Parentes de desembargadores terão que ser demitidos | Fábio Campana

Parentes de desembargadores terão que ser demitidos

A nora do desembargador Edson Luiz Vidal Pinto, servidora Bianca Emanuelle Vidal Pinto, e o genro do desembargador José Augusto Gomes Ancieto, o servidor Marlus de Oliveira, não poderão permanecer em seus cargos comissionados. Ambos trabalham no gabinete dos seus parentes desembargadores, no Tribunal de Justiça do Paraná.

Segundo a assessoria de imprensa do Conselho Nacional de Justiça, a decisão foi tomada em sessão plenária com base no entendimento de que, mesmo que o vínculo familiar seja criado após a nomeação no cargo, não é permitida a manutenção do servidor hierarquicamente subordinado ao magistrado.

A assessoria de imprensa do TJ Paraná informou que o presidente do tribunal só se manifestará sobre o assunto após ser notificado oficialmente pelo CNJ.


4 comentários

  1. jango
    quinta-feira, 19 de março de 2009 – 17:19 hs

    O nepotismo esteve tão enraigado e foi tão escrachado, inclusive nos poderes públicos do Paraná, que até “direito adquirido” parece que pretenderam invocar …. A Constituição da República está em vigor desde 1988, só vinte anos pasaram, para se aperceberem de que o que ali se contem não são palavras ao vento. Ponto para o CNJ.

  2. Luis Konig- Ctda
    sexta-feira, 20 de março de 2009 – 8:22 hs

    COM CERTEZA SERÃO REMANEJADOS PARA OUTROS ÓRGÃOS OU ENTIDADES, A EXEMPLO DO TCEPR.

  3. Emerson
    sexta-feira, 20 de março de 2009 – 12:08 hs

    No caso dos dois, é uma pena. Ambos são muito competentes e sempre atenderam os advogados das partes muito bem.

  4. Pedro Vigário Neto
    sexta-feira, 20 de março de 2009 – 13:49 hs

    – A lei existe ? Então cumpra-se a lei e ponto final;

    – O Brasil precisa de bons exemplos, caso contrário todo mundo quer “mijar fora do pinico”.

    Abraço

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*