Falta polícia e a violência aumenta | Fábio Campana

Falta polícia e a violência aumenta

policia

Mulher é assassinada na área rural de São José dos Pinhais. Os assassinos levaram sua filha de treze anos. Este é apenas mais um registro da violência cotidiana, da expansão da criminalidade que agora alcança as regiões consideradas mais tranquilas desta área do planeta.

Hoje tem reunião do Programa Mãos Limpas, que reúne governador, secretários, comandante da PM, delegados, donos de veículos de comunicação anexados ao governo, promotores, juízes, curiosos, analistas. É a repetição, todas as segundas-feiras, de um ritual de faz de conta que dá ao governo a sensação de que está enfrentando o problema.

A verdade é que falta polícia e que o governo agora vai transferindo para as guardas municipais e secretarias municipais antidrogas a sua responsabilidade de conter o crime. A transferência de responsabilidade se constituiu, na prática, na única medida do governo estadual para deter a violência, a criminalidade e seu principal agente, o tráfico de drogas.

Foto: Átila Alberti/Paraná Online


19 comentários

  1. LEANDRO
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 8:33 hs

    RESOLVENDO O PROBLEMA DE SEGURANÇA PÚBLICA.
    1-TROCA URGENTE DE SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA.
    2-DECRETA-SE A PRISÃO COM TRABALHO FORÇADO.
    3-PARA CRIME EDIONDO, PENA EDIONDA, PRISÃO PERPÉTUA.
    4-DELEGACIAS COM PLANTÃO JUDICIÁRIO E JULGAMENTO IMEDIATO, COM SENTENÇA NO ATO.
    5-FORA DIREITOS HUMANOS.
    6-PARA REICIDENTES, PENA EM DOBRO.
    7-NÃO PARA VISITA INTIMA.
    8-PRESO QUE QUISER COMER TERÁ QUE TRABALHAR.
    9-PARA ESTUPROS, SEQUESTROS, LATROCINIO.PENA DE MORTE.
    10-NÃO IMPORTA IDADE, COMETEU CRIME TEM QUE PAGAR.
    FÁCIL NÃO?

  2. ronaldo
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 9:08 hs

    Perguntar não ofende, falta polícia ou está faltando competência do govêrno na segurança do Estado ?

  3. MS
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 9:11 hs

    A criminalidade nos ultimos anos em Curitiba e Região Metropolitana está fora de controle. O Governo Estadual já lavou suas mãos com relação a esta problematica.

    Toda segunda-feira ao depararmos com os veículos informativos que circulam nas bancas, visualizamos o crescente numero de homícidios vinculados principalmente ao uso de drogas e violência familiar.

    No meu ponto vista, a “cura” para este problema a médio e longo prazo, está apenas no fortalecimento dos vinculos familiares, o incentivo rigido e diferenciado da educação familiar e escolar e a atenção do Estado no apoio ao desenvolvimento de sua população.

    Atenciosamente

  4. Felipe
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 9:48 hs

    Sempre foi assim e sempre vai ser , na hora de atacar o bolo blz tao todos , na hora de lavar os pratos nao fica ninguem

  5. soldado
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 10:45 hs

    so tirar tdo aqele efetivo qe trabalha no detran
    qe temos certeza qe vai aumentar o nosso efetivo.

  6. Zé do Coco
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 11:12 hs

    Quando o atual governador assumiu em cima de uma plataforma de baixar ou acabar com o pedágio, fiquei tentando imaginar QUEM poderia ter votado no referido cidadão em cima de uma proposta de TOMAR direitos consagrados em contrato. A própria idéia desse governador de começar a iludir a população curitibana em cima de uma proposta de baixar a tarifa de ônibus tem tudo a ver com a mesma plataforma que só pode interessar a marginais que não respeitam as leis e os contratos e fingem não saber que para tudo nesta vida há um preço.
    Assim como há um preço por eleger uma pessoa para governar e essa pessoa não cumprir nenhuma das propostas. E, PIOR, haver ainda quem acredite numa palavra do que o cidadão eleito diz…

  7. Buzanfa de Plantao
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 12:23 hs

    tem q colocar o secretario antidrogas que e delegado federal , como secretario de seguranca, senao nada adianta….. entao

  8. segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 12:24 hs

    A violência aumenta a cada dia, isso é constatado em todos veiculos da midia paranaense, pela população nas ruas e principalmente em suas casas, só não é constatada, pelo jeito, pelos nossos governantes (diga-se governo estadual) que parece acreditar que é Alice (Dulce) no país das maravilhas, que a violência é coisa da midia, da imprensa que não tem o que fazer….
    Enquanto isso, o povo que PAGA a conta através de impostos não consegue ver nada sendo feito, pois a Alice (Dulce) esta mais preocupado em acertar a vida da FAMILIA do que a do povo….Até quando esperar???

