Brasil-Paraguai terá nova ponte em 2012 | Fábio Campana

Brasil-Paraguai terá nova ponte em 2012

Do Jornal de Brasília:

O Brasil construirá uma segunda ponte fronteiriça sobre o Rio Paraná, ligando ao Paraguai. A obra começará no próximo ano e deverá estar concluída no 2012, segundo um acordo entre os dois países publicado ontem pelo Diário Oficial da União. A ponte será contruída entre as cidades de Foz do Iguaçu (Paraná) e Presidente Franco (Paraguai), e terá importância estratégica para o Mercosul.

As negociações para a construção dessa ponte começaram em 1992, quando foi assinado o primeiro protocolo de intenções entre os dois países. As obras foram autorizadas pelo Congresso paraguaio em maio, pela Câmara dos Deputados e Senado Federal brasileiros em setembro, e calcula-se que terão um custo de US$ 60 milhões. O financiamento ficará a cargo do Brasil, que incluiu o projeto no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo o projeto, a ponte terá 800 metros de comprimento e 17,5 metros de largura, e permitirá dinamizar o comércio entre Paraguai e Brasil, assim como com os outros países do Mercosul.

Brasil e Paraguai já são ligados pela Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu à paraguaia Ciudad del Este. Ultimamente, por conta da Hidrelétrica de Itaipú, que é controlada pelos dois países, os governos paraguaio e brasileiro andam se desentendendo. OParaguai quer ter direito a usar e vender o excedente da energia
produzida por Itaipú como quiser, mas o Brasil, fazendo valer um contrato assinado há vários anos, nega-se a permitir isso. O Paraguai está recorrendo às cortes internacionais e mantém uma negociação permanente com o Brasil no sentido de conseguir rever o contrato e conseguir apermissão.


31 comentários

  1. Nacionalista
    sábado, 6 de dezembro de 2008 – 12:15 hs

    Sou contra!
    Além de não construírmos uma nova ponte, deveríamos interditar ou até mesmo dinamitar a Ponte da “Amizade”.
    Os paraguaios não estão demonstrando amizade alguma para com o Brasil e brasileiros; estão até expulsando os brasileiros que são os únicos que praticam a agricultura naquele “país” e geram dividendos legítimos para o Paraguai.
    Sendo assim, que procurem outro caminho terrestre para algum outro porto que não o nosso.

    Dezembrada neles!

    “Sustentar o fogo que a vitória é nossa! Sigam-me os que forem brasileiros!” Duque de Caxias

  2. fred
    sábado, 6 de dezembro de 2008 – 12:48 hs

    minha nossa esse comentário aí de cima deve ter vindo de uma máquina do tempo. como pode ter gente tão tacanha assim em pleno século 21? Jesus…

  3. SYLVIO SEBASTIANI
    sábado, 6 de dezembro de 2008 – 19:12 hs

    O REQUIÃO ME DISSE UMA VEZ, QUANDO ATRAVESSAMOS A PONTE QUE ELE IA FAZER A NOVA PONTE APROVEITANDO A ILHA EXISTENTE AO LADO DA ATUAL. O LULA NÃO ACEITA NEM A IDÉIA DELE, ELE ESTÁ MAL, PODE ATÉ TER UMA DIARRÉIA AI SEFU. COMO DISSE O LULA

  4. Estou de Olho
    sábado, 6 de dezembro de 2008 – 19:40 hs

    Concordo com o Nacionalista e o Fred, ou pro outro lado…

  5. Nacionalista
    sábado, 6 de dezembro de 2008 – 21:54 hs

    Ao Fred,

    Mentalidade tacanha têm os entreguistas lesa-pátrias como você!
    Apesar que, com um nome desses….

  6. Vigilante do prtão
    domingo, 7 de dezembro de 2008 – 9:37 hs

    Sou capaz de apostar que o Brasil vai pagar a tal ponte. O Paraguai não vai aplicar um centavo.
    Será uma maneira de calar os “hermanos” sobre Itaipú.
    A imprensa brasileira não deu destaque. Os jornais paraguaios deram primeira páina, logo que o Lugo assumiu, uma comissão retirou caminhões de documentos da Usina de Itaipú, para uma auditoria. O governo brasileiro tratou de acalmar os ânimos, dizendo que poderia rever o contrato e compensar o Paraguai.
    É assim, cada vez que é pressionado o Brasil cede. Pagamos pelo silêncio. Qual será o verdadeiro motivo de tamanha covardia.

