Paulo Bernardo recusa convite de Requião para comparecer à escolinha | Fábio Campana

Paulo Bernardo recusa convite de Requião para comparecer à escolinha

De André Gonçalves na Gazeta do Povo:

paulo-bernardo

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo (PT), rejeitou o convite do governador Roberto Requião (PMDB) para participar da reunião da próxima terça-feira da Escola de Governo, em Curitiba. Ele foi chamado para acompanhar uma apresentação da Sanepar sobre a aplicação de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no estado.

A presença do ministro seria uma maneira de rebater os dados incorretos apresentados na quarta-feira pela coordenadora do PAC, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, no balanço de dois anos do programa. Durante o evento, Dilma usou um gráfico que colocava o Paraná na penúltima colocação entre os 27 estados na execução de recursos para saneamento.

A tabela apontava que o estado só havia iniciado menos de 25% dos empreendimentos do setor. Na quinta-feira, o Ministério das Cidades admitiu a falha e divulgou que a porcentagem correta é de 73,3% das obras iniciadas.

O ministro das Cidades, Márcio Fortes, ligou pessoalmente para Requião para desculpar-se pelo erro. Paulo Bernardo também entrou em contato com o governador ontem pela manhã. O ministro paranaense disse que está disposto a comparecer a uma reunião da Escola de Governo, mas que pretende fazer uma apresentação geral dos planos de governo para o PAC.

Paulo Bernardo reiterou, porém, que é necessário um encontro entre técnicos para discutir os gargalos que impedem o pleno funcionamento do programa no estado. “Vamos tentar reunir representantes dos ministérios das Cidades, do Planejamento e da Casa Civil para fazer um estudo geral do que está acontecendo. Se for problema de burocracia do governo federal, vamos resolver. Se não for, vamos procurar o melhor caminho.”


15 comentários

  1. Crítico
    sábado, 7 de fevereiro de 2009 – 17:50 hs

    É, Campana….

    Parece que os que falam mal de Requião só o sabem fazer atrás de microfones e câmeras, mas têm medo de enfrentá-lo pessoalmente.
    Gostaria de ver o Ministro Paulo Bernardo provar as suas alegações na frente de toda a equipe do governo e da população.

  2. SYLVIO SEBASTIANI
    sábado, 7 de fevereiro de 2009 – 18:26 hs

    Tenho feito criticas ao Ministro Paulo Bernardo, mas agora ele está certo, não deeve ir a tal Escolinha, porque é isso que o Requião quer, mostrar que ele é o “bom”, o “dono da bola”, mas se esquece qua falta apenas um ano e pouco para descer para a térrinha. Além Ministro, ele vai querer gozar, fazer seus gracejos para a platéia dele rir, até porque são obrigados, senão perdem o emprego.

  3. LINEU TOMASS
    sábado, 7 de fevereiro de 2009 – 18:31 hs

    FABIO.

    NA CERTEZA DE QUE OS DADOS DO MIN. PAULO, SÃO AUTÊNTICOS, ERA DO PAULO ACEITAR O CONVITE DO REQUIÃO, PARA NA ESCOLINHA, E DE MODO DIPLOMÁTICO COM SERIEDADE, E SEM O OBA, OBA COSTUMEIRO, DISCUTIREM O CRONOGRAMA DO ANDAMENTO DE TAIS OBRAS DA SANEPAR- PAC, COM TOTAL TRANSPARÊNCIA PÚBLICA, POIS CASO CONTRÁRIO FICA ESSE “RAME, RAME”, DE NHÉN….NHÉN….NHÉN…., COM “PÁ DAQUI….PÁ DE LÁ” (ESTILO PATROPI), , QUE NIGUÉM ENTENDE.

    EM CERTO PONTO SE PENSA……QUEM FALA A VERDADE?

    NO CALOR DA DISCUSSÃO A TURMA DO “DEIXA DISSO” (ALIADO DE CÁ, ALIADO DE LÁ), SURGEM NO MEIO E LIGAM O “MISTURADOR DE VOZES” E NIGUÉM ENTENDE MAIS NADA.

    ELES, TODOS, FICAM TODOS COM RAZÃO, E NÓS FICAMOS NA MÃO!

    ALÔ, ALÔ REQUIÃO!

    ESTÁ NA HORA DE VOCÊ ABRIR A “ESCOLINHA”, PARA O POVÃO, DE VERDADE.

    REQUIÃO!
    VOCÊ SE LEMBRA DO VELHO EX-COMPANHEIRO NOSSO, DO PMDB, LIDERANÇA DESTEMIDA, UM CEREARENSE, O “VELHO SR LUIZ”, PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DA VILA AURORA, LÁ NA ISAC FERREIRA DA CRUZ?

    ELE ME CONTOU QUE VOCÊ CHEGOU A POUSAR NA CASINHA SIMPLES DELE.

    POIS É, REQUIÃO. LEMRE-SE DELE, E TRAGA ESTE POVÃO PARA A “ESCOLINHA”, OU MISTURE UM POUCO DE POVO DE VERDADE, COM OS TECNO-BUROCRATAS QUE O CERCAM, E QE FALAM SÓ O QUE VOCÊ QUER OUVIR.

    DEMOCRATIZE A “ESCOLINHA”, CONVIDANDO LIDERANÇAS DO POVÃO, PARA QUE OUÇAM O QUE VOCÊ FAZ NO GOVERNO, E DISCUTAM OS DESTINOS DO ESTADO, QUE É DELES PRINCIPALMENTE, EMBORA VOCÊ E OS FREQUENTADORES OFICIAIS JÁ NEM PENSEM MAIS NISSO.

    LINEU TOMASS.

