Mauro Moraes e a briga no PMDB: "aproximação com PSDB é a tendência" | Fábio Campana

Mauro Moraes e a briga no PMDB: “aproximação com PSDB é a tendência”

mauro-moraes

O deputado Mauro Moraes (foto) também entrou no bate boca. Defensor assumido da aliança com o PSDB nas eleições de 2010, o deputado do PDMB comentou ontem que a “aproximação com PSDB é a tendência”.

João Arruda, sobrinho de Requião e secretário-geral do PMDB, gerou desconforto dentro do partido quando se pronunciou sobre sua preferência de aliança com o PT. Foi respondido por Luiz Claudio Romanelli e Waldyr Pugliesi, respectivos vice-presidente e presidente do PMDB no Paraná, que insistem que as opções estão abertas.

“Não podemos descartar alianças fortes. É provável que, daqui para frente, o debate em torno dessa composição fique mais claro”, disse Moraes, que também afirmou que já era previsto o flerte de lideranças do PMDB com o possível candidato tucano à sucessão estadual, Beto Richa.

“A maioria do partido parece estar disposta apoiar uma aliança com o PSDB. Essa tendência não pode ser ignorada. Mesmo os peemedebistas mais radicais devem fazer uma avaliação mais racional sobre qual o melhor caminho para a legenda e quais as chances de vitória com uma candidatura própria”, disse. O parlamentar defendeu ainda a indicação peemedebista para o vice na chapa composta com os tucanos. “Essa discussão deve fazer parte imediatamente da pauta do PMDB”, cobrou.


Um comentário

  1. Carlão
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009 – 19:01 hs

    Este Mauro Moraes que foi pro lado do Requião, agora se abrace até o fim do governo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*