Requião diz que não vai permitir redução do IPVA | Fábio Campana

Requião diz que não vai permitir redução do IPVA

requiao-ipva

O recado foi dado pelo governador Requião em tom de puxão de orelhas aos deputados que estavam hoje na escolinha de governo. A reunião do secretariado foi aberta com um comparativo entre o valor do IPVA cobrado no Paraná e o valor do mesmo imposto praticado em outros estados.

Requião encomendou esta apresentação ao diretor-geral do Detran Paraná, coronel David Pancotti, para responder a críticas de deputados que reclamaram do aumento na alíquota de caminhonetes de cabine dupla.

Requião criticou os deputados que queriam estudar um meio de baixar o IPVA no Paraná. Segundo ele, o IPVA vai ficar do jeito que está.


7 comentários

  1. ronaldo
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2009 – 17:10 hs

    Com a palavra os Deputados da base do govêrno.

  2. BREAK
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2009 – 18:04 hs

    Imaginem se ele iria deixar de ganhar dinheiro com tantos gastos mal feitos no Estado. De uma forma ou de outra tem de se cobrir rombos.

  3. jango
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2009 – 18:09 hs

    Eles já tem a solução, nós – o povo que paga todas essas contas – não sabemos qual é – então, o Inquilino do Canguiri posa de durão – acredite quem quiser nesta encenação ….

  4. CHICÃO PARANÁ
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2009 – 19:53 hs

    Corajoso esse Governado não? Só não teve coragem de VETAR a APOSENTADORIA dos DEPUTADOS….

  5. Mano da Vila
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2009 – 22:46 hs

    Vetou aposentadoria dos deputados por enquanto, pois vai negociar essa benesse a seu interesse oportunamente.

    Fora Requi!

  6. indignado
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2009 – 23:09 hs

    cobrar bastante imposto para cobrir o rombo nos cofres publico com tanta barbarice porque não baixa o pedagio como mentiu pro povo paranaense na campanha eleitoral

  7. Mirosmar da Paixão
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009 – 7:59 hs

    Essa redução do IPVA só vai servir para os ricaços, a turma da camihonete de luxo mesmo. Veja o meu caso, tenho um carrinho usado, 94/95, e vou pagar R$ 150, um pouco menos que no ano passado. O problema no Paraná e no Brasil é a ganância e a demonstração de poder, como se ostentar um carrão de luxo garantisse isso.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*