  4. Geraldo
    sábado, 7 de fevereiro de 2009 – 19:27 hs

    Ele até tem cara, mas de bobo não tem nada…

  5. MANASSÉS DA RUBLA
    sábado, 7 de fevereiro de 2009 – 21:08 hs

    O PAULO BERNARDO NÃO ACEITOU PORQUE NÃO TEM COMO JUSTIFICAR OS DADOS FALSOS QUE ELE DEU PARA A CONCECUÇÃO DAS ÓBRAS DO PAC NO PARANÁ. ESSE GOVERNO DO LULA É SÓ MENTIRA E ESSE TAL DE PAC É FANTASIA PARA PROMOVER A DILMA. O POVO TEM É QUE ABRIR OS ÓLHOS PARA ESSE ENGANADORES.

  6. HUSSEIN
    sábado, 7 de fevereiro de 2009 – 23:39 hs

    Caro Lineu,
    Nada disso. Paulo Bernardo acertou em recusar o convite. Seria ridicularizado, com certeza.

    Você conhece a “escolinha”. Um circo. No picadeiro, a “vedete” é o bob req. Empunhando o microfone, nariz empinado, fazendo pose com voz empostada para as câmeras da TV Educativa, ele (requião) irônico diz o que quer, e a “platéia” dá gargalhadas e bate palminhas.

    Convidar o povão para a “escolinha”? como? não há espaço…plenário lota sempre, com secretários, diretores, superintendentes e comissionados DAS, ficam nos corredores e até fora, por falta de espaço…

  7. Carlão
    domingo, 8 de fevereiro de 2009 – 9:04 hs

    Os dois tem que ficar cara a cara e mostrar a verdade ao telespectador do cirquinho de Governo e não mais escolinha.
    Requião, cade a estrada da liberdade ?
    que são as paralelas do pedágio .

  8. Vigilante do Portão
    domingo, 8 de fevereiro de 2009 – 11:02 hs

    Não sou fã do Paulo Bernardo, muito menos da Gleisi, porém no caso da escolinha o ministro está coberto de razão em não comparecer.
    Democracia passa longe dos programas da TV Educativa, da tal escolinha então, é uma aula de ditadura, pois é feita única e exclusivamente para enaltecer a pessoa do governador , num culto à personalidade bem própria do Stalin ou do companheiro Fidel e atacar adversários de plantão, podendo ser desde prefeitos adversários, até empresas de telefonia. e pedágio.
    BNaõ se espera nada de uma TV que tem entre os expoentes capachistas, digo Jornalistas do quiLATE de um Carlos MOares.
    Os telejornais também nbão perdem a oportunidade de enaltecer o grande chefe e de criticar adversários, é um tal de o governador inaugurou… Na maioria das vezes omitem que a verba para a obra é federal.
    E pensar que o povo do Paraná paga quase 200milhões todos os anos para fazer funcionar a TV Educativa. É um desperdício de dinheiro público

  9. telescópio
    domingo, 8 de fevereiro de 2009 – 11:44 hs

    Não ofende: porque esse Sebastiani e esse Tomass não abrem seus próprios blogs?
    Aí só aguenta eles quem acessá-los.
    Ficam em caixa alta falando sandices. Que cansaço.

  10. o mala
    domingo, 8 de fevereiro de 2009 – 12:17 hs

    A afirmação do ministro do planejamento é que o saneamento do Paraná, se iguala ao estado de Roraima, se há alguma dúvida o governo deve rebater com números e fatos, estamos muito abaixo da média nacional.

  11. Almasor Abbas Adilah
    domingo, 8 de fevereiro de 2009 – 12:41 hs

    Fuja louco!

    “Laranja madura na beira da estrada
    Tá bichada Zé ou tem marimbondo no pé”

    Não é fácil para o governo federal ter que mudar os dados em prol da “governabilidade”!

    Com o governo Requião, a “boca suja” que quase todos temem, ainda mais o governo mensaleiro do Lula, não são a primeira vez que acontecessem os desmentidos!

  12. domingo, 8 de fevereiro de 2009 – 14:11 hs

    25% para 73,3% não é falha pequena, mas é comum quando se faz as coisas com pressa de fazer propaganda. Mas o lance aí é porque o ministro foi passar essa informação para o Beto?

    E essa de propor “discutir os gargalos que impedem o pleno funcionamento do programa no estado”, com 73,3% de obras iniciadas é piada. A maioria dos projetos do PAC está encalhada muito abaixo disso, não?

    E chamar de PAC todos estes projetos é outra propaganda enganosa. São projetos já comprometidos, que deveriam ter recursos federais (alguns nem isso) com PAC ou sem PAC. Circula na mídia a informação de que apenas 10% do PAC são novos investimentos federais.

  13. PAULO SÉRGIO MOREIRA
    domingo, 8 de fevereiro de 2009 – 18:27 hs

    tá certo o “Sírvio Sebastiane” !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  14. MANASSÉS DA RUBLA
    domingo, 8 de fevereiro de 2009 – 18:55 hs

    AGÓRA, TUDO VIROU PAC. ESSE GOVERNO DO LULA É UMA MENTIRA, ACHO QUE PAC DEVERIA SER INTERPRETRADO COMO PAC= -P-ELA A- RRANCADA DA C-AFONA.

  15. Zé Ninguem
    domingo, 8 de fevereiro de 2009 – 23:49 hs

    COMO DIZ O PERNA LONGA!
    É ISSO AI VELHINHO!!! DETONA ELES SYLVIO E LINEU, CONTINUEM A ESCREVER, SUAS OPINIÕES SÓ VÊEM A SOMAR AS INFORMAÇÕES QUE TEMOS

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*