Ratinho vende TV Serra do Mar para o bispo R. R. Soares | Fábio Campana

Ratinho vende TV Serra do Mar para o bispo R. R. Soares

ratinho

O apresentador Ratinho começa a se desfazer da sua rede de televisão no Paraná. Vendeu a TV Serra do Mar, em Paranaguá, para o bispo R. R. Soares, por R$ 13 milhões. A emissora tem concessão para ser geradora e gerará para todo o país os programas do bispo. Ratinho já havia vendido ao bispo duas horas da madrugada da TV Iguaçu por R$ 600 mil mensais.

No mercado, comenta-se que a próxima emissora a ser vendida será a TV Tibagi, de Apucarana, que está gerando sua programação de Maringá por causa de um incêndio nas instalações no ano passado. Aliás, até hoje não se sabe como o incêndio aconteceu. A geração de Maringá, que era para ser provisória, continua até hoje, o que é ilegal.


36 comentários

  1. Ademir
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 15:52 hs

    bem feito para os seguidores do “bispo milagreiro”, enquanto eles abrem mão dos seus minguados tostões, na espera da multiplicação dos pães, só o pão dos bispos é que se multiplicam. Com a queda do telhado do “templo” deveria tambem cair em cima a Receita Federal. Pobre povo seguidor do nada.

  2. marcelo
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 16:09 hs

    aliás, a televisão aberta está muito chata, só tem igreja vendendo água benta, ludibriando este povo carente de tudo, isso é crime. Um dia eles vão pagar, de qualquer forma.

  3. LEANDRO
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 16:25 hs

    Daqui alguns dia, não teremos o que assistir na televisão……é só pastor, só culto dia e noite…tá loko…

  4. Dr. Fontes
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 17:07 hs

    Ele está falido, demitindo seus funcionarios em “massa”.

    Há especulações que outro bispo (o poderoso) teria feito uma boa proposta para assumir o controle da rede que hoje transmite o SBT e em um futuro próximo aconteceria o que aconteceu em Santa Catarina.

  5. Nhengo
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 17:08 hs

    aqui em Ponta Grossa recebemos o sinal do SBT em rede aberta pela TV Tibagi, o mais interessante é que os comerciais são de empresas de Paranavaí, Cianorte, Campo Mourão, Maringá, Apucarana, que são um pouco distantes de PG. Coitado do pessoal que não tem parabólica ou cabo, vai ter que “orar” na marra.

  6. Semprado
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 17:15 hs

    “Quem nunca comeu melado, quando come se lambusa”, acho que tem reeleição para dep. fed. comprometida.

  7. Pontagrossense
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 22:01 hs

    Também acho um ABSURDO a gnt receber o sinal de apucarana, nhengo. Quem sabe vendendo a emissora de lá, pelo menos recebamos a programação de curitiba, quiçá uns programas locais né?

  8. SYLVIO SEBASTIANI
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 23:42 hs

    NOS TRABALHAMOS JUNTOS NA TV E NA RADIO CULTURA. MAS ACHO O RATINHO MELHOR COMERCIANTE QUE ANIMADOR DE AUDITÓRIO.

  9. Larissa
    sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 – 10:12 hs

    pelo que sei o Ratinho está indo para a Band. E vender horario é a coisa mais normal até a globo vende horario se vc contabilizar o tanto de comerciais que tem da prefeitura de Curitiba o que o Pastor tá pagando é micharia.

  10. Erinio
    sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 – 10:31 hs

    E pensar que esse cara começou vendendo ovos em rodeios na região de Contenda, Lapa…

    Gostem ou não, esse Ratinho (pai) é alguém que subiu na vida… e não foi entrando para a política . Rsss

  11. Paulo Roberto Urbano
    sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 – 10:45 hs

    É O ratinho honrando o slogan de sua tv “AMOR PELO PARANÁ”

  12. Zé do Coco
    sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 – 11:52 hs

    O radialista encetou voos altos demais para suas curtas asas. Que o povo do Paraná lhe dê um redondo NÃO nas eleições de que participar, ainda que através do filho, porque, se um cidadão não tem competência para cuidar de um negócio rentável como a televisão, não merece confiança para gerir a coisa pública.
    Vamos ficar logo logo sem Silvio Santos também. Não se perde grande coisa mas não podemos esquecer que não faz muito tempo a imagem com melhor qualidade era a do Grupo Paulo Pimentel.
    Alguém pode me explicar aí o que anda acontecendo com o Dr. Paulo Pimentel? Não tinha sucessores à altura para comandar o grupo?

