Oposição tenta barrar aumento de impostos de Requião | Fábio Campana

Oposição tenta barrar aumento de impostos de Requião

douglas

Os deputados Douglas Fabrício (foto), do PPS, e Valdir Rossoni, do PSDB, pediram vistas ao projeto de Requião que prevê aumento de impostos de 2% para a energia, telecomunicações e combustíveis. Eles pediram mais tempo para analisar o projeto durante a reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia que terminou agora há pouco.

Hoje, o relator, deputado Reni Pereira, do PSB, apresentou relatório pela constitucionalidade da proposta, mas com emendas. A primeira votação em plenário, que deveria acontecer amanhã, vai atrasar com o pedido dos deputados para analisarem o projeto por mais tempo.

“Queremos propor mudanças. Ninguém aguenta mais aumento de impostos. E este aumento previsto vai encarecer todo o processo produtivo das empresas no Paraná. Vamos discutir a diminuição dos impostos prevista no projeto até encontrarmos uma solução para evitarmos o aumento”, disse Fabrício.


Um comentário

  1. Roberto
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 – 23:24 hs

    Caro Deputado.
    Fábio Campana tem razão.
    Quais são os 95 mil itens que serão reduzidos.
    Me parece, mas não tenho certeza, que as auto-peças também terão o ICM reduzido.
    Mas se o governo quer ajudar as classes menos favorecidas porque baixar elementos que não fazem parte desta classe.
    Lembrando que até carrinheiros tem telefone e que vão ter arcar com o aumento.
    O sobe e desce dos preços dos alimentos fará com que a população nem perceba esta diferença…quer um exemplo, só semana passada teve 3 variações de preço do açucar , da mesma marca no mesmo supermercado, isto sem contar outros produtos.
    E para o governo é mais prático e confiável cobrar o ICMS sobre gasolina,telefone e etc…
    Concordar com esta lei é não pensar.
    Um abraço.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*