicatos na audiência, alertou os representantes da COPEL que encerraria a mediação e iniciaria na sequencia o processo investigatório já solicitado pelas entidades sindicais.

    Diante dos encaminhamentos do Ministerio Público do Trabalho, as entidades sindicais buscarão pela via judicial a garantia dos direitos desses trabalhadores.

    Os sindicatos convocam todos os copelianos a se manterem unidos e mobilizados na defesa dos legítimos interesses dos empregados.

  19. Simone
    terça-feira, 5 de maio de 2009 – 8:49 hs

    Acho que tem que demitir mesmo, visto que a maioria estão lá somente ocupando a vaga pois trabalhar que é bom não trabalham, ficam fazendo atividades particulares durante o expediente … tem que renovar o pessoal, dar oportunidade para os novos, recém formados, com vontade de trabalhar …

    PT saudações aposentados ….

  20. RENOVAÇÃO JÁ
    terça-feira, 5 de maio de 2009 – 21:53 hs

    Concordo com a decisão da empresa, caso não existisse a fundação copel esse pessoal já estaria fora mesmo, ao completar o tempo de contribuição do INSS iriam sair na certa. É notório que esse pessoal só esta fazendo hora mesmo, sou copeliano, vejo reclamação, mau humor e tamanha indisposição para o trabalho, sem contar a dificuldade de convivencia com essa turma. É preciso ponderar, é lógico que quem está aposentado precisa menos do quem está aguardando uma vaga. Fundação copel é pra complementar O INSS.

  21. domingo, 31 de maio de 2009 – 1:31 hs

    Srs.: A Copel é uma Companhia muito grande e poderosa nos áureos tempos do ex-presidente Andreolli isto tudo que está acontecendo teria na pessoa deste grande homem ,um severo e forte rechaço. Todo este engodo é simplesmente um mal sinal, sinal este de um já antigo sucateamento da empresa. Fiquem de olho nisto, os famosos empregos na estatal que o povo pensa que virá isto ocorrerá mas em um futuro breve as também demissões vão acontecer deste mesmo pessoal. A tão famosa classe de fofoqueiros de plantão que andam pela Rua das Flores em Curitiba estão adorando fazer isto, as tão propaladas falácias da demisão de pessoas que dão seu suor por esta empresa são motivos de comentários e chacotas por muitos. Quem está de fora fala aos quatro ventos que os empregados são preguisosos, mas ao longo de vários anos a Copel tem perdido empregados que a Companhia treinou qualificou e investiu grandes somas de dinheiro em treinamento, hoje muitos destes estão trabalhando no capital privado passando todo o conhecimento que ora adquiriram na estatal para o capital privado.
    Para operar o sistema de transmissão , distribuição e geração são necessários muitos profissionais trabalhando dioturnamente para manter o sistema de entrega de energia firme em milhões de pontos no Estado do Paraná. Além disto empregados desta Companhia fazem em muitas cidades deste rincão Paranaense serviços de restabelecimento de energia nos vários municípios, noites adentro com chuva descansando pouco, para satisfazer os clientes e deixar os seus equipamentos e utencílios domésticos funcionando com a Energia Elétrica da Copel. Senhores se uma pessoa consegue um benefício através do INSS,no qual a Lei Magna do pais a CONSTITUIÇÃO lhes consede , o que os INVEJOSOS de plantão tem haver com isto, se estes homens trabalharam , durante décadas para conquistarem a tão sonhada aposentadoria e por que tamanha raiva e ciúmes. As pessoas dão as suas opiniões pensando que sabem tudo eu quero ver se eles ficassem noites sob chuva ,frio e correndo linhas de trasmissão de energia , religando uma subestação onde as tensões 230 ,138 mil são rebaixadas para 220 e 127volts em dias de raios , trovões e vendavais. Eu quero ver o cidadão comum formado nas escolas técnicas do País quando forem admitos no setor elétrico fazerem tais procedimentos sem treinamento. Senhores para preparar um técnico e um eletricista na Copel para ele sair trabalhando com conhecimento e prática demora alguns anos. E assim mesmo de vez enquando alguns deles perdem a vida em muitos acidentes de trabalho nas suas atividades normais.
    Existem neste entremeio os boas vidas, os aproveitadores, eu acredito que sim que aproveitam-se da oportunidade para esconderem-se ,isto tem, mas a maioria destes trabalhadores são pessoas, cidadãos ,funcionários que vestem a camisa desta referida empresa de uma forma ou de outra , estão superando dificuldades todas as horas e momentos.
    Bem senhores mas não quero ser o dono da verdade, mas vai aqui a opinião de quem vivência o dia dia desta classe de empregados que sómente querem ver
    os seus direitos asegurados para poderem aposentarem um pouco melhor é um direito que foi dado a muitos que saíram da Companhia . E agora querem cerciar os direitos destes . Com a palavra as autoridades que detém o comando da Estatalque estão sentados e tranquilos gosando as benesses de seus cargos neste mundo capitalista e da desigualdade social a mando de instituições que na qual querem tirar proveito da situação e ganharem muito dinheiro com tudo

  22. sábado, 24 de julho de 2010 – 19:56 hs

    o problema que querem mandar só os coitados dos eletricistas embora…ganham miseros 1500 reais por mes mais um auxilio alimentação..sofrem perseguiçoes por parte da gerencia..sofrem assedios morais de todas as formas…são humilhados…maltratados.passam fome .frio quando ha tempestades e temporias..chegam a trabalhar 16 horas sem descansar praticamente.abandonados pelo sindicato, …fazem gambiarras em rede p mante-las ligas..veiculos sucateados…meu vizinho é aposentado pela copel..e com seus 63 anos paga aluguel ainda…e conferi com meus prorios olhos o seu olerite.1580 reias de salario…são esses caras que a copel quer mandar embora…agora esse diretores..parentes da diretoria esses não;;ficam pendurados na teta com seus salarios extraordinarios.

  23. ~gilson alves
    domingo, 13 de março de 2011 – 21:50 hs

    amigo só 1580! tem algu errado ai.trabalho na copel de eletriscista,não tem muito tempo.meu salario e ums dos mais baixo.1400 mais 30 por cento,mais 580 de catão alimentação,tem as horas extras,tem os pantão,e tem as participação nos lucros no fim de ano,ums 5 a 7 mil.os
    eletriscista aposentados ganham só o salario 2ooo mil,mais tudo isso que eu disse.todos os aposentados que conheço tem casa propia e carro bom, esse vizinho seu castou muito dinheiro atoa.tem ums aposentados que ganham tudo isso mias 2500 do inss.quem esta mentido voce ou se vizinho?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*