Mortos em ofensiva israelense passam de 300 | Fábio Campana

Mortos em ofensiva israelense passam de 300

gaza

O chefe da equipe de negociação de paz com israelenses, Ahmed Qurea, anunciou nesta segunda-feira que encerrará as conversas de paz em protesto à grande ofensiva aérea israelense que já deixou mais de 300 mortos desde sábado.

Um jornal israelense informa que um bombardeio de Israel matou um líder da Jihad islâmica.

Segundo fontes da Organização pela Libertação da Palestina (OLP), as negociações só serão retomadas quando a agressão aos palestinos acabar. A OLP pediu, nesta segunda-feira, ajuda das forças internacionais em Gaza para proteger os palestinos da ofensiva israelense.

Israel realizou desde sábado uma grande ofensiva militar contra o movimento islâmico radical Hamas em locais importantes para o grupo, como a Universidade Islâmica em Gaza, considerada um reduto do Hamas, um palácio de hóspedes usado pelo governo do movimento e uma casa próxima à do seu do líder em Gaza, Ismail Haniyeh, em um campo de refugiados.

Leia mais sobre o conflito:

Ataques aéreos de Israel à Faixa de Gaza mataram 57 civis, dizem Nações Unidas

Israel quer neutralizar Hamas, mas rendição é improvável

Nenhum prédio do Hamas ficará em pé, diz general israelense

A cronologia do conflito entre Israel e palestinos


Um comentário

  1. vovô sacudo
    segunda-feira, 29 de dezembro de 2008 – 17:21 hs

    é um horror total e surpreende a absoluta ausência de solidariedade do dito mundo civilizado , igrejas etc… é a barbárie , massacre de civis e crianças e ninguém diz nada … que mundo é este em que vivemos ? haveerá outra Ruanda na Palestina , quanto terão que morrer para o Likud ficar satisfeito ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*