Licitação do transporte coletivo de Curitiba sai até abril | Fábio Campana

Licitação do transporte coletivo de Curitiba sai até abril

isfer

A prefeitura de Curitiba deve publicar o edital com as regras da licitação para as linhas de ônibus da cidade até abril.

A previsão foi feita pelo novo presidente da Urbs, Marcos Isfer (foto), em entrevista ao repórter Heliberton Cesca da Band News FM. Isfer disse que a Urbs prepara uma audiência pública para debater as novas regras impostas para as empresas que vão administrar as linhas.

Ouça:

Ou clique aqui para baixar o arquivo em formato mp3.


11 comentários

  1. Lelo
    quarta-feira, 21 de janeiro de 2009 – 18:02 hs

    Qual a razão de ninguém falar nada sobre a situação do Transporte Coletivo de Curitiba que vem se arrastando ao longo do tempo? Aumento de tarifa, problemas na licitação, enfim…! Ou será que as críticas só valem para o Porto de Paranaguá, leia-se Requião. E o Beto não explica nadica de nada? Ah! ele está viajando…vamos trabalhar?

  2. divo juruna
    quarta-feira, 21 de janeiro de 2009 – 18:18 hs

    É, realmente uma boa piada do sr. Marcos Isfer.

  3. Lalo
    quarta-feira, 21 de janeiro de 2009 – 18:49 hs

    Os caras falaram, vc não ouviu?

  4. PARANÁ
    quarta-feira, 21 de janeiro de 2009 – 19:17 hs

    se a licitação for séria, e não de cartas marcadas, com toda certeza o valor da passagen vai diminuir.
    agora se continuar o monopolio, o preço vai subir.
    vamos aguardar, e que o MINISTÉRIO PÚBLICO e os MOVIMENTOS ORGANIZADOS, acompanhe de perto.

  5. divo juruna
    quarta-feira, 21 de janeiro de 2009 – 21:03 hs

    falando em piada, chegou o meu IPVA. E as estradas das liberdade? Devem ser estradas da liberdade para a família Requião assumir o “escritório de representação em Brasília”, uma MERDA que não serve para nada. como já disse algum idiota, a saída é o aeroporto

  6. LINEU TOMASS
    quarta-feira, 21 de janeiro de 2009 – 22:08 hs

    AO ISFER.

    ISFER, SUGIRO QUE VOCÊ PONHA EM PRÁTICA O PROGRAMA DO PPS NA URBS, E PUXE A ORELHA DO PRESIDENTE DO IPPUC, SE ELE NÃO MARCAR UMA REUNIÃO URGENTE DO CONSELHO MUNICIPAL DO TRANSPORTE COLETIVO, EM REUNIÃO ABERTA AO POVÃO, COM ANÚNCIO DE DATA, HORA E LOCAL.

    O ANTUNES VEM SOLICITANDO ESTAS REUNIÕES. ELE É MEMBRO DO CONSELHO.

    LINEU TOMASS.

  7. joca
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 0:40 hs

    o lobby das empresas de transporte coletivo domina a política de Curitiba , o único Prefeito dos últimos vinte e cinco anos que teve peito de enfrentar a máfia foi o Requião , naquela época a passagem era a mais barata d Brasil os dados está registrados , parte da frota era pública havia mais oferta de ônibus e maior frequência nos horários , também o PMDb era puro e sem pecado , o Lineu Tomass pode confirmar , haviam reuniões o Conselho e a Veja quando era também séria fez uma ampla reportagem com fotos da maioria do Vereadores flagrados recebendo dinheiro ao vivo e a cores em moeda sonante na séde do sindicato dessas empresas , foi um período em que os passageiros eram tratados com respeito , de lá para cá tudo mudou , hoje a maioria dos vereadores é financiada pelo mesmo sindicato e a URBS perdeu toda a autoridade , subsidia o sistema e ainda assim as passgens são as mais caras do Brasil, se de fato o Ministério Público investigar com competencia no estilo de uma operação Satihagra dá condenação criminal para muita gente reesponsável pela gestão e pelas tarifas nos últimos vinte anos , as provas terõ que ser procuradas com peritos e auditores , não à toa o Sr. Donato Gulin é miliárdario, espéro ver publicada esta nota e que os comentários dos blogueiros sejam sérios , aliás Curitiba é uma exceção quse mundial entre grandes cidades ao ter 100% do transporte de massas privatizado ao contrário das demais Rio e S.P com metrôs públicos, Porto Alegre com trens etc.

  8. Zé do Coco
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 6:56 hs

    Lineu, convém levar na maciota um pouco. Primeiro convocar reunião com as concessionárias do transporte coletivo e debater os pontos obscuros da questão do aumento da tarifa. Não pretendo ser advogado do diabo, mas convém lembrar que faz muito tempo que a tarifa não é reajustada. Os preços de combustíveis e demais itens sofreram alta, é bom não esquecer. Eu sou usuário do sistema de transporte coletivo e, embora já tenha idade para usar passe livre, não o venho fazendo porque sou contra. Acho imoral jogar nas costas da população o ônus, ainda considerando o fato de que, se só existissem idosos na cidade, DE ONDE tirariam o dinheiro para cobrir o custo do transporte?
    Posso estar parecendo trouxa, mas não ficou esclarecido ao povo, até hoje, QUEM está pagando o custo do transporte coletivo para os idosos?
    Tenho um filho estudante: QUEM custeia a passagem para eles, no caso de o transporte ser gratuito?
    É preciso rever essa questão, porque, salvo prova em contrário, não estamos numa ditadura comunista, mas num regime de livre empresariado.

  9. regina duarte
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 8:52 hs

    vai ocorrer sim, dia primeiro. Primeiro de abril

  10. Almasor Abbas Adilah
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 11:59 hs

    O aumento era necessário, pois o custo da passagem estava defasado após vários anos sem ser alterado, a licitação já vai sair e as audiências públicas sempre fizeram parte da relação democrática entre o Beto Richa e a população!

  11. telescópio
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 – 13:36 hs

    Gente, o problema não é o remédio, como li alguem falando na internet. E a posologia.
    Esse oportunismo eleitoreiro do prefeito em segurar a tarifa anos e jogar em avalanche duma vez só, ficou feio. Muito feio.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*