Elas gastam 27 horas semanais nos afazeres de casa; eles, dez | Fábio Campana

Elas gastam 27 horas semanais nos afazeres de casa; eles, dez

jan-vermeer-1632-1675

Dados do Ipea:

A 3ª edição do “Retrato das Desigualdades de Gênero e Raça” lançada hoje pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), SPM (Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres) e Unifem (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher) mostrou que há uma queda nas diferenças nos últimos 14 anos, mas há muito ainda por fazer.

Desde 1993, as mulheres já superaram os homens em anos de estudo. No entanto, ainda sofrem mais com o desemprego, e as que estão empregadas ganham menos que eles.

Apesar da lenta mudança de mentalidades, afazeres domésticos, segundo números da pesquisa, ainda são tidos como obrigações femininas. Entre a população de 16 anos ou mais, as mulheres dedicam 27 horas semanais nessas tarefas; os homens apenas 10 horas.

Quadro de Jan Vermeer (1632-1675)

Levando-se em consideração o recorte de raça, o quadro de desigualdade se agrava. As mulheres negras são as que ganham menos, registram as maiores taxas de desemprego, as menores de emprego formal (com carteira) e formam o maior contingente de domésticas. Ser empregada doméstica ainda é no Brasil do século 21 o emprego mais comum para a mulher negra. A cada cinco negras, uma é doméstica. Para a mulher branca, essa proporção diminui para uma doméstica em cada oito com trabalho remunerado.

Também a pobreza é um flagelo maior para os domicílios de famílias negras. Entre os beneficiados do Programa Bolsa Família, 69% dos domicílios têm chefe de família negro e 31%, branco.

O “Retrato das desigualdades de gênero e raça” analisa microdados coletados pelo IBGE nos últimos 14 anos (Pnads de 1993 a 2007).

Um livro, um CD estatístico (com a série histórica nacional e por região) e um cartaz resumo compõem esta terceira edição da pesquisa, que mostra os números mais completos e mais recentes sobre o perfil da população brasileira a partir de recortes de gênero e raça/cor.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*