  7. Centro
    domingo, 7 de dezembro de 2008 – 12:00 hs

    O Brasil entrou com todo o dinheiro(emprestimo) para construir Itaipu. Entrou, tambem, com todo o valor “simbólico”inicial da construção, emprestado pelo Brasil.
    Esses esquerdopatas primeiro se informem sobre o que é Itaipu e como foi construida. O Samek, apesar de ser PT, tenta defender os interesses brasileiros na usina, o resto da esquerdinha deveria fazer o mesmo.

  8. domingo, 7 de dezembro de 2008 – 13:22 hs

    Mais um prejuizo ao Brasil,mais um acesso a todo o contrabando de armas para as quadrilhas de narcotraficantes dos morros do Rio de Janeiro, mais uma rota para o roubo de caminhões ,automóveis,soja,etc…etc…Ainda deixei o maior agravante que é a entrada principal do tráfico de drogas vindos da Colombia,Bolívia,Venezuela,Equador,Peru,etc…
    Então , como estes já não são motivos suficientes para barrar a construção da nova ponte,vem a questão de quem pagará a conta, e, novamente será com o meu e com o seu dinheiro…haja impostos.
    Se depender dos bons brasileiros esta ponte já estará boicotada.
    Lembram-se do caso das usinas na Bolívia????Pois é,o brasileiro é tão bonzinhoooo, já não ocorre em relação a outros países como os EUA.
    Em uma relação comercial com a Bolivia,estes tentaram aplicar um calote nos gringos,e, por bem menos do calote dado no Brasil os gringos já aplicaram sanções comerciais a Bolívia,ou seja, não entra nenhuma folha de coca mais nos EUA,está proibido,claro é só isso que eles produzem, e, claro traficantes e um presidente(????)

  9. Américo
    domingo, 7 de dezembro de 2008 – 23:55 hs

    Caro fred,
    Os “comentáristas” abaixo citados não saíram da máquina do tempo, eles são reais mesmo, existem, e não são só tacanhos, são a escória da inteligência local, não enxergam o pé e aonde pisam, são os obesos mórbidos da ignorância nativa.
    O tal do negoveio então é mais rasteiro que o petróleo do pré-sal. O nacionalista é a prova selada de que Samuel Johnson, tinha e tem razão quando dizia o “patriotismo é o último refugio do canalha”. Quanto ao resto, não resta nada.
    Relação dos “canalhas”:
    Nacionalista, Nego Veio, Centro, Vigilante do prtão,

  10. Nacionalista
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 – 8:51 hs

    Américo,

    Já que você e o seu amiguinho Fred estão unidos contra os verdadeiros brasileiros, por que não se mudam para o Paraguai????
    Se amam tanto um país estrangeiro, saiam imediatamente de nossa Grande Pátria!
    Traiçoeiros, ignorantes e lesa-pátrias!

  11. fred
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 – 11:19 hs

    como que pode ser assim? o Paraguai é o que é hoje por culpa de gente como você, que estuprou e triturou a população, seguindo orientações de fora. fique aí com sua opinião TACANHA, ninguém se importa com ela mesmo!!

  12. Nacionalista
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 – 19:19 hs

    Fred,

    Tenho certeza agora que você não conhece nada de História!
    Saiba que não foi o Brasil que iniciou a guerra, pois fomos invadidos e tivemos navios capturados sem uma declaração prévia de guerra! Agora, quem “cutuca onça com vara curta….”
    Outra coisa, se fosse pelos argentinos, o Paraguai nem existiria mais como nação, sendo que foi o Brasil que defendeu a existência daquele “país” no pós-guerra!
    Quanto aos estupros e trucidações, são fatos de guerra que não foram só cometidos por brasileiros, mas até mesmo em conflitos atuais ocorrem! Por isso, não me impute uma defesa dessas práticas e tampouco que somente o Brasil é que cometeu tais infâmias.
    Em relação ao atraso do Paraguai, não mandei eles se concentrarem em abrigarem máfias que são especialistas em falsificações e outros negócios escusos!
    E, como eu disse, se mude para o Paraguai e vá defendê-los, seu lesa-pátria TACANHO!

