Bancada pede a Beto Richa que assuma a presidência do PSDB | Fábio Campana

Bancada pede a Beto Richa que assuma a presidência do PSDB

A bancada estadual que esteve há pouco com Beto Richa levou duas proposições: a primeira, de que Beto assuma a presidência estadual do PSDB no lugar de Valdir Rossoni, que por ter cumprido dois mandatos não poderá se reeleger.

A segunda, de que o partido tenha candidatura própria ao governo do Estado.

Os deputados não gostariam de ver o diretório estadual nas mãos da corrente do senador Alvaro Dias.


16 comentários

  1. Aprendiz
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 12:08 hs

    Gostaria de esclarecer uma dúvida, ainda existe Situação e Oposição????

  2. Olegário M Dias
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 12:28 hs

    E quem é quem se é possível identificar.
    Ah! Será que esse papel sobrou só para o Doático?
    É! Porque nem o Romanelli é contra o BETO BACANA 77%. O chefinho já mandou recolher os bodoques.
    Não! Acho que esse papel de oposição será doméstica, quer dizer, interna: CLÓVIS BORNAY.

  3. José Russomanno
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 13:42 hs

    Recordar é viver!!!
    Voltemos a 1996, quando Sr Álvaro Dias conseguiu entrar no PSDB para se candidatar ao governo….não teve exito para o pleito, deixou nossa cigla.Posteriormente , lá por 2003/2004, fez questão de voltar, não se sabia para que, mas voltou e tentou bagunçar em benefício próprio nossa sigla, mais uma vez, e não teve exito pela segunda vez.
    Agora a vontade do Senador ainda é a mesma, até parece trauma de infãncia…aquela que …tenho que fazer aquilo que uns Dias não deu certo e agora pode que emplaque, afinal acha que o PSDB não tem comando.
    É sim ….é hora sim …o Beto deve ser o Presidente do PSDB do Paraná, pela competência, tradição,e postura ideológica com sensibilidade aos problemas Paranaenses!
    Sou fundador do PSBD e quero o melhor para o partido, que venham os bons!

  4. MALACOE CIA
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 14:21 hs

    FABIO, ISSO NÃO É VERDADE. EU DUVIDO QUE ALGUM DEPUTADO TENHA SE PRONUNCIADO NESSES TÊRMOS, MESMO PORQUE ELES SÃO PRAGMÁTICOS E SEMPRE ESTARÃO EM CIMA DO MURO, OBSERVANDO A BIRUTA, ESPERANDO PARA ONDE VAI SOPRAR O VENTO. AINDA NÃO É HORA DE NINGUÈM SE MANIFESTAR. E SE LHE DERAM ESSA INFORMAÇÃO PÓDE SABER QUE É FALSA.

  5. LINEU TOMASS
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 14:30 hs

    FABIO.

    É PARA SE CONTRAPOR AO ÁLVARO DIAS, NA INDICAÇÃO DO CANDIDATO AO GOVERNO PELO PSDB?

    SERÁ QUE OS “BETISTAS” SENTIRAM QUE O ÁLVARO AVANÇOU NA POSTULAÇÃO DE CANDIDATO AO GOVERNO?

    LINEU NTOMASS.

  6. SYLVIO SEBASTIANI
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 14:54 hs

    Eles tiveram a aprovação do Requião? Vão deixar a Secretaria e todos os cargos do Governo? Viu Governador Roberto Requião, eu disse que na hora certa eles mudariam de lado, como mudarão nos próximos. Eu sempre disse que politicos são todos iguais, quando ele ingressa em um Partido para ser correto, sério, leal, será para sempre, agora quando entra na politica para ser traíra, será também para sempre, não se arruma nunca.
    Vou contra um fato que Requião conhece bem. Quando Adhail Sprenger Passos, em 1967, ingressou no MDB, no ano seguinte foi o Vereador mais votado.Todos achavam que ele mudaria para a Arena ,o comentário era forte.Logo após a apuração da eleição. no Jardim do TRE, no Alto de São Francisco, ele me disse:Sylvio, o comentário é que eu vou sair do MDB, mas pode crer, nunca vou sair do nosso partido.Ficou no MDB até a extinção, ingressou no PMDB e morreu neste partido.No velório dele na Câmara Municipal, o Requião estava lá e eu falei, contando essa passagem de um politico sério, leal e honesto.
    Existe sim.

