Governo quer mudar regras da suspensão temporária do emprego | Fábio Campana

Governo quer mudar regras da suspensão temporária do emprego

Com medo do crescimento das suspensões temporárias de contratos de trabalho pelas empresas, o Ministério do Trabalho anuncia nova regulamentação para o sistema, que é previsto na CLT desde 1999. O ministro Carlos Lupi diz que sua preocupação “é evitar que o FAT seja um fundo de amparo aos empresários e também não seja contra o trabalhador”. Duas grandes empresas – a Philips e a paranaense Renault – firmaram acordos com os sindicatos de seus empregados para suspender o contrato de trabalho por até cinco meses.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*