CCJ aprova contratação de "servidor virtual" | Fábio Campana

CCJ aprova contratação de “servidor virtual”

elton

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia aprovou há pouco a emenda apresentada ao projeto da transparência por Elton Welter (foto), do PT, que autoriza os deputados a contratarem “funcionários virtuais”, sem a necessidade de cumprimento de horário no Legislativo.

Na semana passada, a presidente estadual do PT no Paraná, Gleisi Hoffmann, pediu ao deputado Welter que reavaliasse se valeria mesmo a pena insistir na emenda.

Diante da repercussão negativa da emenda, Gleisi teme que o deputado petista seja “incompreendido”, principalmente agora que a proposta será votada em plenário.


24 comentários

  1. Pessoa
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 16:45 hs

    Serei o candidato Nº 1 a uma dessas vagas.
    Viva Toledo!
    Com certeza diminuirá o desemprego no Oeste do Paraná.

  2. terça-feira, 14 de abril de 2009 – 16:54 hs

    EU QUERIA TANTO SER UM FUNCIONÁRIO VIRTUAL!

  3. bimbo
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 16:55 hs

    Mas eles cumprem horário ???

  4. Jaferrer
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 17:45 hs

    Realmente Toledo esta de parabéns. Lembro do tempo em que Elton fazia protesto em frente a casa do deputado Duílio criticando coisas desse tipo, funcionários fantasmas, desvio de verba, etc. Depois de 8 anos convivendo com o nosso nobre representante mais antigo Elton aprendeu muito e, por certo, aprenderá muito mais. Quem te viu quem te vê.

  5. carlos imperial
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 18:01 hs

    Pessoal, como dizia o outro: uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Existe sim o trabalhador virtual, inclusive – e principalmente – na iniciativa privada. O sujeito faz o seu trabalho sem ter que ficar amarrado ao pé da escrivaninha. É uma tendência mundial, tem gente na Inglaterra, por exemplo, que saiu dos grandes centros e trabalha em casas do interior, sem problemas, produzindo e recebendo seu dinheirinho honesto. Isso é uma coisa. Outra coisa é a chuncharada dos políticos para empregar os amigos ou credores. Aí, minha gente, pode grampear o sujeito na mesa que ele não vai produzir nada. Mas a idéia em si, do trabalhador virtual, é muito boa.

  6. MUDOU DE NOME
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 18:43 hs

    OK, funcionário fantasma agora mudou de nome, passou a ser “funcionário virtual”, que escárnio, picaretagem da gorssa deputado, teu chefe, o lula, já falava que no congresso “tem uns 300 picaretas”…. essa petezada não se emenda, é a legalização do funcionário fantasma mesmo, é fazer o povo de trouxa mesmo, vai se catar seu pilantra, quer dar salário para teus correligionários ganhar sem fazer nada, como é comum no teu partido, VERGONHA!

  7. Maiko Vieira
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 18:46 hs

    E o salário será virtual ou real?
    será que agora em vez de fantasmas, teremos virtualmente pessoas trabalhando de verdade?
    será?
    até onde vai a criatividade dos nossos legislatores, porque não cemeçamos a eleger deputados virtuais, já que a maioria nem virtualmente trabalha?

  8. SYLVIO SEBASTIANI
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 18:53 hs

    Este Elton Welter, usou o sobrenome de Ivo Welter, que foi meu suplente de Vereador em Toledo, assumindo meu lugar nos idos de 1957, comerciante e com enorme prestigio na ciodade, muito ligado ao Padre Antonio, um dos fundadores de Toledo. Bem, isso é um detalhe, agora seu Projeto: 1° a Presidente do PT disse que “O PT vai cobrar punição aos Gafanhotos”; 2° A Emenda Constitucional n°19 em seu art.3° item XVI Diz: é vedada a acumulação remunerada de cargos públicos, exceto, quando houver compatibilidade de horários, observado em qualquer caso o disposto no inciso XI (sobre mandatos eletivos) admitidos de dois cargos de professor e médicos. A Lei se aprovada na Assembléia, necessita a comprovação permanente, que não exerce cargo público, se é que não seja inconstitucional, pois tambem o Estatuto dos Funcionáraiso Públicos, em seu art.272 e 273, sendo que este no Parágrafo Único diz:’PROVADA MÁ-FÉ, O FUNCIONÁRIO PERDE TODOS OS CARGOS E RESTITUIRÁ O QUE TIVER RECEBIDO INDEVIDAMENTE”.