  7. J charuh
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 15:16 hs

    Primeiro ao José Russomano;
    não foi em 1996 que o Álvaro entrou no PSDB, foi em 1993 para disputar a eleção em 1994 ( perdida para o Lerner ) e não esqueça que o Beto richa foi deputado estadual pelo PTB, portanto se vc quer falar de fidelidade partidária, fale do Requião, do Sebastiani, do Pessuti do Caíto do Maurício Fruet do Alceni Guerra e por aí adiante…
    Russomano, sigla é com “S” e não com C.
    Segundo, quero falar pro Sylvio Sebastiani, quem garante que os deputados estaduais do PSDB estão mudando de lado, quem garante que o encontro não passa de uma orquestra do Requião com o Beto e regida pelo Hermas Brandão, sei da preferência do Governador pelo nome do Álvaro, porém o Beto renunciando a prefeitura para disputar o governo do estado o Requião teria apoio explícito do prefeito de fato Luciano Ducci e tudo ficaria bom pra todos, pense nisso.
    Sou do PMDB, prefiro o Álvaro, mas se o chefe quiser, vamos de Beto. rsrsrsrsrsrs

  8. Aluno
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 15:22 hs

    Menos ruim que o tal Rossoni ele deve ser!
    Aliás, o PSDB Paranaense tem Presidente??
    Quem??
    Bituruna?

  9. quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 15:24 hs

    Velho Silvio Sebastiani, falou tudo. O Pessutão entrou no MDB nos anos 70 pela mão do velho Natal Pessuti (in memorian) teu amigo de PTB e MDB.E nunca saiu do partido. Teve mil proposta para mudar para o PSDB do velho Richa, através do nosso amigo Ricardo Macdonald e Acir Mezadri. eve proposta para ir para o PTB do senador Zé Eduardo. Mas resistiu e nunca saiu do mdb e pmdb. Vc disse e é verdade tem ainda alguns politicos sérios e Pessutão é um deles. Como vc Silvio. Parabéns.

  10. Andréa Sardá
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 16:33 hs

    Esse J Charuh
    Deve ser um daqueles caras que nada fazem alem de ficar na janela olhando os outros passarem…vendo seu medos,seus defeitos,os buraquinhos de traça da camiseta…ah…e além disso é um “maria vai com as outras”….se o chefe quiser…eu morro e não leio tudo!!!!!!!

  11. José Russomanno
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 17:10 hs

    Nobre Charuto…ou ao que o valha!
    Parece que não só eu tenho alguns problemas de digitação..vc tb o tem ….afinal sua eleição ainda está na era da eleção! Quanto as datas agradeço a correção..que pelo jeito alcancei me objetivo…faze-lo lembrar….mas me parece que vc errou. Sr Álvaro foi candidato em 1994 pelo PMDB e perdeu para o Sr Jaime Lerner e o Beto foi candidato a deputado em 1998 pelo PTB,
    justamente por estar o PSDB ocupado pelos seguidores do senador!

  12. Ze Luiz
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 18:50 hs

    Bem para esclarecimentos….
    Junior amigo, o Alvaro não concorreu contra o lerner no PSDB, mas dentro da coligação PST, PMDB.
    E certeza de que vamos estar juntos sim….
    Mas sobre o que disseram acima…..Prefiro um Clovis como tentam achicalhar o melhor senador, do que uma marionete sem vida, que parece uma bonequinha futil, e do dumbo que é muito pior.

  13. Gelô
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 21:33 hs

    Pelos que eu vejo.

    Só dá funcionário público neste blog. Olhem os horários dos comentários.

    Deus me livre os guarda. Desse jeito Curitiba, Paraná e o Brasil não vão prá frente mesmo.

    Vão trabalhar negada!!!

  14. Soares
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 23:03 hs

    Esses deputados formam aquadrilha organizada ainda quando o Beto estava na Assembleia,Se lixam para o povo.Cuida só dos seus interesses. Ãgradam o Beto porque querem cargos na Prefeitrua. Ou querem manter os seus cargos. São fisiológicos e despreparados, Temem o Alvaro Dias porque sabem que não reza pela cartilha deles.

  15. Antonio Brasil
    quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 – 23:09 hs

    O Alvaro Dias só foi candidato pelo PSDB em 98,Foi eleito senador . E agora reeleito.
    Foi PResidente do PSDB que saiu de 5 prefeitos para 140,mais de 800 vereadores , 9 deputados federais, 2 senadores.,O PSDB do Paraná com Alvaro na Presidencia se tornou o proporcionalmente o maior do país.Deixou o partido ao ser ameaçado de expulsão quando assinou a CPI da corrupçao. O grupo que comanda o partido até hoje assumiu com a intervenção feita pelo presidente nacional da época, José Anibal. Esse grupo exterminou com o PSDB no interior,Não querem o Alvaro presidente porque sabem. Se assumir transforma o partido no maior do Estado,
    Hoje é um partido curitibano. Só isso.

  16. SYLVIO SEBASTIANI
    quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009 – 9:33 hs

    José Russomanno: Em 1994 de fato o Alvaro Dias perdeu para o Jaime Lerner, mas elegeu pela primeira vez o irmão, Osmar Dias, Senador da República.Alvaro ficou 8 anos sem mandato, mas mesmo assim é o politico que obteve o maior número de mandatos eletivos do Paraná. O proprio Ney Braga, que iniciou em 1954, foi o politico do século XX do Paraná, não teve tantos mandatos eletivos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*