Goinski promete reabrir Centro Médico em Almirante Tamandaré | Fábio Campana

Goinski promete reabrir Centro Médico em Almirante Tamandaré

O prefeito de Almirante Tamandaré Vilson Goinski, do PMDB, declarou hoje durante entrevista coletiva que irá compor uma Comissão Especial de Estudos para investigar o que aconteceu no Centro Médico 24 horas e como colocá-lo de volta para funcionar.

O hospital, que funciona anexo ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, foi fechado em dezembro do ano passado durante investigação da Gaeco. A comissão que trabalhará na reabertura do Centro Médico será composta por representantes do Ministério Público, Câmara, Poder Executivo Municipal, Rotary Clube, Sindicato, Conselhos e Comissões Municipais. Veja um trecho da entrevista:

Para ler a declaração do prefeito Vilson Goinski, clique no “Leia Mais”.

O Prefeito Municipal de Almirante Tamandaré, Vilson Rogério Goinski, vem a público, através desta nota, em respeito à população tamandareense, especialmente aqueles que necessitam atendimento médico-hospitalar pelo Centro Médico 24 horas, que funciona anexo ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, esclarecer e informar o que segue:

1- A Prefeitura Municipal mantém, desde 2005, convênio com a instituição Hospital Nossa Senhora da Conceição, atualmente administrada pela empresa cuja razão social é Camilo & Cruz Ltda., cujo convênio obedeceu todos os trâmites legais, ou seja, foi autorizado através de projeto de lei devidamente apreciado e aprovado pela Câmara Municipal, bem como todos os termos aditivos que o complementaram. O convênio obedece as determinações e restrições da Lei de Responsabilidade Fiscal, foi realizado por dispensa de licitação por ser o único hospital sediado no Município e credenciado pelo SUS/Ministério da Saúde (a dispensa está contida no Art. 116 da Lei 8.666, de 1993);

2- O Hospital efetua o atendimento através da Unidade 24 horas que, como o nome indica, atende sábados, domingos e feriados e, igualmente, nos horários em que as demais Unidades de Saúde do Município estão fechadas, ou seja, após as 17 horas.

3- As prestações de contas são realizadas mensalmente e o Município não efetua o pagamento se a prestação não for efetivada ou apresentar qualquer irregularidade;

4- O Município, através do sistema integrado do Departamento de Contabilidade, sempre acompanhou as prestações de contas, encaminhando-as ao Tribunal de Contas junto com a prestação anual, tendo até agora todas as suas contas aprovadas por aquela Corte de fiscalização, sem qualquer ressalvas;

5- Além da Contabilidade e do Tribunal de Contas e para cumprimento a legislação federal, a organização administrativa do Município conta, desde 2005, com a Controladoria Municipal, órgão criado para fiscalizar, orientar e ajudar no controle e gestão das políticas públicas municipais, o qual inclusive efetuou e acompanha toda a movimentação do convênio com o Hospital;

6- Não estamos alheios e tampouco alijados do complexo processo de gestão pública e de toda a responsabilidade que contém, tanto que sempre norteamos todas as ações e processos envolvendo a coisa pública, com transparência e cuidado, disponibilizando cópias de convênios, termos e toda a documentação do Município, para transparência, publicidade, fiscalização e acompanhamento por parte dos poderes competentes.

7- Estamos preocupados e apreensivos com a manutenção do fechamento do Centro Médico 24 horas e a constituição da Comissão Especial de Estudos, composta por representantes do Ministério Público, Câmara, Poder Executivo Municipal, Rotary Clube, Sindicato, Conselhos e Comissões Municipais, objetiva a rapidez da reabertura do CM 24 horas com o envolvimento dos poderes constituídos e da sociedade civil organizada, para garantirmos lisura e transparência na volta ao funcionamento daquela Unidade fundamentalmente importante, já que os procedimentos de urgência e emergência médica não podem ser realizados pelas demais Unidades de Saúde que não possuem estrutura para suportá-lo.

8- Gostaria de mencionar e informar alguns números básicos que servem para demonstrar o quão fundamental é o Centro Médico para a nossa população;

– Temos hoje no Município 27 médicos concursados e mais 17 que recebem pelo Piso de Atenção Básica (PAB), totalizando 44 médicos para atender todo o Município. Estamos ofertando 31 novas vagas para médicos no concurso público que estamos abrindo agora a partir de fevereiro. Observem que esse número atende uma população de mais de 100 mil habitantes.

– Vejam agora a evolução de atendimentos realizados pelo CM 24 horas nos quatro primeiros anos da nossa administração e considerando uma média mensal de atendimentos, que envolve consultas e procedimentos:

2005 – iniciamos com uma média de 6.544 atendimentos e com um valor mensal de R$ 49.910,00;
2006 – média de 8.269 e o valor R$ 104.000,00;
2007 – média mensal de 13.444 atendimentos e valor de R$ 140.000,00;
2008 – o valor de R$ 140.000,00 permaneceu até final de março e a média mensal saltou para 19.666 atendimentos. A administração do Hospital completamente desesperada com a falta de recursos para suprir essa demanda, solicitou e efetivamos o primeiro aditivo em abril, passando para R$ 160.000,00 e em junho o segundo aditivo de mais R$ 80.000,00.

