Polícia encontra corpo que pode ser do autor do crime em Caiobá | Fábio Campana

Polícia encontra corpo que pode ser do autor do crime em Caiobá

Segundo informações do G1, a polícia localizou o corpo de um homem que teria se suicidado na segunda-feira, em Curitiba. Segundo os policiais, ele pode ser o autor do assassinato do estudante de 22 anos, no fim de semana, na praia de Caiobá, em Matinhos. Na mesma ocasião, a namorada da vítima foi baleada e estuprada.

Segundo informações disponíveis até agora, a polícia vinha investigando denúncias de que este homem teria participação no crime. Há indícios de que ele esteve no litoral no último fim de semana, quando ocorreu o crime. O corpo do suspeito foi levado para o Instituto Médico Legal de Curitiba. Peritos devem fazer um exame de DNA.


11 comentários

  1. Fauca Trua
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 – 14:35 hs

    Estão achando um bode espiatório para este caso, com certeza

  2. paz
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 – 15:04 hs

    Isso a policia cientifica vai disser.Eu acho bem possivel q seja esse, pqq ficou provado q o cara é um louco, e suicidio é coisa depessoa perturbada tbem.
    Se for ele, ta la no inferno q é o lugar dele, qdo a menina, esta viva, boa pra frente.Ficara paraplegica?Nao é o fim do mundo, claro q é super chato e ate dificil no inicio, mas a vida tem desss coisas.

  3. LEANDRO
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 – 15:24 hs

    ESQUECERAM DE MENCIONAR, QUE O SUICIDA É POLICIAL MILITAR. OK
    SE FOI ELE O AUTOR DO CRIME, BOM QUE SE MATOU, UM A MENOS PARA ATERRORIZAR A VIDA DAS PESSOAS DE BEM…..VAI QUEIMAR NA CASA DO KAPETA…RSRSRSR.

  4. Rafael
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 – 15:25 hs

    Concordo com o Fauca Trua

  5. Centro
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 – 16:06 hs

    bode…

  6. paz
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 – 17:38 hs

    ja ta descartado!!!

  7. zapa
    sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009 – 8:25 hs

    Não acredito q seja este o homem,,sei q a policia do paraná esta em peso tentando solucionar mais este caso,q sera dificíl mais não impossivel.

  8. sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009 – 11:40 hs

    O secretário de segurança do estado, designou, 3 delegados para o caso de Caioba.
    Até agora não houve avanço, nas investigações. Será que o secretário, esqueceu de avisar que era para investigar o caso, e não tomar sol na areia. Número não é importante, mas sim eficiência.
    É assustador, o número de crimes, e barbaries que tem acontecido no Paraná, o povo precisa sair em passeata, gritando por segurança e justiça. Crime está associado a impunidade. É muita folga destes malandros, dizimando as famílias paranaense e sabem que nada acontece. Está insuportável, oque a secretaria está fazendo? as famílias dormem, com medo , cade o policiamento, vi no jornal, 75% foram afastados do cargo de policial no Paraná, por má conduta, envolvimento, está nos jornais. Só Deus para nos salvar. Temos que cobrar do governo, mais atitude, punição.

  9. Lu
    sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009 – 11:43 hs

    Creio que não devemos apenas pensar, como comentam na maior parte dos sites e blogs, em segurança pública, mas no que leva um ser a praticar tal absurdo. Tais brutalidades são cada vez mais comuns. É fácil culpar a polícia, mas quem fez isso? Qual o motivo? Porque o ser humano está cada vez mais violento?

  10. sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009 – 12:44 hs

    Lu, 11.43hs, você diz que é fácil culpar a polícia, e policial não é ser humano? qual é seu papel? aplicar a lei, punir, coibir tanta brutalidade. Por isto eu disse que , crime está associado à criminalidade , veja a pesquisa, quantos policiais, afastados, são seres humanos não são? não é o cargo que importa ou te faz não cometer erros, mas sim educação, formação, e por isto eu digo, é preciso mas rigor na lei, policiais bem pagos, bem treinados, como nos EUA, a cada três meses o policial, faz avaliação psicológica, e para ingressar na polícia, dependendo o posto, nível universitário. Faz diferença, faz, toda!! Nada justifica o erro, o crime, falta amor ao ser humano, preparo para a polícia, quantas vitimas por erro de policiais. A imprensa que inflama, veja neste caso do casal em Caioba, precisava contar detalhes em relação à jovem, bastava dizer, levou dois tiros, a polícia está à caça do autor, mas não contam além do tiro,particularidades, causando constrangimento, não obstante o sofrimento dela e da família.
    Lu , não cabe aqui, julgar ou defender a polícia, não é um caso isolado, é um atrás do outro, a lei tem que ser cumprida, a segurança do Estado, dar um basta, está na Constituição, segurança e bem estar é direito de todo cidadão. Quando existe medo, não se pratica nada errado, este é o problema, eles perderam o medo, tantos casos, inpunes, ele acha que com ele não vai acontecer nada, e isto o leva a praticar o crimes, ou os crimes. A nós, povo rezar, estamos nas mãos de Deus, porque dos homens, estamos passando por entre os dedos, escorregando. É Lu! mundo cão, como dizem os evangélicos, fim dos tempos. Salmo 24. segundo Matheus. Rezar, Rezar e Rezar. É só o que nos resta.

  11. Lu
    sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009 – 13:50 hs

    Cara Elza, entendo a sua revolta e acredito sim, que tenhamos que rezar sempre, mas temos também que fazer a nossa parte, cobrando mais condições de educação dos governantes eleitos, cobrando mais amor por parte das famílias. Antigamente, quando as mães ficavam em casa educando seus filhos, enquanto seus maridos saiam para trabalhar, não víamos tantos casos absurdos assim. Obviamente a população não era tão grande, mas as coisas eram bem diferentes. Hoje, o respeito não existe mais, a educação não existe mais. Mães têm que sair para o trabalho, não conseguindo ver o que os seus filhos fazem o dia todo, e sem poder dar-lhes a atenção e o carinho devidos. Sobre a polícia, como você disse, são seres humanos e vivenciam, diariamente, as mais horrendas atrocidades do mundo. Imagine como deve ficar a cabeça deles. Assim como os professores, são mau remunerados e ameaçados por vândalos e criminosos dioturnamente. Também não é possível que estejam em todos os lugares, a todas as horas, mas é possível que passem a ser tratados com o respeito que merecem, pois saem de casa e nunca sabem se irão voltar. Corrupção existe em todos os lugares, como bem sabemos nós brasileiros, mas a violência tem sempre uma causa, e são essas causas que devem ser levadas em conta. Falta de amor, de respeito, de educação, de atenção, crimes sexuais, pedofilia, tráfico de drogas e por aí vai.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*