Pessuti, a salvação da lavoura dos deputados | Fábio Campana

Pessuti, a salvação da lavoura dos deputados

orlando-pessuti1

Hoje, o PMDB se reúne para pensar sobre o seu próprio destino. Ou melhor, o destino de seus deputados e políticos de carreira que tentam armar um plano de sobrevivência neste fim de ciclo da hegemonia de Requião et famiglia et caterva no poder.

A idéia da maioria é lançar o atual vice Orlando Pessuti candidato a governador para a salvação da lavoura de cada qual. São 17 deputados estaduais e 17 deputados federais que percebem o desastre no próximo ano se não tomarem providências imediatas.

Pessuti será candidato à reeleição, pois estará no cargo de governador, substituindo Requião que se desincompatibilizará para concorrer ao Senado. Tem chances de movimentar a máquina e, no mínimo, de ajudar a levar a disputa do governo para o segundo turno. Para os deputados será uma mão na roda, eles que estão prevendo a catástrofe. Os mais otimistas acreditam que metade da atual bancada na Assembléia Legislativa poderá soçobrar, na esteira do naufrágio de Requião.


12 comentários

  1. Valmor Lemainski
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 10:35 hs

    O Pessuti fará a campanha montado neste boi ou no quadriciclo ocupado pelo Requião?

  2. marta reis
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 10:52 hs

    Requião e seus capachos…sempre tem um
    na mão, para o serviço sujo…Pecuaristas
    do Paraná conhecem a capacidade do tal
    pesuti…estão no prejuízo até hoje………….

  3. OLHO VIVO
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 11:23 hs

    Mais um GAFANHOTO ….

  4. jarbas@hotmail.com
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 11:51 hs

    Pela foto que vejo o boi esta doente e sendo conduzido por um peão, se Pessuti não consegue conduzir um boi doente , como conduzirá o Paraná ?????????

  5. Geraldo
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 11:59 hs

    Não entre nessa Pessutão

  6. MARLUS
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 12:17 hs

    A SALVAÇÃO DO PMDB JÁ ESTÁ SENDO ARTICULADA. O ENCONTRO DO SENADOR ALVARO DIAS COM O FUTURO GOVERNADOR PESSUTTI JÁ É PARA ENGENDRAR ESSAS ARTICULAÇÕES. O PESSUTÃO TEM MAIS DE 30 ANOS DE “JANÉLA” E PARA BÔBO É QUE NÃO SERVE.

  7. ronaldo
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 12:21 hs

    Perguntar não ofende, salvação da lavoura de quais deputados ?

  8. SYLVIO SEBASTIANI
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 12:48 hs

    Agora os deputados defendem, agradam o Orlando Pessuti, antes davam ponta-pé. São uns aproveitadores.

  9. Joana Darc
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 13:12 hs

    são só 8 deputados federais do pmdb do pr!!!

  10. segunda-feira, 2 de março de 2009 – 13:30 hs

    Se os deputados dependem do Pessuti prá salvar a lavoura estão perdidos.
    A lavoura já foi dizimada por um bando de gafanhotos.O Pessutti é o gafanhotão mor

  11. Carlos
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 13:48 hs

    O Pessutão é uma boa pessoa e um bom dirigente partidário, mas tem de se cuidar para conseguir atingir a seus propósitos!

    Muitos dos que estão a sua volta não estão nem um pouco preocupados com a sua futura eleição para o governo. Os objetivos destes são o de apenas elegerem os seus deputados e o Requião para o senado!

    O maior cuidado que o Pessuti tem de ter é com a sua comunicação.
    Muitos destes marqueteiros não estão nem um pouco preocupados com a eleição para o governo e vão tentar fazer da candidatura ao governo apenas um caixote para o Requião fazer os seus proselitismos panfletários.

    Vão tentar fazer com o Pessuti o que um dia já fizeram com o Max e o Moreira. Eles costumam transformar os candidatos pelo partido a majoritária em meros “papagaios” destilando ódios em vez de proposituras para atender os anseios do povo por soluções que tragam melhorias na qualidade de vida.

    Caso queira ampliar o leque de alianças, o que é necessário para poder se eleger o Pessuti tem de começar já a montar a própria equipe para cuidar da sua imagem, pois no Benedito e seus asseclas ele não pode confiar, já que as únicas preocupações eleitorais destes sofistas é o Requião no senado e a eleição de alguns deputados!

    Nas mãos deles a divulgação do programa de governo ficará em segundo plano!

  12. leitor
    segunda-feira, 2 de março de 2009 – 14:30 hs

    EI DONA MARTA…e outros tantos leitores desinformados ignorantes da verdade!

    Quem daclarou o Paraná como área de Febre Aftosa foi o Ministério da Agricultura e não a Secretaria de Agricultura.
    Se quiser culpar alguém, culpe o Ministro Roberto Rodrigues que teve seus motivos para fazer isso, afinal hoje ele é presidente de uma das maiores associações ruralistas do Brasil..o que prova que houve um belo de um ganho nessa manobra.
    Foi constatado que não havia nenhum animal com a doença no Paraná , alguns apresentavam sintomas o que acarretou numa suspeita. Esses sintomas são decorrentes da vacinação que pode causar reação em alguns casos, assim como nos humanos!

    Um ministro Paulista declarar febre aftosa no Paraná , rompendo automaticamente contratos desfavoráveis em Dólar sem precisar pagar um centavo de multa indenizatória… para 2 anos depois fechar contratos muito mais rentáveis…

    Agora pergunte se com o Leite das Crianças que paga o preço justo do Leite ao produtor, financiando através de projetos da SEAB equipamentos para manter a qualidade do produto assim como uma assistência técnica apropriada sem falar no melhoramento genético do rebanho leiteiro no ESTADO ele tem prejuízos?

    Vamos em frente Pessuti!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*