Ilha do Mel será administrada por Paranaguá | Fábio Campana

Ilha do Mel será administrada por Paranaguá

baka-gara1

O prefeito de Paranaguá, José Baka Filho, esteve na Ilha do Mel hoje e conversou com os líderes comunitários e vereadores. Ouviu relatos do descaso do governo com o estado com a Ilha e decidiu nomear um administrador regional. “A Ilha do Mel terá um administrador regional escolhido pelas lideranças”, afirmou.

Segundo o diretor da Associação dos Moradores de Encantadas, João Lino, o governo estadual tem demonstrado, ao longo do tempo, ser totalmente incompetente nas soluções dos problemas cotidianos dos ilhéus.

O prefeito Baka garantiu que a equipe jurídica da prefeitura de entrará, no mês de abril, no Supremo Tribunal Federal com uma ADIN(Ação Direta de Inconstitucionalidade) para a revogação da lei sancionado pelo governador, que dá poderes ao IAP(Instituto Ambiental do Paraná) para administrar a Ilha do Mel.


32 comentários

  1. Francisco Alpendre
    terça-feira, 24 de março de 2009 – 19:30 hs

    Se a ilha faz parte da cidade de Paranaguá, qualquer lei estadual que transfira ao Estado do Paraná soberania administrativa sobre ela é de inconstitucionalidade flagrante. Rezam as cláusulas pétreas da Constituição Federal, art. 60, par. 4o, que qualquer emenda que tenda a abolir o sistema federativo ou mesmo atenuá-lo sequer pode ser apreciada pelo Congresso. No caso, é evidente que há invasão da competência administrativa da cidade de Paranaguá.

  2. J.K.Lott
    terça-feira, 24 de março de 2009 – 20:18 hs

    Por onde passa o IAP não nasce grama! É demais a arrogância dos fiscais, mal conhecem uma samambaia, o que dirá o resto. Aqueles que há anos vem preservando a Ilha são os que mais sofrem nas mãos desses “técnicos” incompetentes. Fora IAP, já vai tarde…

  3. Jairo
    terça-feira, 24 de março de 2009 – 20:49 hs

    Acho que esta mais do que na hora do Prefeito Baka, realmente assumir a Ilha,esperamos ver as melhoras dentro de breve,pois neste periodo que o IAP esta la só ouve retrocesso.

  4. MARTINS
    terça-feira, 24 de março de 2009 – 20:52 hs

    Como é que pode? Esse governo não serve pra nada. Até o Victor Hugo Burko que foi um otimo prefeito em Guarapuava, esta estagnado no IAP. Não faz nada sem falar com o RASKA, que por sinal só quer saber de cachaça e pentear os cabelos (mau) a implantados.Ainda bem que esse ciclo está acabando. O PSBS, seja com o ALVARO ou com o BETO, vai colocar nosso estado nos trilhos do desenvolvimento novamente.

  5. Beto
    terça-feira, 24 de março de 2009 – 21:39 hs

    Olá Martins…

    O Burko tem que pedir penico a quem?

    Consulte ao Priberam.

    O nome adotado já diz:

    RASCA=BEBEDEIRA

  6. ADMIRADOR DA ILHA
    terça-feira, 24 de março de 2009 – 22:17 hs

    Que bela notícia acabo de ler.Fora pro Governo do Estado, seus organismos que sempre quizeram dar as ordens e nunca levaram a nada à Ilha do Mel. Chega do IAP e seus dirigentes de serra acima dar as ordens. Não conhecem nem as marés e vem dando ordens. Penso numa grande festa, com toda a comunidade para celebrar esse feito. Prefeito Baka, você ta com tudo para fazer a felicidade do ilhéu que anceia por novos e bons dias.

  7. Patricia
    terça-feira, 24 de março de 2009 – 23:27 hs

    Concordo que o IAP só faz praqueles que pagam propina. Os Ilhéus só sofrem na mão deles. Tomara que a prefeitura de Paranaguá não faça o mesmo. Como sempre digo, não adianta mudar o governo, pois esse só beneficia a elite, independente de partido. E não falo apenas do governador, ou presidente, mas dos seus braços, é duro!

