PAC é o desafio de 2009 | Fábio Campana

PAC é o desafio de 2009

lula

O presidente Lula se reuniu mais uma vez ontem com Paulo Bernardo, ministro do Planejamento, para discutir os cortes que serão necessários no Orçamento de 2009. O governo também terá que apertar o cinto.

Lançado em janeiro de 2007, o Programa de Aceleração do Crescimento encerra seu segundo ano tendo atingido 15% da meta global de investimentos públicos e privados previstos até 2010. É a primeira vez que o governo apresenta números consolidados do PAC.

Os números divulgados pelo governo revelam o tamanho do desafio que o governo federal deverá enfrentar para cumprir as metas traçadas do Programa de Aceleração do Crescimento. E, a despeito da crise e de desconfianças, o governo promete que o PAC deslancha em 2009.

A tarefa é enorme.

A partir do dia 1º de janeiro, a União, estatais e setor privado terão, para cumprir a meta do programa, de desembolsar o restante dos R$ 538 bilhões, o que vai exigir investimentos diários de R$ 736,98 milhões em todos os 730 dias que restam ao atual presidente até a entrega da faixa ao sucessor.


2 comentários

  1. Joaquim
    segunda-feira, 29 de dezembro de 2008 – 22:33 hs

    Matéria muito boa postada pelo PHA em seu blog. Segue o link:

    http://www2.paulohenriqueamorim.com.br/?p=3135

  2. Mariana
    terça-feira, 30 de dezembro de 2008 – 7:34 hs

    Putz, o sujeito está completamente desintonizado da realidade…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*