  9. Lineu Tomass
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 12:27 hs

    FABIO.

    A FRASE QUE RESUME ESTE GIGANTESCO DRAMA NACIONAL, É UMA SÓ:

    “O ESTADO FALIU COMO GERENCIADOR DA SEGURANÇA PÚBLICA”, NO PAÍS.

    A SOCIEDADE E O CIDADÃO HÁ MUITO TEMPO “ESTÃO SE VIRANDO”, NA CONSTRUÇÃO DE SUA PRÓPRIA SEGURANÇA.

    HOJE A POLÍCIA USA COMO “PREVENÇÃO” AS FAMOSAS ORIENTAÇÕES, COM LIVRETOS, COM FOLHETOS, EM ENTREVISTAS NO RÁDIO E TVS., ENSINANDO O CIDADÃO TÁTICAS DE COMO DEVE SE COMPORTAR PARA SE LIVRAR DOS BANDIDOS, NOS BANCOS , NA RUAS, NAS ESQUINAS, NA RESIDÊNCIA, NOS BOTECOS AO PEGAR O CARRO NA RUA, NA BASE DO “VIRE-SE SOZINHO”.

    FALTA:
    I N V E S T I M E N T O , FALTA GRANA PARA A SEGURANÇA PÚBLICA.

    POR EXEMPLO. PARA COLOCAR FILMADORAS NO TRÂNSITO PARA MULTAR (ARRECADAR MAIS), TEM GRANA. AGORA CÂMERAS DE TV PARA SEGURANÇA PÚBLICA, NÃO, POIS “NÃO HÁ RECURSOS” DIZEM ELES.

    SEGUNDO DADOS NACIONAIS, TEM MAIS DE 400 MIL CONDENADOS SOLTOS NO PAÍS.

    NO PARANÁ DEVE TER UNS 20 OU 30 MIL.
    É SÓ IR NA 1a. E 2a. VARA DE EXECUÇÃO PENAL, ALÍ NA AV. JOÃO GUALBERTO E LEVANTAR ESTES DADOS. EU FUI UMA VEZ, HÁ MUITOS ANOS EM 1990, TINHAM MAIS DE 12 MIL SOLTOS.

    HOJE AS CADEIAS E PENITENCIÁRIA ESTÃO ABARROTADAS, E PRENDER MAIS ESSA MASSA DE BANDIDOS, ONDE O ESTADO VAI COLOCÁ-LOS?

    ONDE COLOCAR ESTA GENTE?

    ALUGAR O ESTÁDIO COUTO PEREIRA, OU O PINHEIRÃO PARA COLOCAR ESTA GENTE ?

    O PINOCHET USAVA CAMPO DE FUTEBÓL.

    NÃO TEM NÚMERO DE POLICIAIS SUFICIENTES. HÁ FALTA DE POLICIAIS CIVIS E MILITAR.

    SERIA BEM VINDA UMA REFORMA GERAL NA SEGURANÇA PÚBLICA , COM O QUEBRA DO “LOBY” DAS POLICIAS CÍVIS E MILITAR, INSTITUINDO-SE A MUNICIPALIZAÇÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA, COM O RETORNO DAS FAMOSAS -GUARDAS CIVÍS-, INCLUINDO-SE AÍ A CONSTRUÇÃO DE PRESÍDIOS MUNICIPAIS.

    AS GUARDAS MUNICIPAIS JÁ SÃO HOJE UM EMBRIÃO DESTA SOLUÇÃO.
    É SÓ QUEBRAR O “LOBY” NO CONGRESSO NACIONAL.

    LINEU TOMASS

  10. BreakDanceFunk
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 13:20 hs

    Mas o governador e seu secretario de segurança não falaram que esta tudo sobe controle? Então ta né

  11. FONTE SEGURA!
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 13:23 hs

    DÁ-LHE LINEUZINHO!!!!

    A VERDADE TEM PRESSA!!!!

