Renault suspende por cinco meses mil funcionários no Paraná | Fábio Campana

Renault suspende por cinco meses mil funcionários no Paraná

A montadora de veículos Renault suspenderá por cinco meses os contratos de trabalho de mil empregados, ou seja, 30% do total de trabalhadores da fábrica de São José dos Pinhais. A suspensão substitui a demissão em massa que a Renault pretendia fazer ainda este mês.

Enquanto estiverem fora da Renault, os funcionários receberão bolsa de qualificação profissional, paga pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador e ajuda compensatória da própria Renault. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, o valor equivale ao salário dos funcionários.


2 comentários

  1. Logan
    quarta-feira, 7 de janeiro de 2009 – 15:38 hs

    Espero que as empresas se ajudem para evitar as demissões em 2009.
    Parabéns ao sindicatos e a Renault

  2. Zé do Coco
    quinta-feira, 8 de janeiro de 2009 – 12:12 hs

    A Renault inova no cuidado que tem com sua mão-de-obra. Esses que têm o contrato de trabalho suspenso são candidatos certos à demissão, tão logo o contrato vença. E aí serão demitidos, MAS, com os cursos que estão frequentando, terão condições quiçá de encontrar colocação em outras empresas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*