Eduardo Pimentel Slaviero é o novo diretor de marketing da Fundação Cultural | Fábio Campana

Eduardo Pimentel Slaviero é o novo diretor de marketing da Fundação Cultural

Eduardo Pimentel Slaviero passa a ser o diretor de marketing da Fundação Cultural de Curitiba. Eduardo é neto de Paulo Pimentel, e assume a posição que era de Marcelo Cattani, que agora é secretário de Comunicação Social.


11 comentários

  1. girso
    sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 – 21:20 hs

    só milionário entra na prefeitura?

  2. telescópio
    sábado, 24 de janeiro de 2009 – 9:12 hs

    E dá-lhe dinastias!

  3. gastao
    sábado, 24 de janeiro de 2009 – 18:55 hs

    e qual a experiência e o currículo dele?

  4. Nello Morlotti
    sábado, 24 de janeiro de 2009 – 19:42 hs

    Sucesso ao Eduardo, jovem, dinâmico e competente.

    Abraços

  5. Vergonha...
    domingo, 25 de janeiro de 2009 – 18:59 hs

    …Tenho horror a pobre…..deve ser a frase que repouso nas cabeças dos mandantes da prefeitura.

  6. Newton Massuquetto
    segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 – 10:13 hs

    A Fundação Cultural ganhou um jovem compentente e promissor, pois foi assim que o Eduardo Pimentel desenvolveu sua gestão nas empresas de seu avô, sempre com muita competência e seriedade.
    Sucesso!!!

  7. Zé do Coco
    segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 – 14:42 hs

    PRA QUE DIABOS REPARTIÇÃO PÚBLICA PRECISA DE DIRETORIA DE MARKETING????

  8. Mozzilli
    segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 – 15:06 hs

    ..os politicamente castrados gostam de falar mal de quem nem conhecem, Eduardo Pimentel Slaviero tem uma tragetória de sucesso dentro da empresa fundada pelo seu avô, aos que criticam sugiro que instruam-se mais , leiam a história de Curitiba, saibam o significado dos nomes dos bairros da cidade, pesquisem os sobre-nomes de peso que fizeram a cidade ser o que é, saibam quais familias estão dando respaldo nos bastidores do seu próprio emprego quem sabe …. depois opinem com conhecimento de causa ….a história sempre se repete, deve ser a mesma galera que critica a Fernanda Richa … povão, e lá ela precisa de emprego para ficarem questionando ou não o nepotismo !!! Instrução e conhecimento de causa é o que lhes falta para opinar !
    Há ainda os que tentam atingi-la dando créditos
    `a sua equipe em detrimento a ela, mas esquecem-se que sem sem um bom comandante o exército amarela, definha e morre e isso a medíocre oposição não quer ou não consegue entender.

  9. segunda-feira, 20 de abril de 2009 – 12:32 hs

    Ô Vôvô arrumou uma cadeira pro netinho na prefeitura com a ajuda de suas influencias diretas como Mario Celso do qual foi seu fiel cabo eleitoral e que coincidentemente escreve no jornaleco falido que andava nas costas da TV Iguaçú vendida para o Ratinho. Jornal este que agora é Administrado pela imcopetente Titia que não tem a minima noção de administrar uma gestão e teve que chamar um ex-gerente fracassado da Gazeta para implementar Processos.Não sei de nehuma brilhante Gestão que esse “piázão” fez a não ser ficar babando ovo de politicos a fim de se candidatar a uma futura vaguinha de Deputado, (Que piada). Coitado… o irmão Daniel se deu bem na presidencia da Abert e isso aumenta a pressão da familia para se manter nas colunas sociais….PEDANTE!!!!!!!!

  10. André
    sexta-feira, 11 de setembro de 2009 – 12:34 hs

    Olha, parece até brincadeira: este pessoal da elite paranaense se casa apenas entre si – acho que isso deve degenerar a espécie. Por outro lado, também constroem territórios onde apenas eles transitam, territórios do poder. Mas é isso, a gestão do poder é o que mais qualifica para o poder.Quanto ao Mozzilli acima, recomendo que vá estudar algo mais do que as colunas sociais, veja o Silêncio dos Vencedores de Ricardo de Oliveira sobre as elites paranaenses nos últimos 100 anos ou Territórios Conservadores, de Marcia Silva sobre como grupos seletos matem a dominação neste estado a partir do controle dos aparelhos da adimistração pública. É bem típico da mentalidade Casa Grande e Senzala ou das estratégias coronelística descrita em Os Donos do Poder acreditar que o que mandam o fazem por maior competência e em favor dos que são mandados.
    Quanto ao fato de existir uma diretoria de marketing, não fico surpresso.Isto explica qual a concepção de cultura: mercadoria & espetáculo.

  11. Adolfo Angerer
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 13:09 hs

    Isso ai minha, nossa Curitiba e principalmente deles… a mesma corja que anos domina a cidade… Mas devemos para de criticar e partir para a ação… Da-lhe cargo nomeado nas custas do povão!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*