  9. Pedro Vigário Neto
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 18:57 hs

    – É o fim da picada;
    – O fim do mundo deve estar bem próximo. Não é possível. Se, hoje que os caras deveriam bater ponto/assinar alguma coisa, já tem um monte de gente que não aparece, imaginem no futuro……
    – É realmente a casa da mãe Joana;
    – Bom pessoal, parem para pensar ! Tinha que ser um projeto da gangue. O estranho é que foi aprovado…
    – Tô de saco cheio;
    – Oficializaram o funcionário fantasma;
    – Um projeto deste, poderia funcionar, a partir da hora que trocarmos TODOS os atuais políticos e moralizarmos as próximas gestões;
    – E o pior é que nós vamos pagar por mais esta falcatrua;

    Abraço.

  10. ABANDONADOS DO ALIAN
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 19:44 hs

    Partido dos Trabalhadores Virtuais PTV, este é o prato cheio e impróprio, num momento em que se tentava implantar a transparência na Assembléia divulgando informações de seus gastos, pasmem são DOIS MIL FUNCIONARIOS. Uma reengenharia nos recursos humanos faz necessario, são gastos desnecessários improdutivos CUSTO X BENEFICIOS negativo para o bolso do contribuinte.
    AGORA RESOLVERAM CRIAR OS VIRTUAIS. No local de trabalho já são o que são….

  11. Cidadao
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 20:12 hs

    Onde está a Presidente do PT Sra. Gleise para dar a posição dos moralistas do PT e dizer que isto sim (funcionário virtual) é imoral.
    O PT tem de expulsar um deputadinho destes. Já sei qdo são companheiros não vale.

  12. Litoral do Pr
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 20:33 hs

    Essa questão do “servidor virtual” é contagiosa. Aqui no litoral, Pontal do Pr, tá cheio de “servidor virtual “, melhor dizendo, “vagabundos” roubando dinheiro público. É coisa pro MP.

  13. rock
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 20:51 hs

    Tropa de Bananas, não sabem o que custa para a população manter essa corja com essas ideias cada vez mais idiotas

  14. Maneco
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 21:14 hs

    Não é novidade. A deputada Beti Pavin de Colombo tem uns 15 funcionários…… virtuais já faz tempo.
    Andam todos os dias virtualizando pelas ruas de Colombo, mas nas coisas deles. Pizzaria, Petshop, Recapadora de pneus, costureira, camioneiro, sem falar na namorada do vereador Waldirlei, que é virtual duas vezes: uma como funcionária do gabinete da deputada Beti e outra como namorada virtual do vereador.

  15. JpS
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 21:36 hs

    Sou contra a idéia dependendo do caso é claro. Acredito que estamos em um país que não tem disciplina para que se desenvolva tal tipo de trabalho. E se tratando de servidor público ainda, o trabalho que já era lento vai ficar mais lento ainda.

  16. SYLVIO SEBASTIANI
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 21:40 hs

    Eu tenho um Diário da Assembléia Legislativa do Paraná de 18 de Maio de 2006, que nomeou uns 500 funcionários efetivos. Tenho um Requerimento do Deputado Tadeu Veneri, datado de 29 de maio de 2006, solicitando informações sobre a data do último concurso público, relação dos candidatos aprovados, e cargos, numero do ato e data da investidura, relação dos servidores licenciados e cedidos, e mais informações.ATÉ HOJE, não responderam. Tenho o Diário da Assembléia Legislativa do Paraná de 31 de março de 2009, com a relação dos funcionários efetivos e comissionados.Este os nomes não conferem com o primeiro de 18 de maio de 2006. CHEGA ?

  17. MARY
    terça-feira, 14 de abril de 2009 – 22:52 hs

    Na verdade, penso que o vermelho atual dessa gente é um vermelho muito mais antigo do que a cor da bandeira deles. E um vermelho e saudável, que eufemicamente se diz rubor das faces, para não se dizer de vergonha na cara.

    Vergonha na cara de quem não admite mais a demagogia. Vergonha na cara de quem quer absoluta transparência das atividades do legislativo. Vergonha na cara de quem abomina a mentira e a hipocrisia, especialmente quando maquiada com lembranças do ‘perigoso solcialismo’.

    Vergonha na cara, penso, de quem quer ver respeitada e cumprida a Constituição de 1.988.

    Em resumo, só vergonha na cara. De quem exige justiça e verdade.

    Ter vergonha na cara representa um limite intransponível. Violado, a sociedade despreza seu violador, pois não se pode conviver sem brio.
    Que é ter vergonha na cara? O dicionário Aurélio assim define: “ter sentimento da própria dignidade; ter brio.” É o que mais nos falta na política, nos portadores de poder público, em deputados, senadores, e em outros tantos ladrões e corruptos de colarinho branco. Com a maior cara de pau e sem-vergonhice renegam suas lutas e manifestos, mentem sem escrúpulos . Roubar do erário público, é CONTRATAR ASSESSORES VIRTUAIS…assaltar verbas DE RESSARCIMENTO não produz vergonha na cara para certos políticos. Esqueceram o que semearam. Esqueceram a ética…ESPERO DE CORAÇÃO QUE OS SÉRIOS DEPUTADOS NÃO APROVEM ESSA POUCA VERGONHA NO PLENÁRIO!