  8. Bidinho
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 0:15 hs

    Se isso for verdade, vou descer pra comemorar com a dona Nicinha e familia…Aliás, esses caras do IAP acabaram com a Ilha do Mel. Aos bacanas tudo pode e aos nativos, o rigor da lei né seu Reginato.

    Bons tempos né Nilo, onf bons tempos aqueles forrós no Mariscão e a gente feliz, aí vem esses caras q não sabem diferenciar uma jaracuçu de uma jararacauma herança maldita

  9. Bidinho
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 0:21 hs

    Errei, desculpem…

    Dizia q isso sim é’uma herança maldita.

    O certo é fazer o IAP replantar todos os pés de araça que protegiam aquele lugar e acabar com a folia das gatinhas q adoram passear de lancha as custas da viuva.

  10. pedro henrique
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 1:20 hs

    PARABENS AO BAKA. ESSE IAP IMCOMPETENTE, SE ACAM O PESSOAL QUE TRABALHA LA , NAO TEM COMPREMETIMENTO COM ILHA. E ESSE RAISKA , AINDA VAI SER CANDITADO A DEPUTADO ESTADUAL HEHEHEHEHEH

  11. Zé do Coco
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 2:12 hs

    Nunca fui à Ilha do Mel, apesar de viver no Paraná há mais de 40 anos. Assim como nunca fui a Guaraqueçaba. O que não me impede de entender que o patrimônio do Estado deve ser administrado por quem vive no território e não no mundo da lua como certos governadores.

  12. dercy gonçalves
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 7:02 hs

    E vamos construir casas na ilha.

  13. Caiçara
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 9:38 hs

    Uma gestão municipal como a de Paranaguá, que não dá conta nem dos deveres de “casa” vai cuidar de um Patrimônio como a Ilha do Mel de que forma?
    Ou expliquem melhor a notícia…

  14. Eduardo de Oliveira
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 9:41 hs

    Fiquei contente com a súbita iniciativa do sr. prefeito e de sua bancada legislativa (seis vereadores) em visitar a “ILHA DO MEL”.Principalmente, que tal ação deu-se logo após a votação na Cãmara onde a bancada do sr. prefeito derrubou o pedido do vereador-presidente em promover uma sessão ordinária na referida ilha. Afim, efetivamente de ouvir os insulanos. Principalmente no tocante a cobrança abusiva de água (aumento de mais de 200%). Espero que não seja apenas mais uma promessa como tantas outras.Eles merecem respeito e atenção.

  15. bimbo
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 9:58 hs

    Também, com aquele “fiscal” Cisnero, um “cachacista” militante.

  16. Parnanguara
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 10:07 hs

    Quem sabe, numa próxima investida, municipalisar o Cais do Porto de Paranaguá. Ou, na pior das hipóteses, amealhar royalties para o município.

  17. Ricardo
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 10:20 hs

    Esse IAP é mais um tentáculo de Requião.
    Só serve aos interesses do governador, assim como Delazari, Justus, Romaneli.
    Usa orgãos do governo pra atrapalhar o governo da oposição.
    É O VERDADEIRO COVARDE CANALHA.
    DÁ AS CARAS REQUIÃO. DEIXA DE DAR ORDENS A SUBALTERNOS E MOSTRA A CARA PRO POVO VER.

  18. Guardalupe
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 11:43 hs

    A legislação ambiental não é prerrogativa somente do estado, cabe tbm aos municipios…

    Pra quem disse que agora vão construir mais casas na Ilha do Mel…Pois digo que nunca se construiu tantas casas na Ilha como se construiu durante a gestão do atual coordenador.

    O anterior também era uma anta que favorecia somente os abutres da vida, que tomaram de assalto a ilha e com a proteção do estado.

    O João armou uma barraca com o Coelho, pra vender cerveja no carnaval. levou na labia o seu Sebastião, pai do Oza e se instalou no quintal, ganhou muito dinheiro, sem que desconsidere o seu empreendorismo, mas será que reverteu alguma coisa para o benificio do local?

    Que nada! Quando pode, construiu no “terreno” do nativo, “em sociedade”, praticamente em cima da praça das abelhas. Naquele local não poderia, pois teria que derrubar algumas arvores e também interferir na vegetação rasteira, e que sabemos ser essa a principal razão do solo se proteger da erozão provocada pelo avanço das marés, O IAP não sabe. Sendo assim e com a permissão conseguida, começo a febre de contruções de imponentes pousadas na Ilha, aos nativos, nem um a linha de crédito, ao contrário, somente a linha do carrinho de bagagens. E quem será que permitiu isso?