  13. BENIGNO A DIAS
    sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 – 11:54 hs

    A FACE “CAPETALISTA” DO PROTESTANTISMO

    Apesar de muitos definirem o protestantismo, no Brasil, como alguma coisa messiânica ou uma profecia consumada, o pano de fundo dessa corrente religiosa esconde a voracidade do imperialismo ianque (Estados Unidos e Grã-Bretanha), em transculturar os povos de credos diferentes. Quanto mais esses dois países inculcarem nas demais nações o espírito protestante, maior será o número de “igualados” a se identificarem e absorverem a ideologia ianque. Noutras palavras: cada elemento que se “converte”, consciente ou inconscientemente, “é um esterco que está adubando a erva daninha semeada por esse império internacionalista”. E o pior: as criaturas manipuladas não se dão conta de que estão servindo de vetor de propagação para uma peste mundial. Durante a ditadura militar, entidades como o IBAD (Instituto Brasileiro de Ação Democrática) teriam recebido milhões de dólares para investir na manipulação da consciência nacional, tendo como principal agente as seitas oriundas dos Estados Unidos.
    Ao longo desse período totalitário, bastava surgir uma liderança popular, progressista, para que a mesma fosse enquadrada na Lei de Segurança Nacional. Se o trabalho de conscientização fosse pregado no campo, o crime seria tipificado de: “Incitação a camponeses”. Igual punição não era aplicada a padres e/ou pastores que usurpavam e encabrestavam seus sequazes. Óbvio, ao sistema opressor, é utilíssimo alguém que o ajude a controlar a massa subjugada, porém, é por demais pernicioso e ameaçador quem tentar retirar as amarras da mesma.
    Organicamente, a hierarquia dentro das facções evangélicas, embora informalmente, reproduz, de certo modo, a pirâmide verificada nos quartéis. Ou por que não dizer: a estrutura do estrato social. Numa corporação militar, o posto, o qual ninguém gostaria de exercê-lo, seria o de recruta. Entretanto, como pessoas pobres mal escoladas não têm muitas opções, a função de soldado acaba sendo atraída pela ralé, até por uma questão de sobrevivência desta. Uma vez constituída a base, de suas proporções suscitam as graduações verticalmente superiores. Exemplo: para cada efetivo de 100 praças, urge a
    necessidade de 8 cabos, 4 sargentos 2 tenentes e assim sucessivamente. Como sargento e tenente (acesso ao oficialato) já detêm cargo de mando, o ingresso a ambos não exige a via-crucis pela qual deve passar um recruta. A seleção dos dois é feita mais pela via intelectual do que pelo tirocínio penoso. Pois presume-se serem seus postulantes mais bem qualificados; perfil abundante nas classes sociais mais aquinhoadas.
    Assim sendo, por vezes, a vitória ou derrota de uma batalha depende mais da versão dada por aqueles que têm vez e voz – os graduados – e menos das baixas de um lado e outro. Apesar de ser o soldado o combatente que prova das agruras do front.
    Nas seitas protestantes, igualmente, à medida que a comunidade, inicialmente composta pela escória, incha, vai-se tornando uma clientela atrativa para as mais diversas corjas de exploradores (numa relação presa/predador): ícones da mídia, vendedores de motivos religiosos, cantores, escritores, políticos inescrupulosos etc. De tal modo que, investir numa comunidade cativa é um negócio, até então, seguro; graças à fidelidade imposta pelo pastor às suas ovelhas a tudo que diz respeito à doutrina apregoada. Só para ilustrar, um caso típico: alguém tentou a vida como “cantor mundano”, mas não logrou êxito. Então, ele se converte em um cantor evangélico. Suas probabilidades de sucesso passam a ser imensas, já que o mesmo vai vender sua pandorga (música chula) a uma clientela que considera divino tudo o que sai da boca daquele “canteiro”. Esse método de recrutar clientes, “isolando-os” do mundo (marketing fechado), é aplicado
    por empresas como a estadunidense AMWAY.