    Aqui vai um comentário de um “catador de lixo” …. “o que mais me dói é que tenho que perder a vergonha na cara e me sujeitar a viver do lixo. Mas não sou “catador”, sou trabalhador que com o meu trabalho digno consigo alimentar minha família”. Se nossos políticos desavergonhados tivessem a vergonha desse trabalhador, digna e dignificante seria a política de nosso país. ESSA VAI PARA O DEPUTADO ELTON WELTER – O HOMEM DO PT.

  18. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 15 de abril de 2009 – 3:09 hs

    Vão legalizar a pilantragem, vamos descobrir quantos são e quem são os funcioinários do gabinete do “brilhante” parlamentar, ele deve estar legislando em causa própria, caso contrário não insistiria nessa bobagem.

  19. Angelina Arnoni
    quarta-feira, 15 de abril de 2009 – 7:20 hs

    o único Deputado que tem honra para lutar pelo povo foi o Tadeu Veneri, o resto lutam pela individualidade pessoal e pela escuridão nas contratações! chega de corrupção.

  20. INGENUIDADE......
    quarta-feira, 15 de abril de 2009 – 10:29 hs

    Angelina Arnoni…você está enganada…que Tadeu veneri vc. está falando??????? Daquele que ajudou aprovar o Projeto de aumento do ICMS??? – Aquele Tadeu Veneri..que ajudou a empregar o irmão do governador Requião??? – Aquele Tadeu Veneri que virou “lambe botas” do governador Roberto Requião e garotinho de recados da Presidente do PT? Me cite um projeto do Veneri apresentado neste ano e no ano passado que beneficiou o povo paranaense??? Esse deputado é pior do que os outros do PT, pq se camufla e não assume de vez que é igual ou pior do que os demais! A nossa sorte é que esse Tadeu não volta mais pra assembléia o ano que vem…tenho certeza que desgostou o povo e caiu no descrédito..e quando caiu no descrédito…vail adeira abaixo!!!!!Procure se atualizar amiga, faz tempo que o seu deputado tá de braços cruzados vendo o bonde passar!!!!!!!!!!!!!!!

  21. NINA
    quarta-feira, 15 de abril de 2009 – 11:20 hs

    kkkkkkkkkkkkkkk..Essa louca da Angelina tá viajando na maionese…Será q é uma parenta? pra defender esse dóido do Veneri..só pode ser chegado dele! Esse cara é mais sujo q pau de galinheiro e pinta de bonzinho!!!!!!!!!!

  22. Fatos
    quarta-feira, 15 de abril de 2009 – 11:45 hs

    Para a contratação de certos funcionários, principalmente técnicos especializados, como webmaster, advogados, publicitários, contadores, economistas, existe uma dificuldade muito grande do Poder Legislativo em conciliar bons funcionários, com eventuais horários que possam ter, além do que, certos cargos possuem salários muito baixos e voce apenas encontra um funcionário qualificado quando lhe permite conciliar o serviço que ele irá prestar para o Deputado com outros trabalhos que possa ter, por exemplo um salário de 1.200 para um advogado é um salário muito baixo, ele acaba ficando pouco tempo, e mais fácil contrata-lo, ele presta assessoria jurídica, cumpre com os seus deveres e mantem o seu escritório advogando na iniciativa privada. Este é um lado, outro lado é que, muitas vezes o funcionário é necessário em outras cidades, em outras regiões do Estado, em carácter permanente, não podendo comparecer a Assembléia fisicamente, mas nem por isso deixa de trabalhar muitas vezes 12 horas por dia para o Gabinete Parlamentar no qual está nomeado, ou seja, são várias as situações, o povo é muito moralista e hipócrita. As questões devem ser vistas com imparcialidade, analisando cada caso, e não julgando previamente, que existem funcionários fantasmas existem, mas nem por isso deixa de ser verdade o que acabei de citar acima.

  23. MALACO
    quarta-feira, 15 de abril de 2009 – 12:39 hs

    PARECE QUE TOLEDO SÓ PRODUZIU “TRAIA” NA POLÍTICA. DONINS, WELTERS, GENAROS, E VAI POR AÍ A FÓRA. A ÁGUA DE LÁ DEVE SER AMALDIÇOADA. SE TIRAR ESSA CIDADE DO MAPA POLÍTICO DO PARANÁ NÃO SE PÉRDE NADA.

  24. Cleverson Luíz
    quarta-feira, 15 de abril de 2009 – 16:09 hs

    “Pô, e o meu cargo…como fica!”

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*