  13. fred
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 – 22:56 hs

    Não adianta vir com essa lenga-lenga, o duque de Caxias sitiava as aldeias paraguaias e mandava atear fogo nas casas, com mulheres, crianças e velhos dentro, esse é conflito a que você se refere?
    O Paraguai tinha uma indústria nascente e próspera que tinha tudo para dar certo, o que despertou a fúria da Inglaterra, os EUA da época. Ao Brasil colônia coube cumprir o papel para o qual foi criado: cumprir as ordens do colonizador, que entrou no lugar de Portugal. Na verdade, até hoje cumpre essas ordens. Mudou a mão, mas chicote continua o mesmo… por isso temos gente como você, tacanháço!!

  14. fred
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 – 23:35 hs

    Não adianta vir com essa lenga-lenga, o duque de Caxias sitiava as aldeias paraguaias e mandava atear fogo nas casas, com mulheres, crianças e velhos dentro, esse é o conflito a que você se refere?
    O Paraguai tinha uma indústria nascente e próspera que tinha tudo para dar certo, o que despertou a fúria da Inglaterra, os EUA da época. Ao Brasil colônia coube cumprir o papel para o qual foi criado: cumprir as ordens do colonizador, que entrou no lugar de Portugal. Na verdade, até hoje cumpre essas ordens. Mudou a mão, mas o chicote continua o mesmo… por isso temos gente como você, tacanháço!!

  15. Américo
    terça-feira, 9 de dezembro de 2008 – 0:50 hs

    Ao canalha travestido de nacionalista,
    O colonizado é monocórdio, nem sabe o que significa lesa-patria e fica vomitando a mesma lenga lenga em todo o comentário. É um quadrupede ignorante. E quanto ao se mudar pra o Paraguai, faz lembrar o ame ou deixe dos tempos da ditadura, o canalha esta em boa companhia.
    Vou tentar fazer um perfil do individuo:
    Vai ao shopping todo final de semana e limpa o fusquinha 68. Leitor assíduo da veja, não perde um comentário do jabor, da leitoa e só assiste o bóris na band, sem falar que o temo lesa-pátria deve ter escutado no programa do faustão ou no do gugu. adora a ana maria praga. É do tipo que quer dar lição de moral mas no transito é um jumento, cobra moralidade dos políticos mas na primeira oportunidade oferece uma propina aos guardinhas de trânsito e só faz patifaria na declaração do imposto de renda.
    Quem quiser contribuir com o perfil do cidadão pode contribuir, estejam a vontade

  16. Nacionalista
    terça-feira, 9 de dezembro de 2008 – 21:19 hs

    Américo e Fred,

    Não ficarei trocando insultos com 2 LESA-PÁTRIAS infames como vocês.
    O que posso dizer é que irei lhes procurar no campo de batalha e veremos quem é canalha!

  17. Nettcom
    segunda-feira, 5 de janeiro de 2009 – 13:30 hs

    mmm, pelo jeito ninguem olha que esta ponte serve mais aos brasileiros do que a os “minusculos”(menor territorio,menor produção industrial, petroleo,etc,etc) paraguaios..

    entra para o brasil materia prima, sai do Brasil para o mercosul productos industrializados, é claro que precisa-se de uma ponte maior e bem mais estruturada, para caminhoes de maiores eixos…

    pensando que ‘papa’ Lula está dan dinheiro de graça…

    ‘se liga cabeção’

  18. Farda Azul
    terça-feira, 6 de janeiro de 2009 – 11:00 hs

    Gostei do papo… principalmente daquela história de encontrar no campo de batalha… mas lembrem-se que precisaremos de todos vcs! Parabéns pelo exemplo de cidadania, pelo simples fato de interesarem-se voluntariamente pelos genuínos interesses brasileiros e desejarem um País melhor!

  19. De OLHo
    quinta-feira, 16 de abril de 2009 – 19:39 hs

    El Lugo El Lugo!!!

    Viva a nova ponte, viva os sacoleiros!!!