    A propósito, em período eleitoral, os candidatos investem maciçamente, aliciando os pastores, pois subentende-se que os templos evangélicos ainda são currais eleitorais, cujo cabresto está na mão do seu dirigente espiritual. E isso parece ter um fundo de verdade, porque se não houvesse o retorno esperado, o político não iria aplicar seu dinheiro em vão. E para reforçarem o “recado divino”, os reverendos ainda invocam Mateus 7:6 “Irmãos, não dêem vossas pérolas aos porcos; povo santo deve votar somente em candidatos revelados por Deus!” Tamanha incoerência peculiar aos hipócritas mais descarados! Percebendo se tratar de uma exploração politiqueira em nome de Deus, o ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça-STJ, Nilson Naves, em entrevista, sugeriu que o parlamento criasse um instrumento legal capaz de frear a enxurrada de pastores ao poder político, em detrimento das outras lideranças da sociedade civil desprovidas de uma máquina de manipulação dessa ordem. -Ora, se creio em um Deus onipotente, por que eu tenho de recorrer a recursos mundanos (como dinheiro, política, medicamentos) para solucionar os meus simplórios problemas existenciais?! É uma forma indireta de negar a fé professada. Isso seria como afirmar: eu resido em um conjunto de 4 unidades habitacionais – não moro na residência 1 nem na 2 nem na 4 – por exclusão habito na casa 3. Ou por inclusão direta: resido na moradia 3! O caso anterior de fé de araque é análoga à de um certo papa, quando encenou enfrentar a gripe espalhola:
    “Porque, para a maioria das pessoas, uma epidemia ou seja, o surto de uma doença infecciosa era um castigo divino, que vinha diretamente do céu ou, quem sabe, do inferno. Por isso, no auge da epidemia da peste, o papa Clemente VI conclamou os fiéis de toda parte a pedir clemência em Roma. Acredita-se que 1,2 milhão de peregrinos tenham atendido ao pedido, informa o epidemiologista Afonso Dinis Costa Passos, professor da Universidade de São Paulo, em Ribeirão Preto. Mas, no meio do caminho, nove em cada dez pessoas caíram mortos. Quem chegou em Roma, por sua vez, não viu o papa, que preferiu ficar encarcerado, com medo de se transformar em mais uma vítima.”
    A exemplo das casernas, a imagem próspera e positiva dos “convertidos” passa a ser publicamente impingida como algo comum ao rebanho inteiro. Por quê? Porque os membros que têm vez e voz de falar em nome da congregação são os privilegiados , os quais vivem de usurpar a “receita” arrancada da base majoritária e cega. Vale ressaltar que tais figuras notáveis são por demais bem vindas à comunidade e, muitas vezes, até mesmo cooptadas pelas lideranças. Haja vista que, se por uma lado elas sugam os seus pares, por outro, as mesmas servem de garotos-propaganda à seita. Há situações também, quando as ovelhas inferiores aparecem dando testemunhos, porém, não raramente, são pagas para isso.
    Atualmente, com a onda da Doutrina da Prosperidade (JE$U$ é REAL, Templo é Dinheiro, Pequenas Igrejas Grandes Negócios, JE$U$ com CIFRÃO), sempre que surge um segmento significativo dentro da sociedade, logo aparece um heresiarca (fundador de seita falsa) para criar uma igreja capaz de arrebanhar e explorar o filão de mercado representado por aqueles dizimistas, em potencial, ainda sem rebanho. Para alguns estudiosos, tal prática protestante seria uma herança da Igreja Católica; consta que São Benedito e Nossa Senhora Aparecida teriam sido “pintados” de preto para que a comunidade negra se sentisse representada dentro do catolicismo e assim se debandassem dos ritos candomblecistas/umbandistas. Os métodos para arrancar dízimos e ofertas dos cativos da fé são os mais diversos: carnês mensais, depósito em conta corrente, campanhas arrecadatórias para um determinado fim etc. Na maioria dessas igrejas, no ato de catar o dízimo, o pregador põe um cântico relaxante, deixando o ofertante em estado de entrega total. Em outros templos, o missionário submete os fiéis a constrangimento: “Apresente sua oferta ao Senhor Jesus, irmão!” E todos são obrigados a exibir à assembléia o valor do dízimo a ser ofertado. Essa tática tem como objetivo induzir uma competição entre os doadores; ninguém quer ser visto como um ofertante mesquinho, claro! A contrapartida: aquisição de terreno no céu, recebimento de uma graça especial, promessa de ficar milionário (somente àqueles que se despojarem de todos os seus bens em prol da igreja). O contra-censo: a venda de indulgências, por parte da igreja católica, foi um dos pretextos que levou Martinho Lutero a promover o racha contra o domínio papal ou Reforma, como ficou conhecida. Agora vimos as seitas de Lutero cometendo os mesmos erros. Então vem-nos a indagação: o cisma dos protestantes foi para moralizar ou para abocanhar o rico “mercado” outrora monopolizado pela igreja romana?