Observem, finalmente, que a determinação constitucional de aplicação de recursos na saúde é de 15% e nós sempre extrapolamos esse número:

– em 2005 aplicamos 17,37%;
– em 2006, 22,28%;
– em 2007, 20,96% e
– 2008, 21,87% (no período de janeiro a agosto/2008).

9- Esperamos com isso ter demonstrado a nossa vontade de melhorar e realizar uma gestão séria, comprometida com a população e com toda a gente do nosso Município. O compromisso com a transparência e a busca de ações e projetos pelo crescimento e melhoria da qualidade de vida e que a constituição da Comissão, agilize e faça acontecer, no menor tempo possível, a reabertura do nosso Centro Médico 24 horas, a fim de que não pereça nosso sistema de saúde municipal, quiçá ceifando vidas pela falta de atendimento especializado.


12 comentários

  1. Machadinho
    segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 – 18:21 hs

    Parabéns Prefeito Goinski! Isso demonstra a grandeza e a ombridade de que necessita um homem público; um chefe de Estado; para poder administrar um Município e gerir os recursos providos por tal! Uma gestão pautada na honestidade; olho-no-olho; e acima de tudo, com ÉTICA e RESPEITO àqueles menos favorecidos! Digna a sua causa… fiel a sua luta… e o povo tamandareense, com seus 32.048 votos de confiança, verão que ALMIRANTE TAMANDARÉ continuará NO RUMO CERTO!! Que Deus continue lhe abençoando e iluminando, para atender com dignidade aos que clamam por JUSTIÇA! Quem conhece sua base, sua estrutura familiar e seu ‘berço’, não tinha dúvidas quanto a sua postura nesse episódio lamentável! Não causa nenhuma surpresa a atitude tomada por Vossa Senhoria! Já para aqueles que tentaram ‘desestabilizar’ a atual gestão com métodos ardilosos, mesquinhos e baixos… SÓ LAMENTO!! Prefeito Goinski… estamos com você!!!

  2. Noel Eugenio
    segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 – 19:42 hs

    Procurem ver quem é Controladora Municipal, no passado era a Tia da Esposa do Goinski, esse orgão foi criado somente para dar emprego para titia. e tem Status de Secretaria.

  3. FONTE SEGURA
    segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 – 20:53 hs

    Menos Machadinho… MENOS!

    Puxação de saco assim, na política, só vejo quando tem “pano na manga”.

    Srs. Vereadores em especial Sr. Vereador Dario que ao que me consta é o único que não cedeu aos braços do poder, o único que não faz o joguinho do Prefeito.

    Cadê a fiscalização!
    Afinal vcs são pagos para isso.

  4. Cara de Pau
    segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 – 20:54 hs

    Acho muito bom que estejam querendo reabrir o Centro Médico em Almirante Tamandaré. Mas ao invés de ficarem discutindo entre eles mesmo, não seria melhor procurar também a Secretaria Estadual de Saúde e a Prefeitura de Curitiba, que tem mais experiência? É só sugestão para ver se dá certo.

  5. Newton Gusso
    terça-feira, 27 de janeiro de 2009 – 11:06 hs

    Nenhum tramite foi obedecido. Contrato Administrativo com empresa mercantil depende de licitação, a autorização da Camara, antecede até a criação da tal Empresa Camilo & Cruz, não ocorreu a tal dispensa de licitação invocada, quanto a isso dira o Tribunal de Contas quando da analise especifica do Processo 19739-6/07. Ser o único Hospital, neste caso,ñão outorga nenhum direito. A Empresa gestora tem um Capital Social de R$ 10.000,00, tendo comprado os equipamentos por R$ 1.750.000,, os atendimentos podem ser verdadeiros, mais a que custo, O tal “convenio” diz respeito a pessoal. Esse Machadinho já tem seu nome no diminutivo, reduza-se o grau do que diz.

  6. JORGE ESTEVAM
    terça-feira, 27 de janeiro de 2009 – 16:51 hs

    Isso sim é transparencia, competencia e respeito para com a coisa pública. O prefeito Goinski esta de parabéns e o povo de Tamandaré fica aliviado porque mais uma vez o mal perdeu e feio. A população tamandareense deu prova que aprovou a administração Novo Rumo tanto que deu a Goinski esmagadora vitória nas urnas e recebe de seu Prefeito a resposta com trabalho, seriedade e transparência