    Viva Lugo

  20. junior
    segunda-feira, 20 de julho de 2009 – 8:08 hs

    Bom!! Eu acho que é uma boa ideia na questao de comercialização entre Paraguai e Brasil mais eu acho um absurdo o Pagaquai alem de saber que ametade dos brasileiros vão la compra deixando de compra aqui no Brasil querem usufruird do que é nosso por direito..
    Paraguai tem que rever seus conceitos…

  21. Omar
    terça-feira, 4 de agosto de 2009 – 1:11 hs

    esta ponte esta mais que bem vinda, facilitará o processo da escoação dos produtos de toda a América do sul tanto indo quanto vindo.
    O Brasil é cheio de pessoas que defendem a oposição mas sem saber o porque?
    reflictam sobre a distribuição de renda no país(o nosso grande problema) o que foi feito a respeito nos tempos da oposição?

    saibam que este foi o grande problema dos países ricos, que conseguiram resolver e hoje estão no topo exemplo a Inglaterra.

    o nosso PIB esta praticamente na mão de 6% dos brasileiros, e o resto?
    o Paraguai é um pais pobre e arcar com 60 milhões não é fácil

    reflictam bem quem são vocês.

  22. Guilherme
    quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 – 12:47 hs

    Eu acho que a 2da ponte sera muito bom, porque sera pra caminhoes pesados e liberara a ponte da amizade… brasil vai pagar isso e bom porque a economia do brasil e 80 veces maior que o paraguai, entao o brasil como pais grande tem que ajudar o paraguai y nao condenar e lanzar no alen por isso….. eu acho que esta segunda ponte sera bom
    o que diz o nacionalista e maldade

  23. Guilherme
    quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 – 12:53 hs

    Pra o o brasil nao será problema investir dinheiro pra a segunda ponte porque a economia do brasil e 80 veces maior que o paraguai

  24. sábado, 13 de março de 2010 – 20:30 hs

    Visite http://www.FORUMIGUASSU.com – Espaço para debate sobre a REGIAO TRINACIONAL DO IGUASSU e que envolve AR-BR-PY. Informamos aos editores e leitores que dia 15/ Dez/ 2009 na 4a. CONFERENCIA NACIONAL DAS CIDADES – ETAPA DE F. DO IGUAÇU a comunidade de Foz chegou a conclusão unânime que o lugar previsto para a 2a. PONTE é completamente inadequado por que pretendiam fosse nas imediações dos TRÊS MARCOS DE FRONTEIRA entre a Região do Bairro PORTO MEIRA e a cidade paraguaia de PORTO FRANCO – INACEITÁVEL – pois os Marcos de Fronteira juntamente com as nossas CATARATAS DO IGUAÇU e ITAIPU compreendem um dos mais valiosos atrativos turísticos de nossa região. A comunidade decidiu no lugar da ponte instituir um PARQUE TRINACIONAL ligado por um SISTEMA TELEFÉRICO a exemplo do Pão-de-Açúcar no Rio de Janeiro que unirá os TRÊS MARCOS DE FRONTEIRA entre AR-BR-PY na confluência dos Rios Iguaçu e Paraná que conformará como se fosse um único parque com as CATARATAS DO RIO MONDAY e o MUSEU CIENTÍFICO MOISÉS BERTONI, não só integrando o Paraguai ao Circuito Turístico do Mercosul, como assegurando a contribuição paraguaia a biodiversidade regional e reposicionando de forma positiva e estratégica a nossa imagem nos contextos nacionais e internacionais de cada país, mas principalmente; demostrar ao mundo a convivência harmônica e pacífica que se pretende entre os povos, especialmente de nossa AMÉRICA LATINA.

  25. sábado, 13 de março de 2010 – 20:52 hs

    A 4a. Conferência Nacional das Cidades em Foz também por unanimidade aprovou a proposta urbanística de se aproveitar a vontade oficial manifesta da Argentina para construir também uma ponte com o Paraguai na Região Trinacional, e utilizar as duas pontes pretendidas pelos governos entre AR-BR-PY e posicioná-la de tal forma que conforme um ANEL VIÁRIO TRINACIONAL de raio médio de 15km que unirá os três grandes aeroportos internacionais existentes em nossa região entre AR-BR-PY.