    Durante o 2º semestre de 2.005, a Câmara Federal esteve envolta por CPI’s, com fins de apurar casos de roubalheiras sem precedentes, na história da República, cujos protagonistas foram os próprios pares daquela Cada Legislativa que tinham como comparsas alguns empresários inescrupulosos. Aproveitando aquela “cortina de fumaça”, nos aeroportos, pastores-políticos também foram flagrados atravessando muitos malotes abarrotados de dinheiro, eventualmente, resultante da coleta de dízimo. O que entre os deputados ficou conhecido por MENSAMALÃO, à versão pastoral da aludida gatunagem deu-se o nome de DIZIMÃO DE GRUDE. Por ser o dízimo isento de comprovação de procedência, a cada dia crescem mais as suspeitas de que muitas seitas estariam servindo de lavanderia para as finanças do crime organizado.
    Em conversa reservada com um pregador membro da minha família, ele me confidenciou que nada melhor para incrementar a colheita de dízimo como uma profecia catastrófica. Se na noite anterior a mídia divulga uma matéria apocalíptica, nos dias seguintes, temendo serem atingidos pela praga prenunciada, os “irmãos” escancaram as suas carteiras e derramam grana abundantemente na sacolinha da coleta, talvez uma tentativa de comprar a custódia de Deus. Ele me falou, ainda, que soube tirar o máximo de proveito do BUG do milênio, pane que acometeria todos os computadores na virada do milênio. Eis que o meu parente de mente fértil deu uma significação satânica e escatológica à sigla BUG (Beast Undercover God) = Deus Disfarçado de Besta (fera), isso deixou seus asseclas em polvorosa. Nada a ver com o significado de bug em inglês: percevejo, inseto etc. Agora o meu familiar prodigioso está aterrorizando os seus lacaios, valendo-se do Verichip: um microcircuito digital que introduzido na região subcutânea, contendo dados da pessoa portadora, pode servir ao governo como controle logístico da população. “Sangue de Jesus, irmãos, isso já é própria Besta 666!” Alerta o pregoeiro espertalhão. Uma piada assim é tão ridícula quanto a explicação demonológica apresentada por um “bispo” da Igreja Universal, para o tsunami ou onda gigante que avassalou o sul da Ásia, em 26/12/2004, cujo número de mortos deve ter superado a casa dos 300.000. No dia seguinte à catástrofe, em um programa matutino da TV Difusora, profetizou o apóstolo iurdiano: “Meus irmãos, maremotos de tamanha magnitude são causados por um ‘encosto’ habitante das profundezas oceânicas!” -Santa manipulação! Cá pensei comigo: opa, o que tal nós, humanos, capturarmos esse monstro fortíssimo e utilizarmo-lo para mover as nossas turbinas, nas centrais hidrelétricas?! Seria o fim da crise energética mundial! Durante a programação, eram exibidos flashes de “obreiros”, sob o comando de um pastor, varrendo a escadaria da “catedral da fé” da Igreja Universal em São Luís-MA, uma imitação burlesca à lavagem das escadarias da catedral do Senhor do Bonfim em Salvador-BA. Na ocasião, o “bispo” fez questão de enfatizar que o banho utilizado pelos “obreiros” era composto de sete ingredientes, e que fora preparado por uma “ex-mãe-de-encostos” ou Mãe-Cida. O programa humorístico, Casseta e Planeta da Rede Globo, que se cuide!
    Por conta do crescente número de lésbicas e gays dentre as populações, surgem seitas da estirpe: Sinos de Belém, cujo dogma é o homossexualismo, já conta com 120 templos. E as igrejas: Adventistas Gays, Igreja Comunitária Metropolitana (fundada pelo pastor Luís Fernando Pereira Guarupe), Outras Ovelhas (do pastor homossexual, Victor Soto Orellana) a Gays de Cristo, Igreja Acalanto, Comunidade Cristã Nova Esperança e outras seitas antinomistas (sem ética cristã). Nesses picadeiros, truques conseguidos à base de hipnose e auto-segestão chegam a impressionar os incautos: é ação do Espírito Santo, segundo os taumaturgos (milagreiros de araque), expulsão de demônios etc.
    Aliás, recentemente, tivemos a oportunidade de assistir a um bizarro show de hipnose. A reportagem exibida pelo Fantástico da Rede Globo, mostrando a “façanha” do pastor, Marcos Pereira da Silva (da Assembléia de Deus dos Últimos Dias, apóstata da legítima Assembléia de Deus), no Presídio de Benfinca-RJ, em 31/05/2.004. Aos olhos de um fanático, aquela patarata foi uma verdadeira Armagedon (as mãos do Espírito Santo agindo contra Satanás). Todavia, a uma pessoa racional, o acontecido ali nada mais foi que uma demonstração de hipnose coletiva; prática bastante explorada, em programas de TV, por padre Quevedo, Uri Gueller, pelo hipnólogo Fábio Fuentes etc. Meras emboscadas para arrancar dízimos de otários.
