Confronto com a PM deixa três estudantes feridos em Curitiba | Fábio Campana

Confronto com a PM deixa três estudantes feridos em Curitiba

Três estudantes foram detidos e outros três ficaram feridos em confronto com a Polícia Militar hoje, no início da tarde. Cerca de 200 estudantes fecharam a rua Ivo Leão, em frente ao Colégio Estadual do Paraná. O protesto, organizado pelo Movimento Passe Livre, pedia o retorno da tarifa de R$ 1,90 e a implantação do passe livre para os estudantes.

A rua Ivo Leão foi fechada nos dois sentidos, o que provocou uma grande confusão no trânsito. A polícia foi chamada e começou o confronto. Um homem de 22 anos foi atendido com suspeita de fratura, e duas adolescentes de 16 anos tiveram escoriações leves, segundo os bombeiros.


18 comentários

  1. Carlão
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 14:29 hs

    esta é a Polícia do Requião batendo em estudantes e crianças na porta do Colégio Estadual, não podem nem se manifestar, enquanto isto traficantes e trombadinhas livres nas ruas do centro.

  2. O Povo
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 14:49 hs

    Seriam estudantes mesmos?
    Ou como das vêzes anteriores, manifestantes orquestrados por grupinhos políticos nanicos, que ao invés de promoverem protestos e mostrar seu ponto de vista, partem para a baderna generalizada, que acaba sempre gerando vítimas que não tem nada há ver com esses “pseudos” estudantes partidários?
    Lamentável e injustificável, a polícia tem mais é que manter a ordem pública e se necessário for prender e descer a borracha em desocupados que cumprem ordens!

  3. centrão
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 15:05 hs

    Olha Povo,
    nao sei sobre essas outras manifestações que vc se refere, mas essa não foi assim. Tem muleque de 20 anos no hospital com o braço quebrado com polícia atrás da porta esperando o “meliante”.
    E tem mais gente ferida, não só as três citadas na reportagem.

  4. MALACOE CIA
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 15:16 hs

    São estudantes sim. o protesto é legítimo pois o prefeito elegeu-se dizendo que não subiria as passagens dos onibus do TC. Mentiu para o povo e deve pagar a conta. O escândalo da urbs é algo de extrema gravidade, pois é uma farra com o dinheiro público. Acabei de ver os manifestantes, são crianças entre 13 e dezoito anos, que cursam ainda o colegial. O Prefeito Béto Richa deveria estar na Capital e não em Fóz do Iguaçu puxando sacos para se viabilizar em suas pretensões políticas.

  5. sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 16:52 hs

    Lugar de estudante é dentro da escola, de preferência ESTUDANDO e não promovendo desordem pela cidade. Ainda mais no estadual, lá não estudam crianças e sim jovens que pelo visto estudam pouco e agitam bastante, visto os resultados dos últimos exames do ensino médio. Se são “pobres”, o governo federal tem uma bolsa pra eles e que é bem maior que o gasto com onibus…Só um detalhe, a população sabe as pretensões e quem está interessado na bagunça..SÃO SEMPRE OS MESMOS.

  6. Astrogildo
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 17:32 hs

    Isso é , vagabundo tem que descer a borracha.

  7. Teodoro
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 18:35 hs

    Estudantes do Colégio Estadual do Paraná com 20 anos de idade?
    Jogaram pedras e destruiram viaturas da PM, bloquearam ruas e impediram o direito de ir e vir do Cidadão, na minha opinião acho que são baderneiros sim, e devem receber punição pela depredação do patrimônio público! Talvés daí aprendam a diferença entre manifestação pacífica como foi feita em Londrina e essas “badernas” que promovem.
    Quem será que está por trás disso?……

  8. Paulo Campos
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 18:37 hs

    Na verdade são vandalos que aproveitam qualquer coisa para fazer baderna, jogo de futebol, shows, etc e uns poucos inocentes que vão na onda. a policia tem que agir para manter a ordem.