  26. sábado, 13 de março de 2010 – 21:16 hs

    No ANEL VIÁRIO TRINACIONAL o PROJETO ÁGUAS GRANDES prevê a perfeita interconexão dos sistemas hidro-aéro e rodo-ferroviário regional no contexto de nosso continente, funcionando o anel como elemento de transposição do desnível do LAGO DE ITAIPU tornando no futuro viável a navegação de BUENOS AIRES, MONTEVIDÉU, ASUNCIÓN atingindo Mato Grosso do Sul e a Bolívia. A concepção do ANEL VIÁRIO TRINACIONAL contempla ainda a conexão ferroviária a partir da construção do CORREDOR BI-OCEÁNICO que irá transformar a Região Trinacional do Iguassu, hoje um “lugar de fim-de-linha”, em um “Grande Centro Logístico e Turístico da América do Sul” – Um verdadeiro “Centro de Processamento de Importação e Exportação” preservando nossa cultura e o nosso meio ambiente, otimizando os nossos recursos na forma compartida como orienta o FOCEM – Fundo de Convergência Estrutural do MERCOSUL, diminuindo definitivamente as assimetrias entre os países mais ricos e os mais pobres.

  27. sábado, 13 de março de 2010 – 21:20 hs

    Especialmente para a nossa Região Trinacional o Anel transformará os Bairros na região da periferia mais pobre, tais como: Bairro São Francisco, Três Lagoas, Vila “C”, Cidade Nova, Jardim Porto Belo, Jardim Panorama e os bairros correspondentes da AR-BR-PY em nossa região em um Centro Estratégico para o Desenvolvimento e a Integração do nosso Continente promovendo um impacto positivo e substantivo para a Melhoria da qualidade de vida de nossa população, preparando o ambienta para a reconversão econômica de nossa região.

  28. Eng. René Ayoroa C
    segunda-feira, 15 de março de 2010 – 20:18 hs

    Es una pena que pocos comentarios tomen en cuenta el aspecto INTEGRAL y SISTEMICO de todo esto, la mayoria de las opiniones tienen un corte “nacionalista” y no prestan atención a los criterios técnicos que deberían primar en este tipo de proyectos.
    Solo el Arq. Rafain expone el Corazón del ASUNTO … ES MUCHO QUE MAS QUE BRASIL O PARAGUAY PAGUEN LO QUE CUESTA EL PUENTE …. ES EL SACRIFICIO DE LA RIQUEZA QUE PUEDE TRANSFORMAR EL SERIO PROBLEMA DE LA ZONA Y ES LA UNICA ALTERNATIVA VIABLE PARA CAMBIAR ESTA REGION …. EL TURISMO … LA RIQUEZA QUE REPRESENTA LA CREACION … Lastima que solo se vea “un pedazo de la realidad inmediata y presente” y no se proyecte el futuro de los habitantes de esta zona … una nueva aglomeración de camiones en plena ciudad …. Puerto Meira y Franco ni se imaginan lo que va a resultar de todo esto en PERDIDA para ambos lugares si se llega a realizar …. Por FAVOR MIREN hacia adelante ….

  29. quarta-feira, 4 de agosto de 2010 – 16:42 hs

    s contra a const desta ponte no mc 3 fronteira ali deveria ser const uma ponte em forma Y que uniria os 3 paises seria a unica ponte no mundo em forma de Y PENSO NO FUTURO

  30. Rafael
    sexta-feira, 28 de janeiro de 2011 – 14:37 hs

    Para pessoas como o Nacionalista, so posso sentir muita pena da falta de visão para as oportunidades. Não ha duvidas que uma ponte mais, que une aos dois países, vai ocasionar um aumento de contrabando de todo tipo, mas também temos que ser otimistas e pensar em tudo que o Brasil vai se beneficiar com isso, a final de contas, quem mais exporta produtos e’ o Brasil para o Paraguai, já que o Brasil tem uma maior variedade de produção, e Paraguai mais carência, e se o Brasil esta investindo tamanho valor de R$60milhões, com certeza devem ter um bom motivo para construir.

    De todas formas, so entendo que uma atitude grosseira, agressiva, e pouco amigável, não corresponde a Nos brasileiros. Somos um povo diferente, e não como aqueles que esta bem mais ao norte. O patriotismo se demonstra de outras formas, e com certeza não e’ sentindo ódio e desprezo pelas demais nações que faz um homem ser mais patriota.

  31. sábado, 10 de novembro de 2012 – 1:52 hs

    cade a ponte !? sumiu desapareceu ….to esperando a tal da ponte

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*