    No caso dos amotinados cariocas, o operador (o pastor) contou com um aliado poderoso: o fato de os presidiários estarem mais de 3 dias sem comer. É fato comprovado: a abstinência alimentar, por períodos longos (o famoso jejum como preparação para o fiel receber o “espírito santo”), constitui a receita básica das seitas, durante os trabalhos de lavagem cerebral em seus seguidores. Trata-se de um fenômeno humanamente explicável: quando estamos com muita fome, o nível de glicemia (açúcar) cai drasticamente, em nossa massa sangüínea. Carente de açúcar, o cérebro fica “desenergizado” e muito vulnerável a sugestões, alucinações, comandos externos etc. Ademais, na cadeia, os presos estão em um ambiente por demais hostil e assombrado: psicologicamante eles vivem em permanente estado crítico (borderline). Nessas ocasiões, a equipe de psicólogos prefere vestir as cores branca ou azul (por serem desaceleradoras). Os detentos drogados, em geral, resistem ao processo de hipnose, pois a droga (em sua maioria) é uma bloqueadora mental, dificultando a recepção das sugestões emitidas pelo hipnotizador.
    – Mas a hipnose só não ocorre quando o paciente ou sugestionável permite?!
    – Sim, isso é uma verdade. Porém, cumpre lembrar: pessoas acabrunhadas e fragilizadas não têm poder de escolha, não resistem; suas mentes estão quase sempre permissivas e desorganizadas, sobretudo, quando a chave ou engodo do processo persuasivo é o nome de Jesus (um socorro universalmente invocado em caso de desespero). Aliás, no seus jogos de sedução, as seitas proselitistas imitam muito bem os urubus: seus agentes procuram ludibriar as pessoas quando estas estão numa situação de “fundo-de-poço”, no auge da angústia, com poucas chances de reagir a uma cilada dos fariseus tentadores. Para um náufrago aflito, até uma galho de espinhos serve de tábua de salvação.
    Onde há facções rivais, num mesmo presídio, o sugestionador deve sugerir a todos um inimigo comum: o DIABO é um ótimo nome. Assim, na luta de todos contra “satã”, os desafetos encarcerados acabam se unindo em prol do mesmo objetivo: derrotar o “diabo”. “Quando a floresta pega fogo, coelho e onça buscam abrigo na mesma moita, e ninguém come ninguém”.
    * Conforme noticiou a imprensa carioca, outros negociadores, como: padres, psicólogos, sociólogos etc., já se haviam oferecido para intermediar o conflito. Mas o secretário da Segurança Pública do Rio de Janeiro e pastor, Anthony Gatinho, alegando “questões de segurança” vetou a todas as cortesias. Mais tarde, ligou ao pastor Marcos Pereira da Silva, que aceitou o convite. Garotinho sabia que, naquelas alturas, um êxito logrado pelo reverendo seria creditado a todo o segmento protestante, do qual ele é parte. Depois de toda a bravata descrita, o que se sabe sobre o pastor “miraculoso” é que a polícia o está investigando para tentar confirmar a suspeita de que o mesmo receberia dinheiro do crime organizado, em contrapartida, Marcos Pereira homiziara bandidos em uma fazenda pertencente a sua seita.
    Entretanto, para um povo que se autoproclama de “santo”, o mais difícil deve ser para explicar os contrastes a seguir:
    *Alemanha, quase 100% protestante. Segundo os ex-goleiro da seleção alemã, Schumacher, 90% dos jovens alemães usam drogas (inclusive os atletas). Ele teve que sair às pressas de sua pátria para não ser assassinado. Além de ser a nação onde se consome mais cerveja no planeta. Quem bebe essa cervejada toda? E em número de racistas e neonazistas só perde para os Estados Unidos! Quantos foram os judeus trucidados, durante a 2ª Guerra Mundial, pela Alemanha, berço do protestantismo?!
    *Holanda, com o mesmo percentual evangélico da vizinha Alemanha: país mais depravado do mundo, família lá é uma instituição extinta. A eutanásia e algumas drogas já foram legitimadas pelo governo, casamento entre homossexuais etc.
    *Estados Unidos, outra potência protestante, responde pelos primeiros lugares em: consumo de drogas, homossexualismo, alcoolismo (2º lugar; 1º Rússia), prostituição, satanismo, heresia, racismo e neonazismo. Além de ser o país que mais perpetra genocídio contra os outros povos para roubá-los e escravizá-los. É a nação que mais investe na produção de armas de destruição em massa.
    *Africa do Sul, 24% de evangélicos, descendentes de holandeses (böers) impuseram um regime segregacionista, crudelíssimo (apartheid), por muitos anos, contra a maioria negra (76%). Inclusive, o médico sul-africano, Wouter Basson, produziu, em laboratório, uma bactéria específica para matar só negros.
    *Inglaterra, outra nação assassina (vide história). A última pesquisa mundial acerca de fé, divulgada pela rede globo, 33% (1/3) da população confessou-se ser atéia. Recordista global.
    * Finlândia, 98% protestante, mas é o país que se destaca no 1º lugar em números de suicídios. E o alcoolismo entre os finlandeses inicia aos 15 anos de idade.

