Governo quer garantir crédito para casa | Fábio Campana

Governo quer garantir crédito para casa

Deu na Folha de São Paulo:

O pacote habitacional que o governo prepara para anunciar em janeiro terá como foco a construção de casas com valor entre R$ 50 mil e R$ 100 mil. O projeto do governo é oferecer garantias parciais do Tesouro Nacional aos financiamentos concedidos pelas construtoras a seus clientes nos primeiros anos após a venda, quando a taxa de inadimplência é mais alta. Com isso, a equipe econômica avalia que reduzirá o risco do investimento e conseguirá atrair os investidores privados.

A proposta em discussão ainda inclui a padronização das casas que serão construídas. O governo considera que pode reduzir custos se as exigências feitas por municípios forem uniformes em todo o país.
Hoje, o código de obras varia de uma cidade para outra, o que exige que as construtoras façam mudanças nos projetos. A idéia é que, para aderir ao programa habitacional que será lançado, os municípios aceitem fazer exatamente o projeto definido pelo governo.

Uma outra forma de reduzir os custos será a oferta de infra-estrutura nos locais onde forem construídas essas residências. A equipe econômica discute a oferta, por União, Estados e municípios, de benfeitorias como energia elétrica, saneamento e água tratada.

A garantia que o Tesouro oferecerá às construtoras deverá cobrir só parte das perdas com inadimplência. A equipe econômica ainda estuda o percentual, mas a idéia é que parte significativa do risco continue no setor privado para evitar que as construtoras concedam financiamento a clientes ruins.


3 comentários

  1. Zé do Coco
    segunda-feira, 29 de dezembro de 2008 – 7:55 hs

    E o que dizer daqueles que se situam abaixo da linha que separa pobres de miseráveis? Vão morar onde?
    Não precisa explicar, eu só queria entender…

  2. Joaquim
    segunda-feira, 29 de dezembro de 2008 – 13:28 hs

    Feliz Ano Novo Campana pra vc e sua família.
    Gostaria que você comentasse esta matéria que saiu no jornal, é sobre a filha do Serra este que apelidaram de Serrágio (Serra + Pedágio). Será que procede a notícia? Segue o link abaixo:

    http://www2.paulohenriqueamorim.com.br/?p=3135

  3. Sérgio Sanderson
    segunda-feira, 29 de dezembro de 2008 – 20:47 hs

    O Governo, a Caixa podem dar os números que quiserem, pois é muito difícil (ou melhor, quase impossível) conseguir a liberação desses créditos para comprar casa. Eu, por exemplo, nunca consegui. Pago aluguel superior a mil reais e a Caixa não me libera crédito para pagar uma prestação de R$ 600,00 em uma casa própria… uma tremenda enganação tudo isso.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*