Douglas Fabrício afirma: "O governo quer arrecadar mais" | Fábio Campana

Douglas Fabrício afirma: “O governo quer arrecadar mais”

douglas-fabricioO deputado estadual Douglas Fabrício (PPS) foi entrevistado na TV Band. O assunto em pauta foi a votação do polêmico projeto do governo estadual que altera as alíquotas do ICMS no Estado. Segundo o deputado essa matéria não deveria ser votada no contexto de crise que passamos.

Douglas Fabrício afirma que a única certeza do projeto é que o povo pagará mais impostos (na energia elétrica, nas telecomunicações – telefone, na gasolina e também no cigarro e nas bebidas alcoólicas). O deputado disse ser a favor da diminuição de impostos proposta pelo projeto, mas não concorda com o aumento, que segundo ele, atinge toda a cadeia produtiva das empresas e indústrias, aumentando assim o custo dos produtos produzidos. Douglas chamou a atenção ainda para o fato de que no projeto não há garantias que a diminuição de outros impostos chegue de fato ao consumidor final, ficando assim a mercê das sempre volúveis leis de mercado. O deputado lembrou da CPMF, que ano passado foi extinta. “Eu não me lembro de algum produto que tenha ficado mais barato por causa da extinção da CPMF”, disparou.

Questionado sobre o trâmite do projeto, Douglas Fabrício disse que o projeto passará pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mas quando for a plenário cabe a população fiscalizar quem irá votar contra ou a favor do projeto. A jornalista da Bandeirantes lembrou da recente pesquisa mostrando que diversos setores ligados às instituições interessadas como a Associação Comercial do Paraná e a FIEP já se posicionaram contra o projeto.

“Na verdade esse não é um projeto só de redução e sim de aumento de imposto. O governo está querendo concentrar a arrecadação em setores da economia que são mais fáceis de arrecadar. O povo não agüenta mais aumento de impostos”, disse Douglas.


9 comentários

  1. Marcio Turin
    quarta-feira, 10 de dezembro de 2008 – 9:18 hs

    O objetivo do governo, sem dúvida alguma, é arrecadar e penalizar ainda mais os menos favorecidos. Aumentar ICMS sobre energia elétrica, gasolina e telecomunicação não tem como não ser repassado ao consumidor. Parabéns ao Deputado Douglas. Pena termos poucos deputados como este:com vontade própria.

  2. Luis (FUNK)
    quarta-feira, 10 de dezembro de 2008 – 9:22 hs

    arrecadar mais para gastar em seminarios para idiotas como os do seu clero.

  3. Maria Amélia
    quarta-feira, 10 de dezembro de 2008 – 10:09 hs

    O Douglas Fabrício virou um chato que está anos-luz a frente de seu antecessor, o Neivo Beraldin. Ninguém mais aguenta o blá, blá, blá dele todo dia na tribuna da Assembléia.

  4. José Nogueira Filho
    quarta-feira, 10 de dezembro de 2008 – 10:25 hs

    Quero cumprimentar a cobertura que este blog tem dado para a oposição. Como já escrevi em outro comentário é muito dificil para um político de 1° mandato se manter na oposição,.A todo momento é acusado, pelos eleitores mal informados e por politicos ligados ao governo, de não trazer as verbas para o região. A cultura é de que o bom político é o que traz a obra da creche da escola ou do hospital, não importando sua atuação como parlamentar. Em suma, o bom deputado é um despachante do governo. E como sabemos só leva a noticia da obra quem é voto de cabresto do governo. E lamentavelmente este terá mais votos na próxima eleição

  5. Fábio
    quarta-feira, 10 de dezembro de 2008 – 10:43 hs

    Requião se diz diferente,mas é igual a todos os políticos brasileiros.

    É um Severino Cavalcanti que fala leitE quentE, nada mais que isso!

  6. jameli de oliveira
    quarta-feira, 10 de dezembro de 2008 – 10:56 hs

    Parabéns ao Deputado, que é coerente com a postura de seu partido, ao contrário daquele Felipe Lucas, que desmoralizou-se com a história do ônibus…

  7. Olecram
    quarta-feira, 10 de dezembro de 2008 – 11:57 hs

    E Viva Campo Mourão!!!

  8. lucas antunes
    quarta-feira, 10 de dezembro de 2008 – 14:50 hs

    E O PPS, CARO DEPUADO,QUER O QUÊ SE NÃO CARGUINHOS AQUI E ACOLÁ?

    E O RUBENS BUENO -SEU LÍDER DEPUTADO ( QUA QUA QUA QUA) – QUE O QUÊ COM AQUELE PAPO DE VOTO LIMPO AO LADO DO DEM?

    E O LIMPINHO, CARO DEPUTADO, QUER O QUE MANDADO NO PPS DO PARANÃ COMO SE FOSSE UM FEUDO, UMA VENDIDNHA, ONDE ELE E O RUBICO FAZEM TODO TIPO DE NEGÓCIOS, NO VAREJO OU NO ATACADO?

    FRANCAMENTE, CARO DOUGLAS, VÃ LAMBER SABÂO!

  9. XÍIIII!
    quarta-feira, 10 de dezembro de 2008 – 17:23 hs

    Ô Lucas Antunes, pegou pesado hein! Mandou bala à torto. Sò uma pergunta: Você é filiado ao PPS? Ou já foi? Ou pretende?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*