  14. viko alves
    sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 – 13:04 hs

    A Rede Massa desandou….

  15. Charles
    sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 – 14:13 hs

    a tendencia piorar cada vez mais!

  16. Pó Branco
    sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 – 14:52 hs

    Tem angu cru nesse guizado mal temperado. Vendeu para pagar a divida astronomica que ele tem com o Dr. Paulo Pimentel, pagou as parcelas atrasadas mas tem mais a vencer.
    em centenas de processos a pagar, comprou mal investiu milhões e agora vendeu por micharia, apertando o calo. Depois de velho vai mexer com que???????????????

  17. Ex-funcionario
    domingo, 25 de janeiro de 2009 – 20:15 hs

    Ele acaba de demitir o diretor de jornalismo Valdir Cruz, um icone do jornalismo paranaense. No seu lugar coloco um gaúcho, aliais de “Paixão pelo Paraná” a rede do rato não tem nada, tem um diretor geral paulista que é contra o futebol paranaense e um diretor de jornalismo gaúcho.

    As dividas estão se acumulando, calma logo, logo ele fecha as portas.

  18. Vanderlei
    segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 – 18:38 hs

    Ta certo em comprar mesmo, e quantas pessoas em vez de assistir as mentiras das novelas, coisas indecentes, e esta escrito O MEU POVO SOFRE POR FALTA DE CONHECIMENTO, DA PALAVRA DE DEUS, é a q liberta, transforma,cura e salva, e logo mais igrejas vao comprar, quantas pessoas não tiveram,curas,libertaçoes, familias restauradas, QUEM CRE VERA A GLORIA DE DEUS!,

  19. jaqueline
    terça-feira, 27 de janeiro de 2009 – 10:27 hs

    Que as redes evangelicas estao crescendo isto é verdade, agora, ninguem diz absolutamente nada sobre as posses da igreja catolica, o que é um fato historico. Na minha cidade mesmo estao investindo 9 milhoes em uma igreja e a 3 milhoes em outra a menos de 2 km de distancia (num bairro vizinho) alem da igreja ser dona de um shopping inteiro.
    Seria tao bom se os jornalistas fossem imparciais e tivessem o minimo de profissionalismo.

