"Lei da Mordaça" no caso da fuga de presas do 9º Distrito | Fábio Campana

“Lei da Mordaça” no caso da fuga de presas do 9º Distrito

Até agora, a “lei da mordaça” continua valendo na Secretaria de Segurança Pública do Paraná quando o assunto é a fuga de presas no 9º Distrito Policial, em Curitiba, no último domingo.

Ninguém está autorizado a falar sobre o assunto. O que se sabe até agora, é que uma policial civil está presa sob suspeita de facilitar a fuga de 19 mulheres. Para os investigadores, ela disse que uma das presas passou mal e por isso teria aberto a carceragem.

Por norma, a porta da carceragem só pode ser aberta com reforço policial. A delegacia tem capacidade para 16 pessoas, mas abrigava 57 presas.


Um comentário

  1. LINEU TOMASS
    quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009 – 16:28 hs

    FABIO.

    Até concordo com a “lei da mordaça”, para os “bagrinhos”, mas para os “bagrões”, não!

    Ou seja, que não falem os pequenininhos, mas……..que falem os grandões, o Secretário de Segurança, ou qualquer outro diretor da SESP, ou mesmo o governador Requião……

    Mas…….que falem!

    LINEU TOMASS

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*