    A VERDADE PRECISA SER DITA E DIFUNDIDA!!!

  12. Zezinho
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 13:42 hs

    Como fica o caso da RAQUEL GENOFRE?
    Cadê os resultados da melhor policia do Brasil?
    Ta caindo no esquecimento…

    FORA DELAZARI INCOMPETENTE!!

  13. jango
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 13:43 hs

    Não há espécie de crime grave hoje que não tenha como substrato as drogas. Colocar a polícia no varejo deste tipo de criminalidade é enxugar gelo se não atuar no atacado em cima do financiamento das drogas, da diretoria do crime. Vemos serem presos, de vez em quando algum dito chefão do crime, mas a rede continua, e os grandes financiadores ficam imexíveis no seus redutos. Evidente que os soldados da droga sequer tem conta em banco. A dita inteligencia da polícia é de uma indigência a toda prova, mais pela incompetência dos gestores do que pela incapacidade dos policiais. Os resultados quando aparecem já são páginas viradas pelo tráfico que se estabelece noutra forma e lugar. Temos visto policiais postados em esquinas, estáticos, quase como postes ou judas de sábado de aleluia. Fico a pensar o que eles pensam de tal atitude do comando para eles estarem ali. Nós não alcançamos este entendimento. Talvez os membros do Programa Mãos Limpas e Cabeças Vazias.

  14. DE LAZARENTO
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 15:15 hs

    Aqui no ATUBA só passa policia quando mata UM …

  15. Buzanfa de Plantao
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 16:50 hs

    Lineu , os radares sao municipal, e a seguranca e estadual,

  16. Jair
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 19:10 hs

    LEANDRO: Resolvendo o problema de segurança:
    1} Troca o Secretário de Segurança
    2} Troca o Secretário de Segurança
    3} Troca o Secretário de Segurança
    4} Troca o Secretário de Segurança
    5} OU TROCA O GOVERNADOR, QUE NÃO TEM CORAGEM DE TROCAR O PEQUENO
    SECRETARIO DE SEGURANÇA..

  17. LINEU TOMASS
    segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 – 22:27 hs

    ALÔ BUZANFA DE PLANTÃO.

    VEJA “BUZA”.

    EU SOU FAVORÁVEL A MUNICIPALIZAÇÃO DA SEGURANÇA.

    SOU UM DAQUELES QUE ACHA QUE A SEGURANÇA NAS MÃOS DO GOVERNO DO ESTADO, DEIXOU DE CORRESPONDER HÁ DÉCADAS.

    A FIGURA DO “ESTADO É UMA FICÇÃO”, POIS NIGUÉM MORA NO ESTADO DO PARANÁ. TODOS OS BRASILEIROS MORAM EM MUNICÍPIO, NÉ?

    O “ESTADO” NÃO PASSA DE UMA SOMA DE MUNICÍPIOS, CUJOS CONTORNOS MUITA VEZ SÃO ALTERADOS.

    VEJA “BUZA”,EU QUIZ DIZER QUE O ESTADO E PREFEITURAS, PRIVILEGIAM OS INVESTIMENTOS NA MÁQUINA DE “ARRECADAÇÃO”, NO CASO, OS RADARES E CÂMERAS PARA O TRÂNSITO.

    LINEU TOMASS.

  18. Noel
    terça-feira, 20 de janeiro de 2009 – 17:35 hs

    Talvez para fazer a segurança do Requião tenha os melhores Policiais, mas na Região metropolitana usa-se o jogo do Governador anterior retira 90% dos Policiais de um Municipio e manda para o outro, por exemplo passa em Colombo tem Policial por todos os cantos quando chega em Almirante Tamandaré tem 3 para atender o telefone e uma viatura, um BO levam oito dias para Digitar porque não tem funcianário para digitar.

  19. Eugenia
    terça-feira, 20 de janeiro de 2009 – 17:42 hs

    Mesmo dando o endereço dos deliguentes para a Policia ela faz nada, porque diz não ter Policial suficiente para atender a demanda, será que vamos ter criar uma policia paralela porque dizer que há segurança e ser mentiroso e as vezes as os atendente de delegacias batem o telefone na cara da vitima e acaba sendo vitima tres vezes, uma dos deliguentes, uma dos maus atendentes e outra do Governo porque pagou autos impostos para ter segurança e perdeu seu dinheiro, assim caminha o contribuinte do Paraná.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*