  9. Zé do Coco
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 18:50 hs

    Eu não vi o Richa dizer que não ia subir a tarifa. Isso não corresponde à verdade. Eu tenho mais de 65 anos, além de ser aposentado. Deveria por direito utilizar transporte gratuito mas, como ninguém até agora explicou DE ONDE vai sair o dinheiro que vai pagar a MINHA passagem, não vou utilizar um benefício de moralidade discutível.
    Não há em lugar nenhum do mundo nada que dê esse direito a alguém só por ser estudante ou por ser idoso. Sinto muito, mas esse canto das sereias não me ilude. ALGUÉM vai ter de pagar a conta.

  10. João de Bittencourt
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 19:05 hs

    Sai Zé do Côco, ou seria dos cocos do prefeito?, claro que ele não anunciou, mas também não desmentiu quando perguntado. Agora tá aí, viajando enquanto a cidade se afunda no caos.

    FINCA BETO, FINCA!

  11. aposentado
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 19:24 hs

    eta cidadezinha conservadora.
    Sobe a passagem, estudantes fazem protesto e todo mundo acha que els são vadios? eles tem o direito de fazer isso! e digo mais, eles aprendem muito mais fazendo isso do que indo todo dia pra aula, ordeiramente.
    cidadania é isso, é brigar por algo que se ache justo. pode ter dedo de politicos externos, gente do requião, ou do pt? provavelmente, mas isso não reduz o significado do protesto. cidadania não é só jogar lixo na lixeira e ajudar cego a atravessar a rua.

  12. MALACO E CiA.
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 20:52 hs

    MARCOS ISFER. SABEM QUEM É? SE NÃO SABEM PROCUREM SABER E VÃO VER O PORQUE DO ESCÂNDALO DO TC NA URBS. O PPS ESTÁ COM A MÃO NO JARRO. E O POVO HEIN? O POVO É SÓ UM DETALHE. NÃO É LINEU?

  13. Almasor Abbas Adilah
    sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009 – 21:57 hs

    Não nego que os estudantes possuem o direito democrático de protestar!

    O que questiono é a violência da polícia comandada pelo Requião e o fato dos manifestantes terem perdido a razão a partir do momento em que tentaram paralisar o transporte trancando a via de circulação do expresso!

  14. Carlão
    sábado, 14 de fevereiro de 2009 – 8:44 hs

    Nunca noticiaram ou não tem, uma ação desta da polícia Requião , batendo em traficantes, trombadinhas e crackeiros, na Ruas Cruz Machado, Saldanha Marinho, Riachuelo, Cons Laurindo, Mariano Torres, Sete de Setembro, Praças Santos Andrade, Tiradentes, Rui Barbosa, Eufrasio Correa, etc…
    Ah, só em manifestação de estudantes ….hunnnnn !!!!!

  15. Charles
    sábado, 14 de fevereiro de 2009 – 11:02 hs

    tem q descer a porrada nesse bando de bardeneiro!!!

  16. marcos sao jose
    sábado, 14 de fevereiro de 2009 – 12:59 hs

    nao é por nada nao, mas aqueles que estao nas fotos com os policiais, com cara de quem tem trinta anos ou mais,ainda estao estudando no estadual.ou so estavam la para ganhar R$30,00 + sanduiche,como os contratados da greve dos bancarios

  17. Douglas Silvestre
    sábado, 14 de fevereiro de 2009 – 14:54 hs

    Eu concordo que foi uma baderna, concordo também que é direito dos “baderneiros” manifestarem-se, mas, o que não concordo é pessoas dizerem que a culpa é de estudandes do CEP.
    Essa “manifestação” foi organizada por uniões de JOVENS, como UJS entre outras. A participação de alunos do CEP foi minima, e ainda desta forma só houve participação porque a cachorrada foi na frente do CEP na hora da saida.

  18. Carlos Imperial
    sábado, 14 de fevereiro de 2009 – 16:25 hs

    P A U N E L E S ! PARABÉNS PM COM BADERNEIRO TEM QUE SER NO BICO DA BOTA.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*