O bêbado e os crentes em Prudentópolis | Fábio Campana

O bêbado e os crentes em Prudentópolis

Prudentópolis tem a segunda maior taxa de alcoolismo do Paraná. O prefeito recém eleito, Gilvan Agibert, do PPS, quando estava em campanha, fazia discurso enumerando os problemas que iria enfrentar. No palanque, dizia:

— “Vejam vocês, Prudentópolis é o segunda cidade com o maior índice de alcoólatras.”

No que foi interrompido por um conhecido bêbado da cidade:

— “Isso é por causa desses crentes que não bebem. Se não fosse eles, nós já seríamos a primeira do Brasil!”


7 comentários

  1. Pedro Rosario Neto
    domingo, 8 de março de 2009 – 22:38 hs

    – Esta piada é muito velha…

    Abraço.

  2. Paolo
    domingo, 8 de março de 2009 – 23:02 hs

    não conhecia e gostei!

  3. BEBADO
    segunda-feira, 9 de março de 2009 – 1:20 hs

    O candidato encima do palanque fazia o discurso, equanto no meio do povo o bebado o interrompia com um comentário paralelo. Dizia o candidato:
    Se eu for eleito, vou plantar arvores nas calçadas. O Bebado aplaudiu: Muito bem, vou me agarrar nelas para não cair quando tomar umas e outras.
    Candidato: Se for eleito vou tapar os buracos das ruas. O Bebado: Muito bem, não vou cair mais nesta buraquera que existe.
    A cada intervenção do Bebado o povão caia na gargalhada e foi deixando o candidato p da vida, até que falou com decisão, se referindo ao bebum.
    Se for eleito, vou acabar com a cachaça nesta cidade.
    Silencio e todos esperaram o comentário do Bebado que veio na hora. “Nâo dá pra elogiar, já começou a falar bobagem”

  4. Bidinho
    segunda-feira, 9 de março de 2009 – 8:02 hs

    Gostei, valeu a piada sendo velha ou não, pois o blog anda chato.

  5. Carlão
    segunda-feira, 9 de março de 2009 – 8:58 hs

    O candidato disse: O pedágio acaba ou abaixa !
    o Bebado disse : eu bebo, mas tenho carater.

  6. Andre
    segunda-feira, 9 de março de 2009 – 13:38 hs

    Nem foi nessa campanha o ocorrido… Foi em 2004 na campanha do Canderoi, que é médico e evangélico.

  7. thiago
    segunda-feira, 30 de março de 2009 – 12:02 hs

    se nao fossem as bodegas nos nao seriamos nada nessa cidade de merda

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*