Cabral garante que Quércia, Requião e Luiz Henrique não são corruptos | Fábio Campana

Cabral garante que Quércia, Requião e Luiz Henrique não são corruptos

sergiocabral1

Em plena Sapucaí, tendo ao fundo o desfile de escolas de samba, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, afirmou que o senador Jarbas Vasconcellos foi longe demais em sua crítica ao afirmar que o PMDB é um partido de corruptos.

Segundo Cabral, corruptos há em todo lugar, mas no PMDB não faltam nomes para provar a idoneidade do partido. Citou, entre outros Orestes Quércia e os governadores Requião, do Paraná, e Luiz Henrique, de Santa Catarina.

Provocou risos e se irritou, dizendo que falava sério.


22 comentários

  1. ex-pectador
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 21:09 hs

    Debaixo da chuva fina desci do carro para ir até o corredor feito para os passageiros se abrigarem ao lado da balsa, onde a água escorria por um providencial furo na chapa do piso comida pela corrosão. Havia pago à vista e antecipadamente como todos ali. A fila àquela hora era enorme, como relatou o marinheiro ter sido também durante o resto do dia. Lembrei do maior jornal do nosso estado anunciando no mês passado a recontratação da empresa pelo DER mesmo sem cumprir o ítem mais elementar de qualquer contrato de concessão: recolher os impostos devidos.
    A batucada no boteco ao lado, enquanto abria o blog, não consequiu me desviar da pergunta: quando as coisas são tão óbvias, não é necessário bem mais que apenas um corrupto, qualquer seja ele?

  2. Nhengo
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 21:28 hs

    em SC quem cuida da maracutaia, dos acertos e da propina é o irmão do rei.

  3. Carlos Martins
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 21:36 hs

    Meu DEUS este cara defendendo o Quércia. O que que é isto. Tá loko em defender um dos políticos mais corrupto do país.

  4. jango
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 21:37 hs

    Quanto riso, ó
    Quanta alegria,
    Mais de mil palhaços no salão …

  5. Carlão
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 21:39 hs

    Eu tambem garanto, pois nunca fiz flagrante dele !

  6. Phillipp
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 22:03 hs

    O Cabral também acredita em mula sem cabeça, papai noel, coelhinho da páscoa, gaúcho macho, etc,..etc…etc………….

  7. Esquema ALSTON
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 22:23 hs

    REIQUIAO não é corrupto:

    Vejam – ele luta contra os pedagios – não acabou com nenhum e ainda é amigo do peito de uma das concessionarias convidando inclusive familiares para integrar seu governo – uma prova inequivoca de transparencia

    NEPOTISMO – só alguns parentes no governo (em cargos chaves) nada de mais…

    DOIS SECRETARIOS DE ESTADOS – brigam publicamente por comissão – ambos PUNIDOS com rigores da lei..

    ESTATIZAÇAO DA USINA DE GAS DE ARAUCARIA – Uma atitude bolivariana de respeito ao “interesse publico” que custou alguns milhões de dolares aos paranaenses – mas tudo bem..

    BANCO SANTOS x COPEL – Bem, isso foi um acidente de percurso que levou parece que 500 milhas dos paranaenses….

    CASO PARANA PREVIDENCIA – Um procurador denuncia possiveis irregularidades e é demitido em beneficio do serviço publico…

    CASO PORTO DE PGUA – Um diretor denuncia a corrupção e é demitido a bem do serviço publico.

    Como se ve, REQUIAO é HONESTO…!! Alguem tem mais algum caso ?

  8. Cap. Nascimento
    segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 – 22:48 hs

    O dia que alguma instituição séria e sem o rabo preso resolver investigar este governinho do nepotão de mello e silva, muita coisa deve aparecer, além destas conhecidas e elencads acima. Bastaria investigar e punir os responsáveis “pero todos se cagan en las pantalonas”!
    Ei reiquejão, pede prá sair!

  9. Zé Ninguém
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 1:09 hs

    Tenho sim lembram do caso do DEL PARANÀ queria ter um carrinho de cachorro quente também!

  10. CLOVIS PENA
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 5:54 hs

    Cabral, que descobriu o Brasil, deve ter se confundido em relação ao reinado.
    No de Momo, aquilo que aparenta não é a realidade.