    O IAP

    Falo disso porque vi com os meus próprios olhos.

    E quem de fato gostava daquele lugar era um senhor por alcunha de Elefante, ele sim um grande ambientalista e ecologista, numa época que ninguem sabia o que era isso, e junto com alguns amigos e frequentadores, iam pra lá por gostar e também para criar condições aos que ali viviam e vivem ainda. Cansei de verificar esse senhor juntando sacadas de lixo ali na praia da Brasilia e se estou equivocado que me desmintam ou então verifiquem com os mais velhos, entre eles o Perigoso, Luciano, Nilo e outros.

  19. Anônimo
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 11:47 hs

    não sei o qué é pior, deixar a Ilha nas maõa de Zé Baka o imcompetente, ou do Raska o maior mentiroso ambiental

  20. Mariah dos Anjos
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 11:53 hs

    Tudo bem que a Ilha do Mel precisa de mais cuidado e ateñção e que o governo estadual atual não tem dado conta do recado. Mas aí cair nas mãos sujas do Ba-Baka (desculpe, é que sou gaga)? Ninguém merece! O Baka não consegue nem dar conta de um patrimônio histórico que é Paranaguá, imagine do resto……. O atual prefeito não conseguiu nem resolver o preblema ambiental do lixão do Embocuí, quem dirá cuidar de um paraíso como a Ilha do Mel. Este prefeitinho deveria parar de ficar procurando coisas para desacreditar o atual governo estadual e cuidar mais das pessoas que estão se afogando na merda, sem água potável e sem saneamento básico. Ou talvez, o interesse do Ba-baka seja construir uma filial do luxuosíssimo hotel que atualmente está sendo levantado com o dinheiro público em Foz do Iguaçú.

  21. Ricardo
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 14:44 hs

    Mariah, em primeiro lugar, não se deve criticar uma cidade e seus governantes sem morar nela ok.
    Isso aqui é um blog de politica e é democrático opinar sobre tudo e todos.
    Agora oque não vale é tentar deturpar fatos sem conhece-los. Sempre que puder, saia da sua cadeira aí, que deve ser paga com dinheiro público, e venha ao nosso litoral, principalmente à Paranaguá.
    Vai ver que como toda cidade tem seus pontos a favor e contra. E se der uma pesquisada, vai ver q o prefeito enfrenta a demencia do governo do estado, com todas as verbas cortadas pelo seu “patrão”.
    Vai ver também q a educação esta sendo tratada como nunca antes….seriedade.
    Vai ver q o irmão do seu “patrão” acabou com os portos daqui, deixando o comercio quase a zero.
    Informação cara Mariah, sempre é bom e faz bem. Oque não faz bem é mamar nas tetinhas do governo né não???
    Se é q vc é mulher.

  22. Mariah dos Anjos
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 15:21 hs

    Querido Ricardo, pra começar a conversa sou parnanguara há 30 anos e não tenho orgulho nenhum em morar numa cidade onde não há saneamento básico desde o século XIX. Não pertenço ao serviço público e sim, à iniciativa privada.
    E mantenho o meu posicionamento de que a gestão Ba-baka é completamente imcompetente porque não serve à população e sim a donos de empreteiras e outros da banda podre da cidade.
    A administração do governo estadual não é de forma nenhuma perfeita, mas não se pode comparar um estado a um município.
    Paranaguá é uma cidade histórica, um dos principais municípios do Paraná e está literalmente nas mãos de um funcionário fantasma do porto de Paranaguá. A Ilha do Mel não será diferente, tudo o que este homem toca é destruído de alguma forma. Ele não tem a menor consciencia ambiental, se tivesse, as pessoas não estariam se alimentando de dejetos no lixão do Embocuí.
    Ricardo, acho melhor vc parar de mamar nas tetas do Bá-baka e dar um olhada para o que existe ao seu redor.
    PS – Sou mulher sim e com muito orgulho!!!!!!!