  20. Anônimo
    quarta-feira, 28 de janeiro de 2009 – 14:55 hs

    NÃO FOI VENDIDA, SÓ BOATOS DE FUXIQUEIROS

  21. Gonçalvez
    quarta-feira, 28 de janeiro de 2009 – 15:01 hs

    Foi vendida sim, o Missionario já até declarou em seus cultos

  22. sábado, 31 de janeiro de 2009 – 17:42 hs

    GLORIAS A DEUS, QUE O ESPIRITO SANTO, ESTÁ NO COMANDO DE TUDO, E satanas, JÁ SABE QUE SEU FIM ESTÁ CHEGANDO, VAMOS COMPRAR TUDO QUE FOR REDE DE TV, PARA PODER FALAR DO AMOR DE JESUS, O inferno, ESTÁ TREMENDO, JESUS CRISTO VEM AI, DEIXE VOSSOS CORAÇÕES, NÃO OLHE PASTOR E NEM PARA O DINHEIRO QUE É A PERDIÇÃO DO MUNDO, SÓ OLHE PARA JESUS, ENQUATO É TEMPO, JÁ SOMOS MAIS DE 30% DE APAIXONADOS POR JEUSUS, ISTO É SÓ NO BRASIL, COM MAIS CANAIS IREMOS GANHAR O MUNDO PARA O SENHOR JESUS, PARA A GLORIA DE NOSSA DEUS, CONVERTA-SE ENQUATO É TEMPO, QUE DEUS ABENÇOE A TODOS, E QUE TENHA MISSERICORDIA DESTAS LINGUAS MALIGNAS, QUE NÃO SABEM QUE DISSEM. COM DE CRISTO A TODOS, PROFETISO: AINDA VOU TE CHAMAR DE MEU IRMÃO, QUE O ESPIRITO SANTO DE DEUS FALE MAIS AO TEU CORAÇÃO. AMEM

  23. BENIGNO A DIAS
    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009 – 11:22 hs

    4. COMO AS CRENÇAS LESAM AS MENTES

    4.1 Psicose Divina
    Certa vez, eu vinha sendo perseguido por um “fantasma”. Ao perceber meu drama, um pastor propôs que me convertesse ao protestantismo; era a minha única saída, segundo ele.
    Aí, pensei comigo: meu problema pode ser um ótimo passaporte para eu adentrar as entranhas dessas igrejas prodigiosas, e assim compreendê-las melhor. Acolhido como um novo irmão, vi o pastor escalar dois exércitos antagônicos, que vivem travando uma
    armagedon espiritual. De um lado, uma legião de demônios cujo caudilho era Lúcifer. Do outro, uma ordem de anjos capitaneada por Jesus; a banda pela qual fui recrutado.
    Depois de servir de bumerangue por algum tempo, pressenti que o meu fantasma que outrora era um, agora se havia multiplicado numa falange. Como entrei na seita, partindo do princípio de que eu tinha inimigos invencíveis, e que para continuar resistindo-os, eu teria que viver em combate permanente. O mundo tornou-se mais hostil e conflitivo para mim: eu trombava contra tudo e contra todos. Minhas doenças psicossomáticas e problemas existenciais de toda sorte vinham-se agravando, à medida que eu me afunilava naquele processo de paranóia; via a presença do diabo em tudo que viesse de encontro a minha doutrina. E o pastor me advertia: “Resisti o diabo e ele fugirá de vós; mas se desertardes do quartel de Cristo, o número de capetas que levareis convosco, será sete vezes maior!” Mas para que me mantivesse imune aos adversários, eu teria que comprar uma “vacina”, cuja dosagem era paga em dízimos e trabalhos semi-escravos, e o pior: seu efeito não durava 12 horas.
    Então, foi que despertei, enfim; voltei à “vida mundana”, não fui obsediado por espírito algum. Conclusão: eu teria montado uma batalha cujo campo era a minha mente e o cavalo dela era eu mesmo.

  24. JOSE CARLOS
    quinta-feira, 19 de março de 2009 – 10:16 hs

    SERA QUE A REDE GLOBO UM DIA SERA UMA CASA DE MILAGRES,QUAL BISPO TERA A SORTE DE COMPRAR A REDE SÓ O NOME LEVARA MAIS DE 100.000 MILHOES DE FIEIS HA HA HA HA

  25. jes
    segunda-feira, 22 de junho de 2009 – 22:00 hs

    Feliz a nação cujo DEUS é o SENHOR. Diz a palavra de DEUS. Parem de ser criticos e procurem fazer a diferença. Alias o que voceis tem feito para melhorar!!!!!!