  11. CLOVIS PENA
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 8:57 hs

    Sim CAP. NASCIMENTO.
    Só que é bom não esquecer que muita coisa pode correr em “segredo de injustiça” !!

  12. Paulo Roberto Urbano
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 10:50 hs

    Será que o criador do DISQUE QUÈRCIA, concorda com o cabralzinho( eta cara puxa saco).

  13. Zé do Coco
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 12:47 hs

    Esse sujeito atingiu o estado da arte em matéria de cretinice e deboche. Bem feito para o povo do Rio de Janeiro.

  14. Jose Carlos
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 13:29 hs

    ‘Lógico, os mencionados constituem a mais fina-flor da escumalha política nacional… devem sempre ser mencionados em conjunto, pois se merecem reciprocamente…

  15. Garcia
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 14:22 hs

    Se estes são os honestos imaginem o que são os outros!

  16. O carnaval do Cabral
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 15:01 hs

    O carnaval do seu Cabral

    O seu Cabral, figura feudal,
    Que vê o Rio como seu quintal,
    Quer ordem unida no carnaval!…

    No carnaval policial
    Só samba de bicheiro é que é legal!
    No carnaval policial
    Só samba de bicheiro é que é legal!

    Solta o BOPE no povo!
    Solta o BOPE no povo!
    Solta o BOPE no povo!

    Povo na rua para o poder é não é legal
    Quem entrar nos blocos vai cair no pau
    O pobre ter alegria vai ser fatal!

    No carnaval policial
    Só samba de bicheiro é que é legal!
    No carnaval policial
    Só samba de bicheiro é que é legal!

    Solta o BOPE no povo!
    Solta o BOPE no povo!
    Solta o BOPE no povo!

  17. SYLVIO SEBASTIANI
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 16:00 hs

    O ASSUNTO É CORRUPÇÃO? Bem, vamos lá, vou contar um FATO: “No dia 25 de outubro de 2000, um servidor inativo da Assembléia Legislativa, ingressou com um Requerimento, ao então Presidente Nelson Justus, Protocolo n°9430, solicitando certidão sobre 5 itens: Se os atuais funcionários são contratados ou foram nomeados por concurso; Quanto servidores ocupam cargo de confiança e são funcionários de carreira;Se existem funcionários do Quadro de Pessoal aposentados exercendo cargo e quantos são e Quantos servidoers não estáveis, para fins do artigo169 § 3° inciso II, da Constituição Federal, sem concurso público foram admitidos após 05/10/83 ? O Requerimento foi INDEFERIDO. Se tivessem aceito o Requerimento naquela época, ou melhor, se não queriam esconder nada, teriam acabado com os Gafanhotos, total de 400 e os Fantasmas da Assembléia e não estaria hoje respondendo 74 Processos no Ministério Público Federal e Policia Federal., teriam extinto a roubalheira no Poder Legislativo do Paraná, hoje novamente nas mãos do mesmo Presidente, do ano 2000 !

  18. Vigilante do Portão
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 18:00 hs

    As palavras do governador fazem lembrar uma história do nosso querido Tim Maia, contam que o cantor disse: Nã fumo, não cheiro e não bebo, às vezes minto um pouco. KKK

  19. paulo soares
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 19:39 hs

    E AQUELE IRMÃO, QUE PASSAVA NO SINDICATO DE TRANSPORTE COLETIVO,
    QUANDO ERA SECRETÁRIO DE MEIO
    AMBIENTE (DEPOIS APPA), E APANHAV A
    UM BOLSA DE DINHEIRO DO SIMÕES…..

  20. terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 21:43 hs

    Todas as empreiteiras contratatas pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano são coagidas a depositar propina destinada ao arquiteto/secretário para liberar as medições. Será que o governador não sabe ?

  21. terça-feira, 24 de fevereiro de 2009 – 23:19 hs

    Agora entendo o motivo da Globo ter aposentado Chico Anysio: Não falta humorista no Rio.

  22. Tenho e Dito
    quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009 – 23:01 hs

    Putz!!!!!!!!!!!!!!!!
    Neste post não tem comentário do Lineu Thomass.
    Deve ter esticado o carnaval, só volta na segunda.
    Ninguém é de ferro.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*