  23. chico paranaguá
    quarta-feira, 25 de março de 2009 – 21:22 hs

    Se fosse com Alceuzinho prefeito, tudo bem. O Baka teve a administração da ilha desde janeiro de 2005, data de sua posse. Não fez nunca nada na ilha (só festa com o Rafinha). Só porque desde janeiro de 2009 a administração da ilha ficou a cargo do IAP(uiuiuiui), agora o José Baka Junior vai tentar posar de “grande administrador”? Conta outra, Baka. Estra não tem graça. Não sei o que é pior: a Ilha na mão do Baka ou na do IAP. E parabens para Mariah dos Anjos ! Concordo com ela !

  24. summer
    quinta-feira, 26 de março de 2009 – 2:52 hs

    Gostaria muito de saber pq o sr. Waldir Pugliesi é dono de uma casa no valor de 20 mil…na Ilha do Mel ??????
    Isso pode???…ele é nativo de lá???

    Esta informação está na declaração de bens que vi no site do ” transparência Brasil “.

    ????????????????????????????????????

  25. Ricardo
    quinta-feira, 26 de março de 2009 – 14:13 hs

    Mariah…
    Realmente vc não é daqui.
    Defender Requião em nossa cidade?
    Não existe saneamento “básico”??Então moramos num sítio??
    Empreiteiros e banda podre???

  26. sítio do Requião
    quinta-feira, 26 de março de 2009 – 15:11 hs

    Summer, não é só o Valdir, tem o Renato Adur com uma super pousada, Luciano Pizzato, alguns dezembargadores, técnicos do IAP, tem também a Coordenadora de Educação Amabiental da SEMA que é claro do PV, não duvido se o Melo Viana não tenha casa, aliás tem mais forasteiro do que nativos. Esses sim podem fazer o que quiser ampliar construir o coitado do nativo não pode trocar à tábua da parede que é crime. É um descaso com a comunidade da Ilha do Mel o que o IAP, SEMA e GOVERNO estão fazendo.

  27. Guardalupe
    quinta-feira, 26 de março de 2009 – 17:45 hs

    Uma segestão para prefeitura. Assim que tomar conta da Ilha, desapropriar os imóveis ilegalmente construidos, principalmente os de alguns figuras manjadas e protegidas pelo IAP, conforme comentário acima. Aliás, contam que algumas figurinha do 1/2 ambiente construiram chalés no pico Marumbi, eu espero que isso seja apenas uma lenda.
    Retomando, O primeiro decreto tem que ser para instituir IPTU para os forasteiros que construiram casarões na Ilha do Mel…Eles vão ter que pagar um IPTU bem caro pra justificar a vaidade, a impunidade, o descaso, a truculência, o abuso de poder, a ganância, a esperteza e a malandragem, pois alguns atracavam e acho que ainda atracam na calada da noite pra descarregar os materiais de construção.

    Pergunto, o Ministério Público não vai se coçar?

    E não esqueçam de reverter o imposto em benfeitorias na própria Ilha.

  28. Marcia
    segunda-feira, 6 de abril de 2009 – 17:10 hs

    Bom…não sou de Paranaguá e nem nativa da Ilha, porém, gosto muito deste lugar, pois das poucas vezes que estive na Praia de Encantadas, fiquei impressionada com a receptividade das pessoas que moram nesta Unidade de Conservação e talvez nem o IAP saiba da importância da Ilha do Mel, por que não entendo como um lugar como este esteja com a qualidade da agua tão comprometida…acho que não adianta colocar “plaquinhas” dizendo IMPRÓPRIO para banho, isso até eu faço….quero ver é acabar com o problema.

  29. everson chemure
    sexta-feira, 14 de maio de 2010 – 1:59 hs

    hilarioo !!! acabou tudo em pizza!!!

  30. Anonimo
    quinta-feira, 20 de maio de 2010 – 1:03 hs

    Os fiscais di IAP sao prepotentes, mal educados e tem um de nome Andre que so vive bebado por la.

  31. Antonio Nunes
    segunda-feira, 14 de junho de 2010 – 15:54 hs

    André bebado é o de menos, pior as meninhas andando de lancha e dormindo em casas de guardas parques, etc etc e tal. …

  32. Antonio Nunes
    segunda-feira, 14 de junho de 2010 – 15:54 hs

    De menos não….. é tudo demais pra nossa cabeça mesmo!!!!!!!!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*