Brasileira na Suíça admite ter mentido, diz promotoria | Fábio Campana

Brasileira na Suíça admite ter mentido, diz promotoria

A brasileira Paula Oliveira admitiu ter feito declarações falsas à polícia de Zurique na semana passada, quando disse ter sido atacada por três neonazistas e ter perdido filhos gêmeos dos quais afirmava estar grávida. As afirmações foram feitas pela Promotoria Pública de Justiça de Zurique, num comunicado emitido hoje.


2 comentários

  1. Zé Ninguém
    sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009 – 8:51 hs

    Cabe aos formadores de opinião ter mais cuidado antes de ter certeza de uma ocorrência , infelizmente ou felizmente o incidente não ocorreu e alguns de nossos jornalistas e políticos que tomaram a bandeira do nacionalismo paternalista terão de se retratar publicamente , mas dos males o menor foi apenas um caso de depressão ou um pequeno distúrbio , temos que preparar mais profissionalmente para caso ocorra outro incidente deste não fiquemos como um bando de macaquitos argentinos berrando palavras de ordem , alias sem ordem alguma , temos de crescer como cidadãos e nacionalistas mais temos de ter imparcialidade nessa hora pois uma pessoa que deixa seu pais para tentar a vida em outro tem de saber que deixa sua casa e sua gente e vai ser apenas uma estrangeira fora de sua casa , com um consulado nem sempre bem preparado para auxiliar em suas necessidades.

  2. Luis
    sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009 – 18:27 hs

    Eu falei que esta historia tava estranha, que esta mulher tava dando um migué

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*