Você acredita na aliança de tucanos e o PMDB no Paraná? Alvaro acredita | Fábio Campana

Você acredita na aliança de tucanos e o PMDB no Paraná? Alvaro acredita

alvaro-e-pessuti2102c

O senador Alvaro Dias (foto) acredita. Aliás, tem certeza de que é pelo caminho dessa aliança que terá a sua chance de sair candidato a governador pelo tucanato nativo. Por enquanto, a maioria no PSDB prefere Beto Richa ou Osmar Dias, do PDT, antes de considerar a hipótese de lançar Alvaro à sucessão de Requião.

É o objetivo nacional, de reconquistar a presidência da República, que comanda a política de alianças do PSDB do Paraná. O preferido dos tucanos para a presidência, José Serra, considera fundamental a aliança com o PMDB e é isso que alimenta a esperança de Alvaro e estimula sua aproximação ao PMDB, especialmente aquele PMDB mais subordinado a Requião que não engole Beto Richa e menos ainda Osmar Dias.

Por aí se explica a foto, ao lado de Doático e cortejando o vice Orlando Pessuti, que ameaça sair candidato, mas não fecha a porta para negociações com Alvaro, Beto ou Osmar.


10 comentários

  1. Geraldo
    domingo, 22 de fevereiro de 2009 – 11:46 hs

    A Daysi se se macomunar com esse Don Ático tá f*…

  2. Almasor Abbas Adilah
    domingo, 22 de fevereiro de 2009 – 11:50 hs

    Embora respeite o senador Álvaro Dias, que é um dos melhores quadros partidários, acredito que caso a escolha do PSDB fosse feita hoje (pesquisas) seriam melhores as chances eleitorais do Beto Richa.

    Agora com pessoas como o Doático grudadas nele as chances dele cairiam para nada!

  3. Geraldo
    domingo, 22 de fevereiro de 2009 – 12:44 hs

    E o Pessutão, parece aqueles suinos rosados de raça; tá mais perdido que cachorro em caminhão de mudança…

  4. Rodrigo
    domingo, 22 de fevereiro de 2009 – 14:53 hs

    O Senador Alvaro Dias sem dúvidas é motivo de orgulho tanto para executiva estadual do PSDB, como para a nacional. Tem experiência comprovada e espírito democrático invejável. O Beto tem que ficar é na prefeitura, num futuro próximo (2014), ele poderá sonhar com o Palácio Iguaçu. O melhor pelo Paraná é Alvaro Dias Governador, Fruet e Requião Senadores!
    O presidenciável José Serra tem que ter palanque forte no Paraná, pois com a aproximação do OSmar Dias ao PT, precisaremos do PMDB ao lado do Alvaro no comando pela sucessão estadual e nacional!

  5. joão kassab
    domingo, 22 de fevereiro de 2009 – 16:51 hs

    Fabio. Não é a maioria do PSDB não. Ésó o Rossoni e o Traiano, que representam o grupo do Jayme Lerner dentro do partido. eles são minoria, espere para ver.

  6. LINEU TOMASS
    domingo, 22 de fevereiro de 2009 – 22:52 hs

    Fábio.

    Hoje, pelos fatos que se desencaderam nesta semana, acho que o grande confronto na disputa ao governo, será entre o BETO RICHA (PSDB), e o senador OSMAR DIAS (PDT).

    Este desfecho poderá ocorrer já na próxima semana, caso o OSMAR DIAS, aceite ser o lider do LULA no Congresso Nacional.

    Deste modo vejo que assegurada a candidatura do OSMAR, somado ao PT, e um grande número de outros partidos, o senador (mano) Álvaro, poderia declinar de disputar o governo pelo PSDB, para não concorrer contra o mano Osmar.

    Isto forçaria o BETO RICHA, a assumir a candidatura ao governo, empurrada pelos entusiastas “betistas” da prefeitura de Curitiba, somados aos “cassistas e lernistas”, que o cercam e até o eudeusam.

    Restaria saber para onde iria, neste caso, o PMDB da família Requião, se com o Beto Rciha ou o Osmar Dias.

    Eu acho que o Requião, iria com o Osmar Dias, para não subir no mesmo palanque do Jaime Lerner, e do Cassio Taniguchi.

    Outra opção do PMDB do Requião, seria lançar candidato próprio (o Pessuti), e tentar um acordo com UM DOS DOIS VENCEDORES DO PRIMEIRO TURNO, caso o Pessuti, não passe neste vesibular, para a segunda etapa.

    O quadro HOJE, é este, e no caso eu aposto no Osmar Dias.

    Amanhã, tudo pode mudrar.

    LINEU TOMASS.

  7. OVO INDEZ
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 7:19 hs

    Para os que não sabem, ovo indez é o que se usa para simular um ninho verdadeiro com a finalidade de atrair galinhas para botar ovos ali.
    Na política, alguns candidatos ditos “laranja”
    simulam candidaturas, mesmo inviáveis, para conseguir alguma condição de negociar.
    Nem sempre o blefe funciona.
    O ovo pode gorar e a laranja pode azedar.
    CLOVIS PENA

  8. Carlão
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 9:05 hs

    A diferença é que Alvaro se aproxima do PMDB, mas dos velhos de guerra que participavam juntos no MDB e Requião se aproximou e deu cargos de comissão e apoio aos do Lernistas, que diferença !!

  9. Pólvora pura
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 12:20 hs

    Foto com doatico?????????????
    Não entendi.
    Muito menos os “candidatos pré-carnavalescos” de bermuda e boné, o pessuti apesar das recomendações médicas continua gordo e o alvaro parece o tiririca.
    Do jeito que a coisa tá, vai aparecer um candidato diferente desta mesmice e leva de lavada.
    Podem anotar.

  10. Alexandre Ramos
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 14:55 hs

    Tudo bem que o Álvaro Dias é um político de muito ‘trânsito’ entre os diversos grupos, mas andar de braço dado com o Doático é um pouco demais. Será a luta pela sobrevivência política? Com 40 anos de carreira política, o Álvaro quase levou uma rasteira da Gleisi na eleição para o Senado.

    E o Doático? Essa é um figura que eu gostaria de compreender melhor. Tem um discurso agressivo idêntico ao do seu mentor, é influente, mas não se elege nem vereador.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*