Requião e Pisseti no banco dos réus | Fábio Campana

Requião e Pisseti no banco dos réus

pastor-edson-praczykAmanhã, às 14h, o governador Roberto Requião e o secretário de estado de Comunicação Social, Airton Pissetti, estarão no banco dos réus na 6ª Vara Cível de Curitiba. São acusados de terem difamado o deputado estadual pelo PRB, Edson Praczyk (foto), que entrou com uma ação de reparação de danos morais.

Tudo porque, em junho de 2005, o governador deu uma entrevista para a rádio Antena Sul de Ponta Grossa, do deputado Jocelito Canto, do PTB, e declarou aos ouvintes que Praczyk teria marcado uma reunião com Airton Pissetti e pedido mensalão para votar a favor dos projetos do governo. Requião disse durante o programa que o deputado “não levou nada e ainda levou um pito do governador”.

Pois bem. Pissetti negou que tal reunião existiu e Praczyk entrou com uma ação cível e outra criminal, que está suspensa e aguarda o momento em que Requião ficará sem cargo político para começar, já que, por enquanto, Requião só pode ser acusado criminalmente se a assembléia aprovar.

Foto: Denis Ferreira Netto


3 comentários

  1. Carlão
    segunda-feira, 15 de dezembro de 2008 – 19:40 hs

    O Pissetti negou a reunião, assim já entregou o companheiro , kakaka …

  2. Zé do Coco
    segunda-feira, 15 de dezembro de 2008 – 21:15 hs

    O instituto da imunidade está sendo desvirtuado há bastante tempo neste País.

  3. Carla
    segunda-feira, 15 de dezembro de 2008 – 22:56 hs

    Seria interessante o Requião explicar melhor o questão do mensalão. Afinal, o que realmente é mensalão? Como é pago? Qual a origem do capital usado para esse pagamento? Qual o critério usado para a escolha dos que recebem?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*