  26. André Luiz
    segunda-feira, 29 de junho de 2009 – 12:16 hs

    Pois é, tem muita coisa errada mesmo acontecendo por aí em alguma igrejas, mas não dá pra generalizar.
    Há igrejas muito sérias que vivem realmente em santidade e tem o amor de Jesus. Voce vê isso logo que entra lá.
    Essas é que são as igrejas que realmente são guiadas pelo Espírito de Deus.
    Igrejas que são guiadas pelo homem realmente tendem a ser do jeito que esse cara falou aí.
    Um exemplo de Igreja que ninguém fala na midia é a Igreja Batista da Lagoinha, entrem no site e vejam a diferença. (diantedotrono.com.br)
    Quem fala só mau das igrejas não conhece as outras, pois na midia só aparece mesmo a parte ruim das igrejas evangelicas.
    Como poderiam então falar bem?
    Quem fala mau é por que não conhece a Ludmila Ferber, o Pastor Antonio Cirilo, o David Quinlan, o Diante do trono, o Ministerio Trazendo a Arca, o Ministerio filhos do Homem.
    Quem tiver curiosidade coloque no google ou you tube esses nomes e veja o que é gente de Deus. Vai ver a diferença.
    Porisso acho errado falar assim abertamente mau dos evangelicos sem conhecer aquilo que é bom em nosso meio.
    Você que falou mau veja bem esses ministerios depois me mande um e-mail.
    Desculpe minha franquesa, mas minha igreja não tem nada a ver com isso que vc disse.
    Um abraço
    Deus te abençoe

    André Luiz-SC

    andreluizpng@hotmail.com

  27. jefferson
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 22:22 hs

    GLÓRIAS E GLÓRIAS AO SENHOR DEUS, MAIS UM CANAL DE TELEVISÃO PRA PREGAR A PALAVRA DO MEU DEUS ETERNO,ASSIM LIBERTANDO OS CATIVOS DE TODO PECADO… COMO MISSIONÁRIO DIZ AMÉM JESUSSSSS.

  28. segunda-feira, 24 de agosto de 2009 – 15:18 hs

    Por que Deus só vai lhe ajudar se der dízimos nas Igrejas?
    De onde pensam que Jesus é seu escravo, que é obrigado a atender tudo que pedem? E que quando não conseguem ter seus pedidos atendidos, a culpa é de um demônio que insistentemente tenta contra vocês?
    Deus deu a todos forças para lutar pela vida, mas somos tão ignóbeis que queremos ser carregados no colo, sem ter que nos preocupar com nada.
    Até quando as pessoas cairão na lábia de aproveitadores e pessoas inescrupulosas?

  29. segunda-feira, 24 de agosto de 2009 – 17:20 hs

    Quanto a possível venda da emissora, de que adianta nós criticarmos coisas que não dependem de nós? Se o senhor Carlos Massa vendeu a emissora, que tenha tido o lucro que almejou. Bons negócios para ele.

  30. terça-feira, 26 de janeiro de 2010 – 10:34 hs

    Segue matéria.

  31. wania
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 12:58 hs

    gente para de cuidar dos negocios dos outros o importante é que a emissora continua na cidade e nao foi para outro lugar continuamos asistido as programaçoes do mesmo geito !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  32. Marcos Oliveira
    terça-feira, 23 de março de 2010 – 19:10 hs

    Graças a Deus que teremos só Pastores pregando a palavra de Deus,em vez de pessoas mostrando a prostituição de seus corpos,de novelas que difamam de forma imoral a familia brasileira e ainda mais ensinando as pessoas roubarem,planejarem planos de roubo morte,onde quem esta sendo as vitimas de todas esta parafernálias são os nossos filhos jovens,ainda bem que o que eles pregam não são fatos destrutivos enganosos .

  33. sexta-feira, 18 de março de 2011 – 11:30 hs

    Em primeiro lugar não é bispo rr soares é missionario em segudo quem deve reclamar é quem contribui e quem contribui esta satisfeito e se vcs não contribui por que se meten aonde não são chamado por que não cuidam das suas vidas sera que se passar um pente fino na vida de cada um sera que vão continuar com essa ideia de super coretos

  34. quarta-feira, 15 de junho de 2011 – 15:38 hs

    Mentira a tv tibagi de Apucarana não vai ser vendida até já foi autorisada a operar no sinal digital, como vai ser vendida a 3 televisão de maior lucro do grupo massa…………

  35. Paulo César
    sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 – 17:02 hs

    È melhor ter uma rede de televisão, onde se possa ver coisas que sirvam para edificar vidas, do que assistir o lixo oferecido pela grande mídia que para nada mais serve, senão para manipular as pessoas que por outro lado acabam acreditando em tudo que vê.

  36. anônimo
    sábado, 24 de maio de 2014 – 17:39 hs

    Se falar de deus é ruim, usar drogas, estrupar crianças endefesas, ,maltratar idosos, matar os filhos é melhor, assaltantes mandando em nossas casas, bocas de drogas sendo aberta, traficar é melhor, do que ouvir a palavra de Deus, e aprender a ler a Bíblia! !!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*