Bombeiros explicam o resgate da jovem baleada em Caiobá | Fábio Campana

Bombeiros explicam o resgate da jovem baleada em Caiobá

A jovem que foi estuprada e baleada no litoral do Paraná pode nunca mais voltar a andar. Um dos tiros acertou sua coluna e, segundo o último boletim médico, houve comprometimento da medula. O Corpo de Bombeiros nega que o estado grave em que ela se encontra tenha relação com o resgate.

A dúvida foi levantada depois que imagens da jovem sendo transportada de lancha foram divulgadas. Em entrevista à repórter Patrícia Thomaz, da Band News FM, o tenente Leonardo Mendes disse que, como o único acesso da praia à gruta é por uma trilha longa, com subidas e descidas, os bombeiros optaram por resgatá-la de barco.

“A operação para retirá-la da gruta foi delicada, levou mais de 2 horas e, naquele momento, a grande prioridade era preservar a vida da jovem”, disse o tenente.

Ouça a entrevista onde ele explica, passo a passo, como foi o resgate:

Ou clique aqui para baixar o arquivo em formato mp3.


5 comentários

  1. MATHEOS CHOMATAS
    quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009 – 21:41 hs

    Trabalho há muitos anos com o Corpo de Bombeiros do Paraná e posso afirmar com toda a tranquilidade que são os mais capacitados no Brasil para operações de resgate deste tipo. O melhor exemplo que temos é o SIATE, onde operam em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba e resgatam vítimas presas em ferragens de veículos, com maestria e dedicação. O comentário sobre a possibilidade de a lesão da medula ter se agravado durante o resgate é sensacionalista e não merece crédito, em especial quando tivemos a notícia que a bala transfixou (atravessou) a medula, ou seja, a lesão foi feita pelo projétil. Parabéns ao Corpo de Bombeiros por mais esta missão bem cumprida.

  2. LINEU TOMASS
    quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009 – 23:32 hs

    FABIO.

    ESTA, FOI DE LASCAR!

    O BOECHAT, LÁ DE SÃO PAULO, HOJE CEDO FEZ ESTE COMENTÁRIO, E DE LÁ JÁ DIAGNOSTICOU , ATÉ PARECENDO QUE ELE VIU EM CLOSE, VIA ULTRA-SOM E POR OSMOSE, OS MOVIMENTOS E SOCOLEJOS NA COLUNA DA JOVEM ENVOLVIDA NESTE TRÁGICO EPISÓDIO, DURANTE O TRANSPORTE DA MESMA.

    ORA, ORA, BOECHAT…..ME POUPE…..ME POUPE.

    LINEU TOMASS.

  3. madalena freitas
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 – 1:00 hs

    admiro o trabalho dos componentes dessa corporação…..antes de criticá-los, respondam> “quem faria melhor?”

  4. Zé do Coco
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 – 3:14 hs

    Medalha de Honra ao Mérito a esses bravos soldados que realizam tantas missões espinhosas sem o devido reconhecimento e até com a intervenção inoportuna de jornalistas de outros estados que não estiveram presentes à operação.
    Acho que o Paraná deve, em desagravo a esses soldados, mover ação contra aquele repórter da Band.

  5. LEANDRO
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 – 11:38 hs

    É REALMENTE É DE LASCAR, É DE DERRUBAR O PICA PAU DO TOCO, E´DE CAIR O CÚ DA BUNDA, SÁ FALTA AGORA DEIXAREM O BANDIDO SOLTO E PRENDEREM OS BOMBEIROS.
    PARECE BRINCADEIRA, O BOMBEIRO GANHA POUCO, TRABALHA MUITO, DEDICA SUA VIDA E DE SUA FAMÍLIA PARA SALVAR VIDAS, AI VEM UM BABACA E CRITICA A OPERAÇÃO……..
    ENTÃO FAÇA MELHOR…….PARABÉNS A TODA CORPORAÇÃO DO CORPO DE BOMBEIROS DO ESTADO DO PARANÁ, VOCÊS SÃO O ORGULHO DO ESTADO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*