  7. PURO CORONELISMO
    quarta-feira, 28 de janeiro de 2009 – 15:02 hs

    Caros leitores, a bem da verdade é que Almirante Tamandaré é a única cidade do Estado do Paraná que ha resquicios do maltido coronelismo e suas malecias. Vejam, a atual conjuntura politica. Não sou partidario mas vejam. Ha aproximadamente 4 anos a atual administração municipal vem sendo retalhada por pessoas que fizeram parte da atual administração e não tiveram seus pedidos atendidos, tais como receber sem trabalhar, participar de contratos na prestação de serviços a Prefeitura Municipal etc… Temos que tambem concordar de que muitas pessoas que ficaram anos apos anos viendo de favores da Prefeitura Municipal e que sequer tiveral um unico registro em carteira de Trabalho, hoje encontram-se desempregados ou melhor “desmamados”. O ultimo dos moicanos foi o ex prefeito, atualmente milionario que por sorte teve sua eleição avaliada pelo voto popular, diga-se de passagem ridicularizada. O atual Prefeito não consegue sequer dar inicio as suas atividades a respeito ao atendimento dos anceios da população pois, os renegados não o deixam trabalhar. A dor maior é a de perder uma eleição e não poder mamar nas deliciosas tetas da Prefeitura municial, sem qualquer dor mesmo sabendo que irão desabrigar os miseraveis que mais necessitam. “Que jogue a primeira pedra quem não tiver pecado”. Ei, você ai, você ai mesmo seu malfeitor ganancioso que vive criando problemas e nçao deixa o administrador público trabalhar. O que você realmente quer? Afinal, ha pouco tempo você e o outro eram inimigos. Agora, se unem pra tentar garantir a teta, é isso? Vocês não percebem que com esta atitude quem é prejudicado é o povo? Desculpem, esqueci que vocês são egoistas. E o povo que se dane.

  8. CORONELISMO?
    quarta-feira, 28 de janeiro de 2009 – 17:43 hs

    Meu amigo, o comentario sobre o coronelismo em Almirante tamandaré é a mais pura realidade. Tem muitos e muitos que estão incomformados com a Vitória de Goinski nesta ultima eleição. É como saber que esta com uma doença em estagio final e não tem cura. Tem gente mesmo que nunca trabalhou na vida, vivendo de contratinhos com a administração do ex prefeito e agora a teta acabou. Tem gente também insatisfeita porque mandaram o filho embopra da Prefeitura porque este sempre quis receber sem trabalhar e o pai não conseguiu firmar alguns contratinhos com o atual Prefeito ai deu no que deu. Porcessos e mais Porcessos contra a atual administração, coisas assim sem qualquer nexo mas, incomodar é o que prevalece na cabeça deste insano cidadão. Boa matéria esta sobre o Coronelismo.

  9. Roberto Muller de Fr
    quarta-feira, 28 de janeiro de 2009 – 17:51 hs

    Ei Senhor Newton Gusso. Responda por favor. O Sr. não fez parte desta administração de que o Sr. agora tanto fala mal? Seu filho e sua nora não são funcionários da Prefeitura municipal de Almirante tamandaré? Porque esta tão magoado? Não seria o Sr. a pessoa mencionada no comentario anterior que tem o filho fazendo parte da atual administração? Que é isso Sr. Gusso, o Sr sequer mora no município de Tamandaré. Aliás, que coisa hein, o Sr. e seu filho eram inimigos do ex Prefeito e agora seu filho foi candidato a Vereador pela coligação do ex Prefeito. Que coisa extranha hein Coronel?

  10. Rita
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2009 – 19:02 hs

    Não entendo por que pessoas que nem se quer residem no município ficam dando uma de pseudos “samaritanos” .
    Pessoas que fazem comentários chulos e desnecessários devem ter plano de saúde ou muito dinheiro para pagar consultas particulares.
    Ou seria o ócio que possibilita tais comentários?
    Prefeito Goinski, continue com seu perfil de administração, pois o bem sempre vencerá o mal. Certamente esse é o Rumo Certo.
    Não dê ouvidos para picuinhas que não têm fundamentação.
    Continue administrando para o povo e pelo o povo.
    Parabéns Goinski !!!!

  11. Luiz Fernando
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2009 – 19:14 hs

    Parabéns Goinski
    Esse tipo de postura séria e comprometida com os mais carentes é que precisamos na gestão pública desse país.
    Acho que o povo de Almirante Tamandaré merece respeito, diferente do que fazia o ex-prefeito que durante os 8 anos de seu desastroso mandato, deixou o único Hospital da cidade o tempo todo fechado, e enquanto isso fazia prédios para alugar para banco, comprava chácara paradisíaca e barcos monumentais no balneario Itapoá, com o dinheiro que deveria se destinar à saúde do municipio .
    Agora fazem conlúio, um Ministério Público mais que tendencioso, com um ex-prefeito que enriqueceu as custas de recursos público e um Newton que a vida toda se esconde com suas maracutaias atrás de sua esposa que trabalha no Tribunal de Contas.
    Sem falar no seu filho que tem apenas um negócio, no qual inclusive já arrumou pelo menos uns três sócios.

  12. flavio avila
    segunda-feira, 6 de julho de 2009 – 7:20 hs

    DEVERIAM REABRIR O 24 HORAS EM OUTRO LOCAL,COM PESSOAS QUE TIVESSEM COMPETENCIA PARA GERIR ESTE MONTANTE,PORQUE AQUELE 24HS QUE ESTAVA NO HOSPITAL ERA SIMPLESMENTE UM LOCAL DE PASSAGEM DOS PACIENTES,QUE NA MAIORIA DOS CASOS NÃO TINHA RESOLUTIVIDADE,SEM CONTAR A DEMORA NO ATENDIMENTO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*